segunda-feira, 20 de maio de 2013

Vital Moreira... o pequeno “grande constitucionalista”


É verdade! Realmente não existe nenhuma norma constitucional – ou qualquer outra, diga-se – que proíba uma pessoas cheia de cursos e títulos académicos... de ser uma besta.
Dito isto, apenas por descargo de consciência, nunca deixo de achar um pouco repelente o espectáculo que algumas dessas pessoas dão, ou por serem realmente umas bestas, ou por, de forma sonsa, acharem que retiram algum proveito da habilidade para se armarem em parvos.
É aqui que encaixa mais uma proeza “ideológica” de Vital Moreira, um artista que embora já não surpreenda... impressiona sempre.
Durante um encontro nem sem bem sobre o quê, encontro que me passou pela frente em zapping televisivo e onde várias figuras conhecidas opinavam, informalmente, sobre a constitucionalidade duvidosa de algumas políticas deste governo, Vital Moreira, com aquele esgar escarninho disfarçado de sorriso que apetece... adiante!, com aquele esgar escarninho, saiu-se com a seguinte pérola:
«Se se cortam os salários... não vejo porque não haveria de ser possível cortar as pensões»
Depois, a custo, lá admitiu, com um ar bastante enfastiado, que talvez, talvez houvesse ali um caso de direitos adquiridos que poderia, talvez... apenas talvez, ter uma qualquer inconstitucionalidadezita... talvez...
Portanto, para além da desvalorização do crime do corte de salários, este pequeno “grande constituconalista” acha que eu sou tão estúpido, que não sei que ele sabe muito bem a diferença entre um ordenado, que paga um trabalho feito no presente... e uma pensão, que “devolve” o dinheiro que o trabalhador descontou durante os anos em que trabalhou. Dinheiro que é dele. Dinheiro a que qualquer corte pode bem ser chamado roubo.
O sonso acha que eu não sei que ele sabe muito bem, que um ordenado, ainda que contra ventos e marés, pode renegociar-se, pode ser discutido. O trabalhador no activo, contra ventos e marés, pode aspirar a um melhor emprego. Um trabalho mais bem pago. Pode atrever-se a mudar de vida. Pode atrever-se até a mudar de país... ao passo que o reformado e o pensionista são prisioneiros da espectativa que lhes foi criada no passado. São reféns de uma promessa de velhice digna. Uma promessa que foram pagando mês a mês, anos após ano, durante uma vida. Uma promessa que todos os dias vão vendo mais enxovalhada, mais emporcalhada, mais desrespeitada, mais traída.
Vital Moreira sabe que eu sei. Vital Moreira sabe que nós sabemos que ele sabe... mas, mais uma vez, não consegue resistir à tentação da provocação porca e barata.


15 comentários:

Maria disse...

É um porco sabujo. Não me merece mais palavras.

Abreijo

Graciete Rietsch disse...

É um traidor ou um embusteiro. Aproveitou-se dos ideais socialistas enquanto lhe foi útil, depois virou para o lado de onde vinha mais lucro.
Como tu muito bem dizes, baixar pensões é roubo porque é dinheiro nosso, rendimento do nosso trabalho, que nos tiram . É crime.

Um beijo.

Alfredo Caiano Silvestre disse...

Bom dia.

Estas notas deviam vir acompanhadas de um rolo de papel higiénico, preferencialmente tamanho jumbo, por motivos óbvios.

Sempre que "ouço" falar de VM corro com o olhar a periferia do espaço a ver se encontro onde me lave.

Victor Talmeida disse...

Julgo também se aplica ao caso presente e, assim envio o cometário que deixei em Blog"Causa Nossa", em 13/04/07 - e já então sobre parecer de mesmo âmbito e conteúdo constitucional.

"Pelo que ouvi - e não queria acreditar!... – fui ler o que diz sobre TC.
VM, Marx sei que, se o leu, não o percebeu, mas alguma vez leu Hegel sobre Teoria do Direito?!...
Vou ser violento: Também já é “birolha” a sua " constitucionalofilia” e limitada e condicionada a sua “Ideia de direito”?!!.... Pare um pouco: nem o Santacombadeu já o aplaudiria!...

As sua melhoras de alma: A Zitaseabrice tem em VM, o seu esplendor!... Por favor conserve, de alma, um traço ao menos de quem foi Beirão!"

do Zambujal disse...

Isso é má vontade tua... Então não vês que o que le reconhece, modestamente como é seu apanágio, é que... não vê. Já viu, antes de deixar de ver!

Como diz um amigo nosso, o "defunto" Vital!

Um abraço

julia disse...

O rapazola vai ter futuro nas hostes do PSD

maia disse...

Quando olho para estes "conjuntos" com forma "humana" penso sempre que alguém foi a um contentor despejar lixo, a correr, e o lixo, em vez de entrar, ficou cá fora. Penso eu... que não tenho aqueles doutoramentos na arte de sugar, sugar o trabalho e os mais fracos. Depois, penso, penso... assim!

Antuã disse...

Sempre que o Vital grunhe desligo o aparelho ou mudo de canal.

Bolota disse...

Moços,

Eu só me pergunto: como é que esta gente consegue dormir descansado depois de tudo o que tem feito no sentido de destruir o bem estar de uma geração, antes de depois das nossas e se calhar para sempre???

São estes que sendo 2ªs figuras tem contribuido e muitooooooooooooo para o estado de coisas a que temos chegado.
Por chegado, chegar a roupa ao pelo a esta gente, só se perdem as que caiem.

Abraços

Anónimo disse...

Ganhei o dia com esta belíssima definição do Vital:
- aquele esgar escarninho disfarçado de sorriso ...
Brilhante !

Olinda disse...


Completamente de acordo com o que li!Que
triste figura,a do figurao!...

Um abraco

José Freitas disse...

Vital Moreira passou de dissidente a traidor.
Mais em www.anticolonial21.blogspot.com

Anónimo disse...

Eu diria antes que é uma tentativa para continuar a mamar na teta do Estado, dando mais uns "Pareceres" ao Governo e redigir umas leis, a troco de chorudos honorários, como já sucedeu com governos anteriores...!!!!

Nem que, para tal, tenha que defender posições contrárias às que expressou na Constituição Anotada...!

Anónimo disse...

Quando estava no vosso partido, era o maior. Tal como a Zita Seabra, o Brito ou a Luisa Mesquita.
Vocês são comicos

samuel disse...

anónimo (16:46):

Quanto à comicidade… obrigado!

Quanto à verdadeira questão - aproveitando já para deixar o Brito e a Mesquita fora do grupo da Zita e do Vital - há-de dizer-me em que partido é que os militantes que traem e de forma tão abjecta como o fizeram Zita Seabra e Vital Moreira (ela ainda mais que ele)… continuam a ser "os maiores" para as pessoas que traíram.

Confesso a minha curiosidade! :-)