quinta-feira, 3 de julho de 2008

O menino de ouro do PS (outra vez?!...)



Palavra que tentei ver e ouvir a entrevista de José Sócrates. Ainda bem que não sou cronista, analista ou comentador político profissional, pois agora teria que inventar uma "análise" ou então, honestamente perder o cachet do trabalho.
A verdade é que por qualquer razão que me ultrapassa, a desfaçatez com que Sócrates fala do país virtual que inventou, a arrogância com que vende esse peixe e sobretudo aquela aparvalhada pronúncia que criou expressamente para esconder a sua origem em Vilar de Maçada (nome profético), quando quase todas as pessoas normais têm orgulho na terra em que nasceram, incluindo o seu sotaque, aquela mania repelente (pelo menos a mim, repele) de responder às perguntas em tom de comício, organizar as "respostas" de maneira a serem virtualmente intermináveis para obrigar os entrevistadores a terem que o interromper para fazer as perguntas, umas vezes nem parando de falar para as ouvir, outras fazendo de conta que ouve, mas retomando o que estava a dizer antes... como dizia, este conjunto de qualidades do Primeiro Ministro, tornam física e psicologicamente impossível que eu siga uma entrevista sua até ao fim e mesmo o que ouço e vejo é à custa de muita mudança de canal para "descomprimir".
Para além das causas que são visíveis no país, acredito que alguma desta minha dificuldade se deve a intolerância da minha parte.
Para além das coisas que são visíveis no país, esta é uma das que dificilmente lhe perdoarei.
Em poucos meses, José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, transformou-me numa "pior pessoa"!

20 comentários:

Maria disse...

Felizmente que não estou aí. Senão, masoquista que sou, tê-lo-ia ouvido até ao fim. Para me agoniar.
Hoje comemorou-se aqui a independência da Bahía. Que começou em 25 de Junho em Cachoeiras e teve o seu final a 2 de Julho em Salvador. Lutas e mortes pelo meio, como de costume. Há 185 anos fomos escorraçados daqui...
Mas isto fica para quando chegar aí. Hoje estive com amigos e comemorámos. Como amigos. Porque qualquer destes com quem estive hoje seria melhor PM do que esse 23ERTGHJ~^*L8 sem nome dizível...

Vem até cá. Estes ares refrescam...

Abreijos

João Carlos disse...

Não vi a entrevista por razoes profissionais mas de certeza que também não iria aguentar gramar mais uma noite de propaganda à boa maneira da manipulação. Já não chega o Prós e A Favor.
É evidente para todos que é no nosso dia a dia que sabemos o que os estes políticos fazem pelos seus negócios e dos seus amigos.
Será que ainda haverá alguém que acredite nestes políticos que nos desgovernam?

Anónimo disse...

Não, não é intolerância da tua parte, é pura e simplesmente não seres masoquista.

Este senhor já deixou há algum tempo de "entrar" aqui em casa. Mal assoma à porta, zapping. Não há pachorra!

Faz-me lembrar aqueles sujeitos nas feiras de antigamente que a dada altura diziam que a quem lhes levasse uma nota de quinhentos levavam o que tinha na mão e ainda um cobertor de graça.

Anónimo disse...

Samuel
Já deverias ter dito que "moravas" por aqui. (Pus as aspas, não fosses pensar que eu também digo "morada" quando me refiro ao meu endereço electrónico, por exemplo.)
Descobri mais uma coisa em comum, além desta, óbvia, de não gostarmos do Sócrates. E nem é uma questão de partido, ele tomou foi o "meu" de assalto. Tu também lias "O Primeiro de Janeiro" por causa do Rei Zinho e do Príncipe Valente! Ah, valente, haveremos de ver-nos por aqui mais vezes.
Um abraço.
Daniel

alex campos disse...

Consegue fazer lembrar as "Conversas em Familia", só que em versão pluralista. Quer dizer, com um jornalista a fazer o frete de finjir que está a perguntar.

Fernando Samuel disse...

Ele é assim, o que é que queres?!
Hás-de reconhecer que o homem, em matéria de insultos à inteligência dos cidadãos, é brilhante... torrencialmente brilhante...

Abraço.

linhadovouga disse...

Pouco antes de começar esta triste saga que o tem arrastado à frente dos destinos do país, alguém o comparou a um autómato, ou a um robot. E assim é. A descrição que tão bem fazes da criatura encaixa perfeitamente nessa imagem. É um robot ao serviço dos interesses da alta finança. É um software que fala com os jornalistas, com os deputados... não diria com o povo, porque este nem simula falar com o povo. Talvez o apedrejamento o amolgasse irremediavelmente...
É um robot. Temos que lhe cortar a fonte de energia (ou enferrujá-lo, ou enfiá-lo numa trituradora de automóveis, ou...)

** L e n a ** disse...

Evitando as asneiras e erros, sem desanimo e com coraja..dixit ele...conseguirimos...e confiança...pois...
é a primeira vez que tentei escuta-lo até o fim, não sem mal. Naquela hora não disse nada de concreto, veremos a 10 de julho...
e depois repetia sempre as mesmas coisas, com aquela carinha de anginho...brrr

Depois no fim, virei para um canal francês e cai sobre seu homonima : Sarko, outro igual no mesmo registro.

Como estou sem pc, vejo mais tv, pois....e o tempo estava de trevoada, não deu para sair.

Beijinhos

Anónimo disse...

Ainda pensei que o homem levasse, a mala e a varinha, mas preferiu a cassete
Aquela vergonha de profissionais, da informação, que deixaram o homem divagar, divagar, para depois, começarem a asselar nas perguntas alegando falta de tempo, dando a senssação que o homem estava melhor preparado para responder , que eles para fazerem perguntas, só aceito aquela entrevista como uma peça de teatro de 3ª categoria, ou como tempo de antena do (Engenheiro)

Anónimo disse...

O discurso do idiota ainda agrada ao fanático do PS. O mesmo fanático que se refere ao governo como "esquerda" e que, em virtude de justiça social, deveria ser o único tipo de português a suportar os encargos fiscais que este incompetente mentiroso atira sempre que abre a boca.

malagueto disse...

Para quem não é analista nem comentador até que nem fizeste uma análise desapropriada ... quando falas em pior pessoa, soa-me a que o sujeitinho está a mudar de táctica, pareceu-me que reprimiu indisfarçadamente os seus instintos fascistas e autocráticos, talvez devido a tanta borrasca ou pela ameaça da contagem decrescente ... e julgo que não podemos esmorecer nem descomprimir, temos sim que inflamar inda mais para quando chegar a altura lhe darmos o que ele merece: um valente pontapé no cú. Quanto a Vilar de Maçada, inda no outro dia em roteiro pelo Douro, avisei bem alto que estavamos a passar na terra do fulano e foi uma daquelas valentes assobiadelas de ensurdecer. Mai nada!

Caçadora de Emoções disse...

Não me vou alargar...
Já tudo foi dito por aqui.
É claro que manifesto a minha inteira solidariedade para convosco :)))))

Um abraço,

ferroadas disse...

Pura propaganda, este tipo dava um vendedor do caraças.

Para chefiar um governo não presta, é arrogante e mal educado, não tem humildade, é impopular e tem a mania que governa a Noruega.

Abraço

PS-(Salvo seja)
Fonte da Telha é já amanhã....

Anónimo disse...

Como considero quase todos os programas telvisivos desprezíveis nem soube que tal besta ia ser entrevistada. o tempo que se gasta a ver televisão ganha-se à procura de cantos e sítios na rede informática que valem a pena como o cantigueiro e outros que nós conhecemos. não ataquem a aldeia do aborto porque ela não tem culpa que tal coisa tenha aparecido lá.

Elvira Carvalho disse...

Eu já nem consigo ver a cara dele, nem ouvir a sua voz...
Um abraço

avelaneiraflorida disse...

Amigo Samuel,

que bom ter deixado de ver TV!!!!!
Pelo menos não tenho de me submeter a estes passeios de "Alegres Comadres"...
Brigados pela síntese aqui deixada!!! Poupam-se desgastes emocionais inúteis!!!!
Breijkas!!!!

Anónimo disse...

Sócrates o filósofo grego "diante dos seus juízes manteve atitude altiva e digna,pedindo como penalidade que fosse condenado a viver no Pritaneu a expensas do Estado"Foi condenado a beber cicuta,morreu com uma simplicidade verdadeiramente estóica".O presidente do conselho Sócrates vai ter de "cair" da cadeira pela força do povo....

Luis Eme disse...

e o pior de tudo, é toda a farsa, toda a montagem que antecede estes "momentos de glória" deste "menino de ouro" (só de banho e banha da cobra), que não dignificam ninguém, principalmente os jornalistas, Samuel...

Sal disse...

Tudo o que fôr escrito para dizer "o rei vai nu" vale a pena.
Este filho da mãe há-de ir para os beléléu!

bjs

Pata Negra disse...

Acredito que Sócrates com a família, com os filhos ou com a namorada seja uma pessoa mas para o país não passa de um produto. Obrigado aos seus mentores mas não visto dessa roupa, aliás, costumo andar nu!
Um abraço do eu próprio