quinta-feira, 15 de julho de 2010

José Saramago... e os autarcas rastejantes



Não, minhas amigas e amigos, nos tempos mais próximos não vereis uma placa como esta em rua alguma da cidade do Porto. Esta placa não passa de uma fantasia minha e de uns minutos de “clicks” no Photoshop.

Esta placa, ou pelo menos uma parecida, foi igualmente uma ideia bonita da CDU no Porto. Passaram a ideia a projecto, levaram-na ao Executivo da Câmara e propuseram a atribuição do nome “José Saramago” a uma rua da cidade. Nada feito! Apesar de os autarcas do PS (menos um, que se encolheu) terem votado favoravelmente a proposta da CDU, esta foi liminarmente chumbada pelos votos contra de todos os autarcas do PPD-PSD e do CDS-PP, com o mentecapto que dá pelo nome de Rui Rio à frente.

Esta nova agressão gratuita e revanchista ao escritor é mais uma vergonha para o país, para a bela cidade do Porto e para os restantes dirigentes e militantes medianamente alfabetizados daqueles dois partidos de direita.

Agora, em condições normais, eu ficaria aqui a “arejar” uns tantos adjectivos conhecidos, quem sabe, até inventaria um ou outro... mas francamente, perante uma coisa assim, nem pachorra tenho!

22 comentários:

Maria disse...

Devem ser amigos do Lara... raio de gente pequenina!

Abreijos.

LAM disse...

O energúmeno e sua pandilha não perdem oportunidade de lançar o fel sobre tudo o que mexe na cidade. E o nome e a obra de José Saramago, mexem.
E vão continuar a mexer. E a mexer, e a mexer, e a mexer. E já ninguém saberá quem foi um tal de Rio e muchachos, e ruas e avenidas e praças e pracetas serão inauguradas com o nome de José Saramago. No Porto.

Anónimo disse...

Isto é vergonhoso .

Tão vergonhoso , como a Câmara da Moita do PCP, homenagear um tal Dr. Pires da Costa, que esteve há alguns anos, ligado ao assassinato de Casquinha e Caravela, dois trabalhadores rurais, na fase mais aguda de ataque á Reforma Agrária.

Será que o PCP também não tem memória, ou pelo menos os seus actuais autarcas da Moita?

salvoconduto disse...

Sinal de que os Laras deste país continuam bem e recomendam-se uns aos outros.

Anónimo disse...

Sempre que eles estão em maioria... mordem!
Rui Silva

JP disse...

Atenção que não é só no Porto, os nossos camaradas na Chamusca fizeram igual ou pior: http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=450&id=66204&idSeccao=7102&Action=noticia

Antuã disse...

Se o Rio manda destruir toda a propaganda do PCP e da CDU...

Suq disse...

Os esclarecidos homo-sabios deveriam conhecer as virtudes das cinzas.


Talvez, por snifadas e adoradas por uns, aos ranhoso lhes faça espirrar.
E tudo uma questão alérgica!

Graciete Rietsch disse...

Gostava mesmo de conhecer a história do tal dr. Pires da Costa, homenageado pela Câmara da Moita.
Também li o site indicado por JP e deixei lá a minha opinião.

Quanto à atitude de Rui Rio considero-a inqualificável.

Um beijo.

Fernando Samuel disse...

O Lara cortou o nome de Saramago da lista de concorrentes a um prémio europeu de literatura; o de Mafra proibiu que houvesse uma rua com o nome de Saramago; o Rio e os seus gémeos, fizeram o que fizeram... e a verdade é que não se lhes pode exigir que façam mais - nem menos...

Um abraço.

smvasconcelos disse...

Deviam era ter vergonha na cara!
E orgulho por honrar uma figura maior da cultura no nosso país!
beijos,

Anónimo disse...

Ainda bem que não foi avante! Seria uma infâmia! Ou então faziam ao lado a rua dos 24 do Diário de Notícias.

pedras contra canhões disse...

JP: parece-me que os camaradas fizeram muito bem em não votar favoravelmente um voto que aproveitava a morte de um camarada nosso para atacar o Partido. O BE não tinha outro objectivo com essa moção senão o de achincalhar o PCP a cavalo da morte do Saramago. Aliás, a notícia que enviaste é reveladora da ausência de vontade de homenagear e da grande vontade de usar o nome de saramago para atacar a CDU e o PCP. É demasiado evidente e mostra que a moção foi feita para não acolher o voto a favor do PCP.
Qualquer pessoa que estivesse interessada em fazer aprovar um voto não o escreveria daquela forma, pondo palavras na boca de quem não conheceu e de quem nunca caminhou a seu lado. Além disso, seria incongruente que um comunista apoiasse um texto que diz que é "corajoso ir contra o seu partido". Quando na verdade, no PCP, corajoso é assumir a sua posição e saber confrontá-la com a do colectivo. Coragem é saber reconhecer o valor do pensamento colectivo.

samuel disse...

Anónimo (01:06):

Creia-me quando lhe digo que não sei do que está a falar. Sobre o passado... nunca tinha ouvido falar do personagem; sobre o presente e a homenagem (que segundo vi, realmente aconteceu), o meu conhecimento e interesse por essa gente e esse universo dos cavalos, touros, toureiros e forcados, é absolutamente nulo.
De qualquer modo a sua questão, a ser verdade o que diz, é pertinente.

samuel disse...

JP:
Amigo, estive afastado do computador... e agora seria ocioso estar a “inventar” um grande texto para lhe responder, quando subscrevo, palavra por palavra, o que o “pedras contra canhões” aqui disse.
Também fui ver o teor do documento do BE e de facto, não há ali a menor intenção de homenagear Saramago. Não passa de uma provocação barata que não poderia ter outra resposta.

samuel disse...

Anónimo (18:26):
Oh homem!... Vá pra dentro...
Não lhe cheira a algo já bastante podre? É esse argumento do DN...

Pintassilgo disse...

Estes Anónimos fazem-me lembrar os Eunucos do José Afonso.

Graciete Rietsch disse...

O meu comentário ao site referido por JP está em absoluta concordância
com o que disse Pedras contra canhões.

Um abraço Samuel e pedras contra canhões.

Pedro Vaz disse...

Esta "coisa" do Dr. Pires da Costa (pessoa que não conheço, nem sei a sua história) é mais um capítulo de uma campanha levada a cabo pelo blog não oficial do BE na Moita http://arremacho.blogspot.com/ contra o PCP, tentado fazer crer aos incautos que no PCP já não existem comunistas. Um olhar atento e conhecedor às listas locais do bloco reconhece imediatamente vários ex-militantes do PCP, entre eles o ilustre anti-comunista António Chora, trabalhador da Auto-Europa e admirador confesso do ex-Ministro Manuel Pinho.

JP disse...

Caros Pedras contra canhões, Samuel e Graciete Rietsch, que eu saiba nada impediu os eleitos da CDU da Chamusca de apresentarem, também eles, um voto de pesar pela morte de José Saramago e, segundo a edição escrita do semanário regional, tal não foi apresentado.
Quanto ao teor da moção apresentada pelo eleito do BE, não poderia estar mais de acordo com as vossas posições, embora não concorde com a ausência de tomada de posição por parte dos eleitos da CDU na Assembleia Municipal da Chamusca.
Cumprimentos para todos.

Maria disse...

Já percebi que, por falta de tempo, ando a 'perder umas coisas'...

Abreijos, extensivos ao pedras contra canhões.

correia disse...

VOLTANDO À CAMERA DO PORTO,PROPONHAM A RUI RIO DAR NOME DE RUA A PINOCHET,FRANCO OU POR EX:SALAZAR,ERA BEM CAPAZ DE DIVIDIR A CEDOFEITA EM TRÊS.NÃO INCOMODEM MAIS O HOMEM QUE ELE AINDA PUXA DA PISTOLA.