quarta-feira, 20 de março de 2013

Igreja Ortodoxa – Avé!!!




Depois do rotundo não do povo e deputados cipriotas (quase todos) ao plano de saque de Chipre, planeado pela banca e dirigentes europeus ao seu serviço, chega da ilha uma notícia, digamos, bastante diferente do habitual.
Independentemente da real motivação (se é que há uma motivação escondida) e reconhecendo que o facto de até há poucas semanas terem tido como Presidente da República um comunista é uma realidade que pode colocar qualquer Igreja Católica de “Saltos altos”, perdão... “À beira de um ataque de nervos” (confundo muito os filmes do Pedro Almodovar)... a verdade é que a Igreja Ortodoxa de Chipre, pela voz do seu dirigente máximo, Chrysostomos II, ao colocar todos os seus bens à disposição do Estado, no sentido de ajudar o país a evitar a bancarrota e a dependência de estrangeiros... brilhou!!!
Será que a Igreja Católica portuguesa lê as notícias?...

12 comentários:

maia disse...

Apesar da idade ainda acredito que não está tudo perdido! Uma lufada de ar puro!

Antuã disse...


A igreja Católica faria um negócio com a economia social.

Anónimo disse...

Por acaso acho que não brilha, bem antes pelo contrário. É chegarem-se à frente para cobrir disparates da banca, quando a massa faria mais jeito se servisse para apoiar os cipriotas a nível individual.

São disse...

A Igreja católica portuesa , ao contrário da igreja ortodoxa cipriota, recusas-se a pagar IMI e esbanjou muitos e vastos milhões no mamarracho de Fátima.

Enfim...

Fiquem bem

Vovó Maria, convido por um passeio na Terceira no "são", rrss

Mar Arável disse...


"oremos"

Bolota disse...

Moços,

Acho que o Chico nã tá para ai virado...já tomou conta da barraca á uma porrada de dias e ainda nã teve uma palavra de apoio aos descamisados. Recebeu isso sim, todos os Cavacos do mundo.

Já agora por Cavaco: Não foi ao enterro do Chaves que era seu homologo, mas foi...será o Cavaco PAPA e a gente nã sabe???

Rogério Pereira disse...

Ganda malha!

Branca disse...

Respondendo ao anónimo, se o Estado fizer uma boa utilização desses bens, o que só veremos com o decorrer do tempo e depois do plano de emergência que preparam, para já autónomamente e sem a ajuda da troika, muito bem recusada, não vejo porque não brilhará. Espero que o Chipre tome as rédeas da crise, tal como a Islândia o fez, preparando-se por estes dias para levar a banca a Tribunal.
Penso que a ideia que defende de apoiar os cipriotas a nível individual é assim muito ao jeito da caridadezinha católica e atenção que muito me presto a insignificantes ajudas individuais sempre que acho justas e pontuais, mas não resolvem os problemas sociais a nível colectivo, nem muito menos o cancro financeiro que está na origem deles.

Um abraço

Abrão Santos disse...

Só a conta do santuário de Fátima,ajudava e de que maneira.
Mas Deus manda e a igreja Lusa Tresanda.

Anónimo disse...

Estas notícias não devem ler não e devem sim fugir delas a grande velocidade. Pois não?! Já imaginou colocarem o ouro que existe em Fátima? É melhor umas "sopinhas aos pobres" para calarem muitos!!!....
Vicky

Luis Filipe Gomes disse...

Por aqui não era necessária tanta generosidade. Bastava o altruísmo de pagar o IMI actualizado que os restantes católicos, militantes ou não, vão pagar a partir de agora.

Sandra Évora disse...

Leio o seu blog, praticamente todos os dias. Não sei já como o descobri. Não comento porque sou uma ignorante. Mas lê-lo faz já parte da minha rotina e gosto. Gosto muito. Contrariamente à minha pratica de sempre, desta vez comento. E comento porque a igreja católica seja de que nacionalidade for me deixa em estado de nojo, sobretudo porque é chocantemente hipócrita. Como diz um ator conhecido, não sabe nadar em muitas praias. Em todo o caso, gostei especialmente da sua frase conclusiva. Sendo a igreja católica portuguesa tão rica porque não tomaria a mesma atitude, ou vá...semelhante! Porque é a igreja católica, creio. Felicitações pelo seu blog!