domingo, 24 de maio de 2009

Mar de gente!



85.000!
Como é que se abraça tanta gente?

26 comentários:

salvoconduto disse...

Votando no dia 7 de Junho, não é?!

Abraço.

Maria disse...

A cantar! Como TU fizeste...

Obrigada, Samuel.

Abreijos

GR disse...

A votar, cantar e a sorrir, como tu também fizeste.

Hoje foi a Festa da Luta e da Amizade.

bjs,

GR

Anónimo disse...

Sinto-me abraçado...
- Foi lindo! - Obrigado pelas cantigas!

Rui Silva

Anónimo disse...

Que pena não te ter ouvido. Mas fui um dos muitos milhares que que quando a cabeça da Marcha chegou ao Marquês ainda estava no ponto de partida. muito longe. Mas esa pena foi conpensada pela sensação de ser uma gota naquele mar de esperança de que todos seremos capazes de construir um Futuro Melhor. E também com a certeza de que continuamos vivos, e com vida natural, não obstante as frequentes certidões de óbito que nos passam. Agora, que cada um dos muitos milhares de participantes seja um agente de esclarecimento e mobilixação para o voto que serve Portugal no próximo dia 7 de Junho.
Poruqe, Sim É Possível.
Um abraço, com muita Confiança no nosso Trabalho.

Crixus disse...

Com a alegria da LUTA, que continua. Viva a CDU. (e obrigado pelas cantigas)
Muitos abraços

Aristides disse...

Também não te pude ouvir. Quando estavas a cantar ainda eu e muitos muitos milhares estávamos no meio da Avenida da República, parados. Ainda bem que éramos tantos, tantos que os nossos adversários ficaram de boca à banda.
Abraço

Maçã de Junho disse...

Talvez erguendo o punho! Talvez apenas com um sorriso... de certeza com uma cruz num papel.
Foi lindo, foi a primeira vez da Madalena!
Primeiro assustou-se com o barulho, mas depois sentiu-se em casa e adormeceu!

beijnhos
M&M

José Rodrigues disse...

Ainda o teu apelo:o refrão é que é
importante...vá vamos lá todos... De voz embargada, e lágrima ao canto do olho lá saíu o:

"Vem vamos embora/que esperar não é saber/quem sabe faz na hora/não espera acontecer...

A 7 de Junho com o voto CDU,e no dia seguinte... a luta continua!

Anónimo disse...

Com mais uma ou outra chapelada do costume nos concelhos com autarquias CDU, vão ser esses os votos que os filhos de Brejnev vão ter.

Jeremias disse...

Viva Samuel,
ontem já não ouvi as tuas cantigas, tanta era a gente que lá esteve.
A Marcha estava prevista partir as 15 e só comecei a andar perto das 16 e 30.
Ontem no jornaleco o Sol um iluminado anti-comunista dizia que as pessoas cabiam todas no ultimo quarteirão, o fulano não pode ter lá estado.

Um abraço

Sal disse...

somos muitos. E somos muito bons. Nenhuma outra força política conseguiria encher lisboa como ontem a CDU foi capaz de fazer.
Eles sabem-no, daí a irritaçao e provocaçao barata, de que agora até tu, Samuel, és alvo.
A tua voz nunca foi tao necessária. Canta Samuel.

samuel disse...

Um grande abraço a (quase) todos!

Especialmente para o "caro" anónimo que se deu ao incómodo de vir largar uma graçola, sempre direi que de "chapeladas" não sei, também não sei se serão apenas esses, os votos nos "filhos de Brejnev", mas sei que infelizmente, por enquanto, ainda serão muitos mais os votos nos "filhos da puta". Parto do princípio de que o caro anónimo não vota, evidentemente...

Justine disse...

Um mar de gente viva, consciente, acordada, solidária. Que se sente toda abraçada e de mãos dadas, na solidariedade.
Um beijo

Nocturna disse...

Viva Samuel,
Também fui das que não consegui ouvir-te, mas não faz mal , foi por uma boa causa,estava lá muito para trás, e éramos tantos, éramos realmente um mar de gente.Gente que sabe que precisa de haver uma mudança radical de políticas e que isso está nas nossas mãos.
Quanto às "bicadas" desse anónimo, aí acima,nem vale a pena pensar nisso.
É um anónimo,e está tudo dito. Eles actuam na sombra.
Um grande abraço e dia 7 vamos todos votar na CDU.
Um abraço
Nocturna

cetautomatix disse...

Abraçar tanta gente é por dentro. Por dentro da manifestação, por dentro das lutas, por dentro da vontade de mudar, por dentro da amizade, por dentro da lucidez, por dentro da irritação, enfim. Por dentro.
Abraços aos molhos.

Susete Evaristo disse...

Éngraçado ia responder à tua pergunta mas vejo que a Maria já respondeu.
A tua voz é uma forma de abraço.
Como fui dos primeiros a chegar à Praça fiquei perto do palco e mais uma vez tive o privilégio de te ouvir.
Abreijos

Anónimo disse...

Da Serra com ternura. Andar 600km é muito mas valeu o esforço. dia 7 lá estarei com outros que pela 1ª vez vão votar CDU

Abraços

zemanel disse...

fui dos priveligiados que ainda te escutou ( ver já não deu)!
Ainda hoje estou sem palavras.
Obrigado também para ti, Samuel.
São grandes os artistas, aqueles que como tu, colocam a sua imaginação e o seu engenho ao serviço das causas do seu povo.

Ana Camarra disse...

Parece que deste esse abraço a cantar, eu não ouvi!
A minha organização era do fim da marcha!
Mas 85.000 abraços de esperança, em sorrisos, cartões vermelhos, pernas cansadas, mas com um cansaço bom.

beijos

pedras contra canhões disse...

eu cá ouvi. e agradeço!

um grande abraço de um dos 85 mil.

Fernando Samuel disse...

Sei lá!...


Um abraço...

Maria Gantes disse...

foi bom e bonito!
foi bom sentir que somos muitos dispostos a vir à rua dizer basta!
que estamos mobilizados para começar esta luta desigual! e somos mais fortes porque estamos convictos da nossa razão.
Bonito foi o mar de gente na rua, vinda de todo o país para "partilhar-se".
o abraço foi isso mesmo...estarmos lá a "partilharmo-nos"

Antuã disse...

eu já só te ouvi na última cantiga. Coitados dos Filhos da Puta que passam a vida a marrar no vermelho. um dia levam a estocada fatal.

Hilário disse...

Estava quase no fim da marcha não deu para te ouvir, mas imagine o que de bom deve ter sido.
Quanto ao anónimo das 15.58, normalmente esta gentálha não dá a cara, mandá-los dar uma volta ao bilhar grande, muito grande.

SOMOS MUITOS, MUITOS MIL!
Lá estaremos no dia 7 de Junho.

Um grande Abraço

samuel disse...

Grande abraço para todos os que chegaram entretanto!