segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Grande calor! (2)



Mais um dia de grande calma. Para os leigos, "calma" é o que aqui os alentejanos decidiram chamar àquilo a que no resto do país é "um calor do caraças" (e até de outras coisas...).

Anders Zorn (1860-1920) foi um pintor sueco, nascido em Mora, mas a Mora de lá, da Suécia. Entre os seus numerosos trabalhos de pintura, conta-se a ilustração deste belo leque, de nome “As banhistas”, de 1889.

Adoro estes contra-sensos! Porque é que alguém se dá ao trabalho de mandar fazer um leque, obviamente para se refrescar... e depois decora-o com uma pintura que, pelo menos à época, fazia subir em flecha a “temperatura”?

4 comentários:

anamar disse...

Pequenas provocaçôes...
há calores e calores...
Abrecinhos
E.. gostei da visita da V´V Maria...
Tudo de bom para vós!

Maria disse...

:)))

Aqui nem apetece sair de ao pé da ventoinha... nem comer... nem nada...
... mas calma é que não há...

Abreijos

Swt disse...

Eu, se vivesse no Alentejo, já estava morta. Com o calor que aí faz.
Mas na Primavera..tasse.

samuel disse...

E o calor continua...

Abreijos gerais!