sábado, 29 de agosto de 2009

Voltando à "vaca fria"...



Eu sei que isto não é imagem com que se abra um Sábado, no ano da graça de 2009, mais de trinta e cinco anos depois do dia 25 de Abril de 74. Acontece que este meu texto, sobre a “oportunidade” da RTP2 em colocar no ar, de rajada e antes da Festa do Avante, o tal famigerado “documentário” alemão, feito em 2005, com o sugestivo título de “Comunismo - História de uma ilusão”, provocou algumas dúvidas em alguns leitores, como por exemplo, “ah... sei lá... deve ter sido por acaso”, ou, já mais acintosamente, “lá está a mania da perseguição dos comunas!”

Um leitor mais atento chamou a minha atenção para um “pequeno pormenor”, uma crónica escrita por Correia da Fonseca, dias depois da Festa do Avante... do ano passado, que diz assim:

“A Festa do «Avante!» decorreu nos passados dias 5 a 7. Nos três dias exactamente anteriores, a RTP, estação pública, transmitiu de rajada no seu segundo canal os três episódios de uma espécie de mini-série documental produzida na Alemanha em 2005 com o saboroso e didáctico título de «Comunismo – O Fim de uma Ilusão». Poderá dizer-se, decerto, que o fez nesses três dias em consequência apenas de um curioso acaso. Poderá dizer-se, mas será então difícil encontrar alguém que acredite na explicação.”

E segue por aí fora… se quiserem ir lá e ler.

E agora? Independentemente de o tradutor de serviço na RTP ter mudado “O fim de uma ilusão” para “História de uma ilusão”... onde querem os nossos adeptos de coincidências esfregar esta “coincidência?

Triste é concluir que, sob a capa da liberdade de imprensa, muitos órgãos de comunicação social, alguns do Estado, como a RTP, ainda hoje parecerem, por vezes, dirigidos de facto e na sombra por gente com os olhos (e o coração) postos no Boletim da Legião Portuguesa e no Jornal da Mocidade.

16 comentários:

Maria disse...

Pois é. Isto anda tudo ligado, e nada é por acaso.
Ainda por cima querem fazer de nós parvos.

Abreijos

salvoconduto disse...

Tal escriba vive na ilusão, ele sim, de que com esses escritos chegará a algum lado. Pobre diabo...

Abraço e bom fim de semana.

J.S. Teixeira disse...

Ainda há quem defenda a pés juntos que a comunicação social de massas portuguesa (quiçá mundial) não está ao serviço daqueles que teimam em detonar as esperanças de quem trabalha por um mundo melhor. Felizmente que estas manhas são desmascaradas e que se fica a saber quem são, de facto, estes directores de estação televisiva que fazem tudo ao seu alcance para deitar abaixo os comunistas.

Como me dizia um ex-colega de faculdade numa esplanada no outro dia:

"Lá em casa já não vemos televisão. Ou são as pernas da Patrocínio ou as caras de bacalhau seco do Sócrates e da Ferreira Leite. Muda-se de canal e a «merda» é a mesma".

Cada vez mais me faz sentido a boa biblioteca que tenho e as palavras do meu amigo.

Por falar em biblioteca. Com certeza que este ano venho com um saquinho cheio de prendas da feira do Livro e do Disco na Festa. Façam como eu, passem a mensagem e certamente que seremos muito mais felizes e, quem sabe, cultos.

Tenho dito.

filipe disse...

Justíssima e oportuna denúncia!
São estes casos (e estes "cromos"...) que nos vão dando a dimensão da criminosa e abjecta deriva anti-democrática que o regime PS/PSD nos vem impondo. Até um dia...oxalá próximo!
Razão tem o J.S.Teixeira, ao propor-nos excelentes ocupações alternativas.
Saudações!

José Rodrigues disse...

Na RTP,no anúncio dos futuros debates com os dirigentes dos 5 partidos,dizem os locutores":e, o último debate é,entre a esquerda e a direita".Fotos de Louçã e P.Portas...e não se pode "trucidá-los"como diria a besta, Sec.Estado da A.P.de Sócrates?

Abraço

Fernando Samuel disse...

Como dizia o outro: «há coincidências que coincidem»...

Um abraço.

Joao Carlos disse...

E pergunto eu:
Para quando um Canal de TV da Esquerda?

A América Latina já o projecto Telesur, uma TV alternativa.

Seria interessante um canal alternativo na Europa.

Cumprimentos

Joao Carlos disse...

Peco desculpa, mas queria dizer que a América Latina já tem o canal Telesur, que congrega esforcos de vários Países.

Justine disse...

Necessária a tua chamada de atenção sobre esta "coincidência" insistente(deve ser falta de memória)da RTP. E clamam eles por democracia...

ZERO À ESQUERDA disse...

"Eles" deixaram sementes.
Abraço.

Vítor disse...

Eu sei que isto não tem nada a ver com o tema e peço desculpa por isso, mas não posso deixar de me fartar de rir com a escolha de Samuel Cruz para mandatária da juventude do PS Seixal. Há uns tempos falaste aqui da Carolina Patrocínio, por isso achei que pudesses achar isto interessante:

"A moda pegou, no PS. Agora, o ideal para mandatária da juventude são meninas bonitas a quem nunca se ouviu a mais pálida referência a única ideia política, muito menos em termos de políticas de juventude, que é o eleitorado alvo a quem (supostamente) se dirigem. Basta ser gira. E conhecida. Foi assim, ao que parece, com Carolina Patrocínio, a apresentadora de televisão que José Sócrates contratou para "mandatária da juventude" da campanha legislativa do PS. Carolina, recorde-se, tem sido objecto de inúmeras citações, nomeadamente na blogosfera, por ter sido encontrada uma entrevista onde candidamente confessava que não come fruta com caroços ou grainhas, a não ser que a sua empregada doméstica a arranje antes (o que, reconheceu solidariamente, "é uma trabalheira"). No Seixal, o senhor do cartaz em baixo, Samuel Cruz, candidato do PS à câmara, segue a estratégia socrática. Contratou para mandatária da juventude uma menina bonita. E um bocadinho conhecida. Filipa Castro, um caso de sucesso profissional (tem dois empregos: modelo e ex-mulher do jogador de futebol Beto). Também nunca ninguém lhe ouviu uma única ideia política. Só falta agora que alguém lhe faça a pergunta que deve ser feita a todas as presentes (e futuras) mandatárias do PS para a juventude: "A menina também precisa que lhe arranjem a fruta?" (artigo de opinião do DN. http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1347420).

Como é que isto é possível?

Irlando disse...

A RTP2,é apenas um exemplo da pouca vergonhice que grassa na comunicação social.Eu dou mais um exemplo.No próprio dia das eleições para a Europa,a "democrática" TSF,transmitiu
um programa ( não sei se foi encomendado à CIA ),sobre uma célebre
praça chinesa,até aqui tudo bem.No entanto durante as 2 horas que o programa durou,da parte da manhã,não se falou de outra coisa que não fossem,bandeiras vermelhas com foice e martelo e no Partido Comunista.Mas pensam que somos todos atrasados mentais?

Hurtiga disse...

O José Luiz Sarmento, do blogue As minhas leituras, atribuíu ao "Vade Retro"o prémio representado por este selo.

As regras que o prémio acarreta são as seguintes:
1- Colocar o selo no blogue;
2- Indicar 10 blogues que considero viciantes;
3- Informar os indicados;
4- Publicar no blogue três coisas que pretendo fazer no futuro.

Três coisas que pretendo fazer no futuro:
1) continuar a malhar na malta porque é o que faz falta;
2) continuar a divertir-me com este espaço;
3) dedicar um poema à sinistra ministra quando chegar a hora do adeus, o qual será aqui publicado.

Os blogues que nomeio são os seguintes:

A Educação do meu Umbigo
Anarca constipado
Anterozóide
A sinistra ministra
Blogue dos marretas
Cantigueiro
MUP - Movimento Mobilização e Unidade dos Professores

Portugal dos Piqueninos
The Braganza Mothers
WEHAVEKAOSINTHEGARDEN

alex campos disse...

A propósito das ilustrações lembrei-me que fui obrigado a vestir aquela farda. Lembro-me que dei a volta indo para os escuteiros, foi uma maneira de me não obrigarem a ser da MP.

um abraço

samuel disse...

Per tutti:
Ainda bem que ficou esclarecida a questão da "coincidência"!


Saludos!

Méon disse...

O Bloco de Esquerda é um "partido sem ideologia e sem projecto, que tem vindo a crescer ao colo da comunicação social comandada pela direita económica e política." - diz o Avante.
Portanto, os votos do BE, superiores aos do PCP nas últimas eleições europeias, são resultado da ignorância do povo que se deixa manobrar.
Aliás, essa é a perspectiva do PC sobre a comunicação social. Tudo o que os comunistas não aprovam devia ser banido das televisões públicas porque engana o povo. É assim que têm feito um enorme alarido com o facto de a RTP2 passar agora uma série documental sobre o fim do regime comunista nos países de Leste. Dizem eles que isso se destina a atacar o Partido em vésperas de eleições.
Quer dizer: todo o povo está quase quase quase a aderir ao PCP, a pensar votar no PCP. Mas vem a RTP 2 e transmite três documentários sobre "O fim da Ilusão Comunista". O povo fica desorientado, com medo do papão, e vai a correr votar outra vez nos partidos da direita, que são todos menos o PCP.
Que concepção têm eles do povo!?!?
Pelo menos ficamos informados de uma coisa: quando eles forem poder, acabam com estes documentários. E acabam com os partidos que andam ao colo da direita. E acabam com os "rachados" (como chamam aos dissidentes que deixaram o PCP).
Sem opositores, finalmente, o sol brilhará. Para todos nós?
Até parece que o muro de Berlim aindanão caiu.
Isto digo eu...não sei...