segunda-feira, 31 de agosto de 2009

José Sócrates (zito)



“Ela sorriu
E ele foi atrás
Ela despiu
E ela o satisfaz

... ... aqui ao luar... ...”

Foi recorrendo à profundidade poética deste texto de uma cantiga dos “Xutos & Pontapés” (grupo que de há uns tempos para cá, passa os dias a tentar provar que já fez as pazes com o Primeiro Ministro), que Sócrates mostrou que é moderno, popular, socialista, democrático, jovem e com uma posição “futurista”, para usar a expressão do Zé Pedro, dos ditos “Xutos”, numa recente entrevista.

Lá estavam todos. Os jovens, a fazer moldura, mas que depois daquela estória dos “estudantes” do Magalhães, já nunca podemos saber se são figurantes pagos... e os artistas que por estes dias mais se têm notabilizado por abraçar a causa “socrática”, como Carolina Patrocínio e outros menos importantes, que são do conhecimento geral.

De qualquer modo, o que quero fazer neste post é agradecer à Revista Visão a publicação de um trabalho sobre as vivências infanto-juvenis, tanto da Mané, como do Zezito (na imagem acima). Agradecer simplesmente o facto de, finalmente, ter conseguido entender a irritante alergia que me ataca, sempre que vejo ou ouço falar o Zezito, hoje já com 52 aninhos, mas que nesta altura (talvez com 10 anos) ter-me-ia conhecido com cerca de 15... se tivéssemos andado na mesma escola.
Não falo por mim, que era um jovem extremamente calmo e atencioso, mas, se bem me lembro do feitio de alguns dos meus colegas, de cada vez que este catraio fizesse asneira grossa (tem ar de quem era especialista) e ainda por cima, a seguir, adoptasse esta “pose” mais a cara descarada que exibe na fotografia... “já estava a achar!!!”

Não mudou nada!


Adenda: Alertado por um leitor, reparo que, na verdade, a cantiga “A noite”, aqui citada e usada por Sócrates para se “armar em saliente” (como diria o Alfredo Marceneiro), é dos “Sitiados”. Os poucos e algo acidentais contactos que tive com a dita foram sempre de raspão e na versão dos “Resistência”, cantada pelo Tim, a voz dos “Xutos”... daí a confusão.

Resumindo: Mesmo depois de reposta a verdade autoral, a qualidade da letra não melhorou nada... e a "declamação" de Sócrates, idem.

21 comentários:

Maria disse...

Mudou: não usa óculos!!!

:)))

Abreijos

Carlos Machado Acabado disse...

O Tony Bleaghhhhh luso!...

artur disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel disse...

Tenho de ter cuidado com o que escrevo aqui, porque não sei remover a mensagem caso ela me saia com algum dito inconveniente. E Deus me livre de ofender o Sr. engenheiro com diploma domingueiro. Pois se eles existem mesmo, os diplomas ao Domingo! Ainda hoje vi na RTP entregar um monte deles, depois de um curso, sem dúvida de excelsas virtudes, da "Universidade de Verão", do PPD!...

Anónimo disse...

Este tema chama-se "A Noite" (tem o refrão "Aqui Ao Luar") e não é dos Xutos & Pontapés. É dos Sitiados.
Curiosamente já foi usado para propaganda, há muitos anos, pelo Durão Barroso, num comício. Confirma-se o "porreiro, pá!".
Sempre me pareceu que o primeiro-ministro não percebia nada de música. Confirma-se.

ARISTIDES DUARTE

do Zambujal disse...

Josézito,
já te tenho dito
que não é bonito
andares a enganar-nos
chora, agora, Josézito, chora
q'eu me vou embora
p'ra não mais voltar!

("cantado" de memória)

Um abraço

Carlos Machado Acabado disse...

[Sugestão pessoal (apropriadamente escatológica...) de legenda para a (belíssima!) imagem]:

"OH! ZÉ!
FILHO!
"Aquilo" que estava na gaveta da mesinha de cabeceira da Mãe não eram bombons, querido!
Aquilo era "Brooklax"!
E agora, filho??!!
Agora, olha... já tens "programa" para o fim de semana todo..."

Irlando disse...

Não acho bem criticar uma "criãncinha", "coitadinha" com um ar tão feliz e ingénuo.

O Puma disse...

O rapaz anda assanhado

a fingir que não acerta

o passo

com a tia

Daniel disse...

Zambujal, não percebi bem. Vais-te embora para não mais voltar ou para não mais votar?

samuel disse...

Maria:
Bem visto! ☺

Carlos Machado Acabado:
Algo assim...

Daniel:
A verdade é que desses “cursos” têm saído grandes carreiras...

Aristides Duarte:
Registado! ☺ ☺

Do Zambujal:
Já estás a treinar para o nosso concerto? ☺

Carlos Machado Acabado:
Coitado!... ☺

Irlando:
Foi só desta vez...

O Puma:
Ele anda sempre assanhado.

Daniel:
O Zambujal, Daniel?! Este é duma “raça” danada de eleitores! Desconfio que mesmo em coma... votaria... e bem.
Parece-me que és da mesma... embora “deitando” a cruzinha noutro quadrado...

Ana Camarra disse...

Tinha mesmo já ar de aquilo que é benzódeus!
Mas li o artigo na porcaria de revista que se devia de intitular a Visão Curta, com tdo o respeito pelos miopes que também sou, e a Mané também tinha um arzinho....

beijos

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Nada de bom, e proficuo veio da letra Z ... .

linhadovouga disse...

Já tinha mesmo o ar de "nha - nha, nha - nha", o ar de quem está divertido a gozar connosco. Infelizmente, assim continua, e há quem acredite neste ar!

AG disse...

O João Aguardela, "era" mais criativo que esses xutos. A Noite.

Fernando Samuel disse...

Um desses jovens da moldura, obviamente bem informado, dizia: «vou votar PS porque o PS é o partido que se interessa pela educação e pelo emprego para os jovens»...

Um abraço.

carlosf disse...

Caro Samuel,

Gostava de saber o que diria se alguém confudisse uma canção sua com a de outro colega.

A canção é dos Sitiados (A Noite - 1989) e existe uma versão pelos Resistência (apenas Tim é que é comum aos Xutos) logo faça o favor de corrigir os dados que colocou no seu post.

carlosf disse...

já li o comentários (e o "registado") mas deveria ser colocado no próprio post de forma a que as pessoas não troquem os nomes das canções e os intérpretes.

ARISTIDES DUARTE disse...

A canção mais conhecida é, efectivamente, a dos Resistência. Muita gente pensa, por isso, que o tema é dos Xutos.
Claro que o João Aguardela (recentemente falecido) fez grandes coisas pela música portuguesa, incluindo no seu último projecto A NAIFA, mas também com os MEGAFONE que pegavam nas recolhas de música tradicional e lhes davam uma roupagem electrónica (pode haver quem não ache isso legítimo, mas será a única maneira de divulgar algumas pérolas aos jovens).
segundo o que eu li na net quem trocou o nome do tema foi o jornalista ou o próprio Sócrates. O Samuel limitou-se a transmitir isso, acho eu.

samuel disse...

Ana Camarra:
Tinha sim senhora! ☺ ☺

Manuel Norberto:
Pelo menos desta...

Linhadovouga:
“nha-nha, nha-nha”... é bom! ☺

Fernando Samuel:
Se calhar alguns deles já estão “garantidos”...

Carlosf:
Não diria grande coisa, nomeadamente por isso não ser lá muito importante...
Já acho mais estranho que no seu louvável zelo, não tenha reparado que a resposta de “Registado” seguida de dois “sorrisos” em agradecimento pela chamada de atenção, que dei ao Aristides Duarte, não foi a minha única reacção a essa correcção. Quando a escrevi, já tinha publicado a adenda ao post (bem visível) onde explico tudo muito bem explicadinho... e que foi uma pena o amigo não ter lido antes de vir “exortar-me” a fazer exactamente isso, só que horas depois de eu já o ter feito. É no que dão as pressas... ☺ ☺ ☺
De qualquer modo, obrigado pela atenção!

Aristides Duarte:

Obrigado, Aristides, mas na realidade, eu teria (possivelmente) feito a confusão entre os Resistência e os Xutos, por causa do Tim. Mas também... o post nem sequer era sobre a canção... que não foi um grande momento do Aguardela. Compensou bem, com outros momentos realmente bons!



Saludos gerais!

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Conheci a Zita, agora obritóriamente (não por mim) suporto o Zito. Quem virá a seguir !?.
Submarinos, ou evolucionistas de ultra esquerda que poderão derivar, é que ...