segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Fortes com os fracos...






O “ganita” e o “pistolas” estão a ser julgados por terem roubado (comprovadamente) um pacote de amêndoas e uma garrafa de whisky que nunca ninguém viu. Segundo o Procurador do Ministério Público, ficaram dúvidas sobre o roubo da garrafa, «mas das amêndoas temos a certeza que foram no bolso».

Em parte alguma são mencionadas armas envolvidas no audacioso golpe. Pelo roubo da garrafa invisível e do saco de amêndoas, agravados pelo empurrão à funcionária que os abordou, dado por um, e pelas ameaças, feitas pelo outro, enfrentam uma pena que pode ir até oito anos de prisão.

Como obviamente sou contra os assaltos e roubos, sejam eles de que “qualidade” forem, não me ocorre comentário algum, a não ser que tenho imensa pena de que a Justiça seja assim rápida e severa... mas quase sempre só para com os fracos. Isso, infelizmente, tem um nome bastante feio...

12 comentários:

Anónimo disse...

Oito anos por um pacote de amêndoas, justo, mesmo justissimo. Se fosse por um pão para matar a fome, 25 anos, a pena máxima.
Se fosse aquilo que se vai tornando em currículo pessoal, o desvio de milhões desde já uma manifestação na Fonte Luminosa a exigir a condecoração no 10 de Junho.
Ai Portugal, como vai longe o Abril que sonhamos e vivemos!
Mas havemos de retomar, e tudo temos de fazer para que tal aconteça, os seus verdadeiros e genuinos caminhos.
Mais um abraço do Norte

Swt disse...

Gosto tanto de amêndoas da Páscoa. De as comer e até de as olhar. No post
apesar de tudo lembram que pode mesmo chegar uma Primavera qualquer de que todos precisam

Rui da Bica disse...

Que Justiça, a nossa !FANTÁSTICA !!!
Absolutamente REVOLTANTE, não o facto em si, mas a rapidez da sua actuação, APENAS NESTES CASOS !
.

Maria disse...

Ganita e Pistolas. Nomes giros. Poderiam ser outros, os nomes, e as amêndoas terem outros nomes...

Abreijos.

anamar disse...

Esta tua estória muito bem "amendoada".. é o quotidiano da justiça portuguesa...

Balhanosdeus...
Abreijo

Antuã disse...

É a justiça dos cobardes.

antonio hilario disse...

A verdadeira justiça há-de romper com a falsa justiça, aí veremos onde os grandes senhores irão poisar.
Um Abraço

Graciete Rietsch disse...

Quando se instalar a verdadeira justiça em Portugal e no Mundo, todos poderão comer amêndoas, mas ninguém poderá roubar milhões.
Beijos.

Fernando Samuel disse...

A Graciete Rietsch resumiu muito bem a situação.

Um abraço.

Daniel disse...

Ó Samuel, pois então não se diz que a justiça é cega? (Covinha que visse, pelo menos de vez em quando, não era?)

samuel disse...

Anónimo:
É preciso não perder esse “norte”...

Swt:
Tanto faz que seja anunciada por cravos... ou amêndoas. Desde que volte...

Rui da Bica:
Nestes... porque é fácil.

Maria:
☺ ☺
pois podiam...

Anamar:
Infelizmente!


Abreijos gerais.

samuel disse...

Antuã:
Tão antiga!...

António Hilário:
Devem dormir descansados, pensando que mesmo que venha a acontecer, mais uma vez seremos os bons da fita...

Graciete Rietsch:
Bonito!

Fernando Samuel:
Nem mais.

Daniel:
Sei lá... de quando em vez...


Abraços de lés a lés.