quinta-feira, 28 de junho de 2012

Lixo informativo


Estória curtíssima... mas de significado francamente sinistro.
Um pequeno avião de instrução falha o voo e cai, matando os dois ocupantes. Um, é o instrutor. O outro é o aluno de pilotagem, ao que dizem, filho de alguém cheio de dinheiro. Título óbvio na primeira página do “Correio da Manhã”:
O outro, o mais pobre, é morto duas vezes. Uma pelo avião... e outra, pelo abjecto e quase automático servilismo dos media para com os mais ricos. Estamos todos os dias a ver exemplos como este, de como décadas e décadas de adoração do “deus-dinheiro” podem transformar uma boa parte de um país e da sua comunicação social... numa estrumeira.

9 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Ai Samuel, achas que o instrutor havia de ser notícia num país que pertence aos milionários?
Estamos a viver um tempo tenebroso.

Um beijo.

São disse...

Ms o pior, mesmo ainda pior do que aquilo que tens razão em denunciar, é que - se não erro - este pasquim é o que mais vende.

E nem tenho muitas dúvidas em acreditar, pois é essa coisa que se vê na esmagadora maioria de locais de restauração.

Fiquem bem

Provoca-me disse...

Fazer-se uma limpeza a esta jornalada é uma coisa urgente!

José Rodrigues disse...

No cantinho de cima à esquerda "banqueiro"com reforma de 351.000 €.É o que está a dar o "deus mercado"...


Abraço

Dantas Pim disse...

Se lesses a imprensa brasileira meu caro, ainda encontravas pérolas como esta:

Juliana Paes terá de colocar pelos pubianos para nu frontal em “Gabriela”

Pata Negra disse...

Ainda se fosse um jovem milionário que tivesse morto um avião!...
Um abraço em terra

samuel disse...

Dantas Pim:

Realmente... :-) :-)

do Zambujal disse...

Não me digas que o banqueiro caiu do avião e que o jovem milionárip tem 300 e tal mil euros por ano de reforma, e que afinal havia outro.

Cada vez sei menos ler jornais!

Um grande abraço

Antuã disse...

Esses jornais já nem servem para conservar a comida quente.