sábado, 16 de junho de 2012

Grécia - História antiga


Este título de jornal esconde uma realidade bem mais negra do que a “suspensão” da Europa. Quem tem a vida suspensa é o povo grego. A vida suspensa por ameaças diárias, chantagem descarada vinda de todos os lados, ingerências vergonhosas nas suas decisões eleitorais... e a austeridade fanática imposta pela "troika" e pelos seus apoiantes, defensores e lacaios.
A mostrar que, como já se sabia desde os tempos imemoriais em que os “Sócrates” eram realmente cultos (embora pelo menos um deles afirmasse nada saber)... que  não se pode agradar ao mesmo tempo a gregos e “troikanos.

5 comentários:

Edgar Carneiro disse...

De uma forma ou de outra, sempre em guerra, embora com armas diferentes (a pistola ou o dinheiro), o capitalismo, nesta fase de intensa e desenfreada rapina, vai destruindo o que a humanidade construiu e conservou ao longo de milénios. Foi o Iraque, a Líbia, agora a Grécia e vai olhando para a Síria e o Irão.
O estertor é perigoso mas é o estertor!

trepadeira disse...

Pode ser que desta vez os Gregos corram com os Troianos.

Um abraço,
mário

Graciete Rietsch disse...

Os troikanos não agradam a ninguém que seja honesto e pense num futuro diferente e melhor. Mas agradam ao capitalismo feroz que nos destrói.

Um beijo.

Antuã disse...

É preciso correr com os troikanos.

Justine disse...

E os vampiros continuam a sugar, até nada haver...se não os afastarmos!