sábado, 1 de setembro de 2012

Com tanta bala perdida... com tanto acidente de viação...


Para não me afastar muito do tema “zoológico” do dia, esta quadrúpede que dá pelo nome de Gina Rinehart, uma australiana que ostenta o título de mulher mais rica do mundo, pelo simples facto de ser filha única e ter herdado um império ligado à exploração de minas, irritou-se com a “ousadia” do seu governo, que teria mostrado a intenção de, para não sobrecarregar ainda mais os sectores mais sacrificados da sociedade australiana, taxar ligeiramente os mais ricos do país.
Se bem se irritou, melhor ilustrou a sua irritação, bolsando uma verdadeira preciosidade:
... e acrescentou que tudo não passa de «inveja dos ricos» e que deviam «divertir-se menos» e que o salário mínimo deve baixar, assim como os impostos para as grandes empresas... a cartilha do costume, ou seja, até parecia um membro do nosso Governo a falar.
Eu sei que devo ter aqui algures, num escaninho qualquer do meu cérebro, um comentário mais ou menos adequado para esta frase... mas juro que não consigo escrever nada publicável. Nem uma palavra!!!

17 comentários:

Graça Sampaio disse...

Besta! Esta gente nem sabe o que diz! E bonita que ela é...

maia disse...

Deveria ser obrigada a beber mais, a trabalhar menos até sufocar na sua adiposidade! Feia, feia.

Antuã disse...

Não há palavras para definir tal besta.

O Eleitorado Morre Mas Não Se Rende disse...

o cérebro tem escaninhos?
Bolas deve ser um desses cérebros
Os que são verdadeiramente pobres não bebem nada, morrem à sede

embebedar-se é um luxo de pobres ricos
e de pobres de espírito com internet

Pata Negra disse...

Estou com medo, se o Relvas, que foi a Timor tirar não sei que curso, fizer escala na Austrália ainda nos traz para cá esse pedaço de carne estufada com o suor dos bêbados! De facto, este país tem o país ideal para ela investir! Tu descobres cada uma!
Um abraço em preparação para um próximo fim de semana também com alguns copus

João de Sousa Teixeira disse...

Talvez prevendo tanta blasfémia, deus encarregou-se já de a castigar com esta figura de mamute sem... dentes.

Abraço

Adriana Dias disse...

Só não faço comentários porque podem ferir susceptibilidades!

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Quem é este ser humano para qualificar tão depreciativamente um seu semelhante?. Acreditará a senhora na "vida eterna"?. Não me esquecerei (também) da acção das forças militares australianas em apoio ao Governo Indonésio que ajudou a subjugar o Povo de Timor LoroSae, como também não me esqueço dos seus interesses no Mar de Timor.

Júlio disse...

É preciso obrigar tal besta a engolir dinheiro até rebentar.

Provoca-me disse...

Nazi, é feia, é estúpida, e devia levar uma injecção letal.

Fenix disse...

O que nos distingue dos animais é o espírito/alma, a compaixão/solidariedade/respeito pelo outro, pelo ambiente... sem isso, somos um pedaço de carne putrefacto! Nos tempos que correm há cada vez mais matéria orgânica em decomposição, mesmo antes da morte! Tanto avanço tecnológico e científico e tantos seres humanos que pouco ou nada evoluem...

Bolota disse...

Se o Samuel não consegue dizer nada, eu consigo...GORDA de merda que vai morrer atascada em enxundia e deve ser uma mal amada de merda que nem o muito dinheiro consegue ajudar.

Abraços

Jorge disse...

Dá vómitos só de olhá-la!

trepadeira disse...

Os vermes já devem ter chegado à cabeça.

Um abraço,
mário

Anónimo disse...

escaninho
s. m.
1. Compartimento ou casinha de secretária ou de qualquer outro móvel.
2. Lugar de segredo (em qualquer móvel).
3. [Figurado] Esconderijo; recanto.
IN: http://www.priberam.pt

Pobre do cérebro que não tenha escaninhos.
_________________________________________

A senhora até os filhos já levou a tribunal e ganha aí uns 500 euros por segundo.


Juvenal Ferreira

Maria disse...

O Ary diria:
'É uma filha da puta, é uma fascista!'

Pronto, aliviei.

Abreijos

Anónimo disse...

"Com tanta bala perdida... com tanto acidente de viação", sou levada a pensar que a morte anda cega.
Margarida - Mafra