sexta-feira, 2 de março de 2012

Manter a cenoura à vista...


A Standard and Poor’s, seguindo certamente uma política de manutenção da cenoura a uma distância "aceitável" do burro, vem dizer mais umas coisas sobre Portugal. Desta vez, pretensamente simpáticas.
Diz que Portugal tem capacidade para cumprir, que o que estraga tudo é o excesso de austeridade e a falta de crescimento económico blá, blá, blá...  Ah... e, claro, que é diferente da Grécia.
Sobre a questão da Grécia estão carregados de razão. A começar em coisas realmente importantes, como a temperatura da água do mar... e continuando com frivolidades, como a História... as diferenças são aos magotes.
Agora o resto, vindo de uma das agências que têm, repetida e deliberadamente construído o clima constante de crise, anunciando desgraças que depois se esforça for fazer cumprir com as suas notações negativas sobre tudo o que se mexa em Portugal... é um mistério. Provavelmente, só explicável pela tal política de manter a cenoura a uma distância "aceitável" do burro... não vá ele perder o interesse, parar, desatar aos coices, sabe-se lá...

Mas pronto... o que é que eu sei sobre agências de notação?!

9 comentários:

Provoca-me disse...

Camarada Samuel, que se esforça for, é por, enganou-se.

Luís Coelho disse...

Cada dia me revoltam mais estas notícias e estas empresas que apenas servem determinados interesses bem marcados.
Se as mentiras e hipocrisias que eles criam lhes fizesse crescer o nariz eles eram maiores que elefantes

Graciete Rietsch disse...

Portugal bem visto por essas agências porque, com bom aluno, sabe cumprir as desgraçadas ordens impostas pelas troikas.
A Grécia é capaz de refilar um bocadinho mais.

Um beijo.

trepadeira disse...

A fazer de burros,até quando?

Um abraço,
mário

Anónimo disse...

Na mesma linha deste excelente artigo,acabei de ler uma cronica intitulada " A vida é bela" no "nortadasdominho" que até me congelaram as orelhas. Deveria ser afixada na porta da Assembleia da Republica.

Antuã disse...

Infelizmente ainda há muita gente que gosta de ser enganada.

do Zambujal disse...

A norma(l) e os pobres, & Cª, Lª lá vai cumprindo o seu bem pago papel. Para que foi criada. Pelos criadores. De onde eles são incapazes de sair (aliás, não poderiam) é da lógica do sistema, isto é, do capitalismo.
Gostei dessa do burro, em que espero alguns se revejam e comecem a escoicinhar para o deixarem de ser.

Abraço

baresi88 disse...

http://www.youtube.com/watch?v=4mSS84BqXJ8 Penso que esta música do Gabriel o Pensador diz muita coisa.

Pata Negra disse...

Confesso que só ouvi falar em agências de notação há poucos anos! Creio que foi na mesma altura em que ouvi pela primeira vez falarem de dívida soberana!... Contra eles só deveria de existir um resposta: independência e soberania! Infelizmente temos de os aturar enquanto o povo não acordar!
Um abraço português