sábado, 3 de março de 2012

SCUT e Álvaro Santos Pereira... o descarado


Uma queixa apresentada por Aveiro a Bruxelas, contra a cobrança de portagens nas antigas SCUT, originou uma tomada de posição por parte das instâncias europeias. Rapidamente foram divulgadas duas interpretações da tomada de posição de Bruxelas:
1ª (A dos queixosos)Bruxelas considera as portagens ilegais e pode até processar o Estado português.
2ª (A do ministro) – O inenarrável Álvaro Santos Pereira diz, insolente, que a proibição é apenas para os descontos que o governo concede a alguns residentes...
Primeira reflexão: Isto lembra por demais as técnicas de contagens de participantes em manifestações ou greves.
Segunda reflexão: Alguém, um dia destes, vai mesmo ter que perder a paciência a sério com este ministro e este governo... a ver se isto toma tino!

19 comentários:

do Zambujal disse...

... inenarrável?!

Gosto!

Um abraço

Provoca-me disse...

Todos têm de perder a paciência para ontem. Parece que é urgente. Digo eu.

Maria disse...

Parece que estamos num país de faz-de-conta, com um governo que não-faz-de-conta e um povo que um dia vai-deixar-de-fazer-de-conta. Espero!

Abreijo.

Luís Coelho disse...

Como tem a maioria vão brincando ao faz de conta e cada um atira mais umas bacoradas que já são em excesso:
piegas
emigrem
salário pobre do presidente
.......

Antuã disse...

Este ministro é um aborto da brava natureza.

Graciete Rietsch disse...

Com o seu ar aparvalhado o sr. ministro lá pretende dar a volta à posição de Bruxelas sobre as portagens nas SCUT.

Um beijo.

trepadeira disse...

Paciência?só para lhe indicar a porta da rua.

Um abraço,
mário

lino disse...

Lamento que o "canadiano" tenha razão desta vez. É que a discordância de Bruxelas é mesmo sobre os descontos, que discriminam os não portugueses! Como resultado, todos vão pagar o preço de tabela.
Abraço

pintassilgo disse...

Só percebo de canadianas em termos de mobilidade.

Anónimo disse...

Ainda bem que lembraste a quantidade de manifestantes que leva o Terreiro do Paço. Qualquer dia ainda anunciam que todos os Tugas residentes e mais os imigrantes se reuniram ao mesmo tempo no Cais das Colunas, sobrando ainda espaço para a comitiva Papal... Eu por exemplo tenho aqui um campo de futebol de 5 e já cá juntei 300000 fora a orquestra.
Quanto às portagens era giro acabarem com elas todas. Raio pá, acreditas em tudo!

Alvaro Canadiano disse...

Ainda bem que lembraste a quantidade de manifestantes que leva o Terreiro do Paço. Qualquer dia ainda anunciam que todos os Tugas residentes e mais os imigrantes se reuniram ao mesmo tempo no Cais das Colunas, sobrando ainda espaço para a comitiva Papal... Eu por exemplo tenho aqui um campo de futebol de 5 e já cá juntei 300000 fora a orquestra.
Quanto às portagens era giro acabarem com elas todas. Raio pá, acreditas em tudo!

samuel disse...

Anónimo canadiano:

Belo problema de personalidade aí tem, meu caro!

Não sabe como se chama... repete-se... acha que me conhece de algum lado... o resto é a incongruência habitual nestes casos. :-) :-)

Anónimo disse...

Pois, o resto é que não dá jeito nenhum comentar...
Quanto a não conhecer o Samuel de lado nenhum é que é de cabo de esquadra! Afinal o Samuel é uma personagem de ficção, coisa que eu já desconfiava. Peço desculpa mas julguei que embora trauliteiro e profissional do insulto existia existia mesmo.Aqui está um caso de investigação: Quem é afinal este caceteiro que todos os dias agride uns quantos de quem não gosta?!

samuel disse...

Anónimo (00:31):

Caro... vou presumir que o "Alvaro canadiano" delegou em si a tarefa de comentar... por uma questão de economia.

Primeiro, palhaçola, a minha recorrente insistência na estória do "achar que me conhece de algum lado" tem sempre que ver com a mesma característica grunha de alguns: chegarem aqui e darem-se ao desfrute do tratamento por tu... como se, realmente, me conhecessem de algum lado. Ora isso, se é aceitável nos casos de comentários concordantes ou minimamente simpáticos, nos comentários discordantes soa sempre a agressão. E é!

Segundo, se acha que o seu arrazoado de baboseiras sobre os números da manifestação eram matéria para comentar... então isso ainda está pior do que parece.

Quanto a haver, ou não haver portagens... espero que saiba em quantos países há autoestradas sem portagens pagas. É uma opção! É uma outra forma de organização e gestão dos recursos. Não uma questão de "acreditar", sua besta!

Terceiro... acho que ainda bolsou mais uma coisas... mas vindas de si, olhe... soaram como elogios. :-) :-)

Volte sempre... mas primeiro arranje um argumento qualquer, que diabo! Se calhar até há por aí à venda em quiosques... sempre é melhor que nada.

Graça Sampaio disse...

E quando é que é esse dia?!....

Anónimo disse...

Excelência, está portanto vexa abespinhado por um tu que o entupiu.Coisa insensata, vil, malcriada, especialmente após o português liso e erudito de Samuel, alma sensível e incapaz de um simples traque. Estava eu aqui indeciso entre o Álvaro em versão económica e Samuel descobridor de autoestradas sem portagens -descoberta feita de forma luminosa enquanto lascava, vermelho da prisão de ventre! Abaixo-me a tamanha ciência e contra o meu intuito inicial vos declaro Alvaro I, porque certo certo, este Canadiano não sabe muito de transportes mas é ainda aprendiz a chamar nomes aos adversários! Sois rei, Sois rei! Será por esta política que ficareis na história como "Samuel o Cunhal de Montemor"

samuel disse...

Anónimo (02:38):

É o que faz não tomar a medicação... depois abre a boca e não acerta uma que seja.
É que nem a geografia, balhamedeus!

Seja como for... veja-se como estas coisas são: afinal ainda não sou rei... mas já tenho bobo oficial. DISPENSO!!!

Anónimo disse...

Samuelzinho, bobos tens muitos! Infelizmente os caceteiros exercem uma certa atração sobre os pobres se espírito, analfabetos e almas ingénuas. Por esses nada posso fazer, nem tenho esse curso. Vai gozando pá, as multidões seguem-te e terás um lugar no Panteão Mundial dos pregadores tipo IURD, que como sabes também compraram a verdade, a da Bayer.Força pá porque enquanto houver parolos tens as sentenças garantidas. Aqui são poucos é verdade, mas que diabo, és o rei dos pequeninos. Estou certo que Montemor te porá em vida uma estátua no catelo: Os putos precisam de usar bem aquelas pedras...
Deixa-te estar, não te incomodes e vai pra dentro porque já percebi a tua fina educação. Desde que acabou a série dos marretas que não via uma coisa assim.

samuel disse...

Anónimo (02:19):

"Infelizmente os caceteiros exercem uma certa atração sobre os pobres se espírito, analfabetos e almas ingénuas"

Ora aí está! Mesmo sem querer, o meu caro acaba por explicar a sua teima em aparecer por aqui…

Os amigos e vários outros leitores já tinham avisado que haveria muitos como você… só que, como não têm a sua graça natural, normalmente vão directos para o caixote do lixo.

A sua (nova) linguagem - o auditório deve estar a excitá-lo - não tardará a reservar-lhe o mesmo destino.

Vou ter pena. Você, quando mais calmo e menos malcriado… é giro!