segunda-feira, 30 de julho de 2012

SPAM – Um esclarecimento


Caras leitoras, leitores e visitas em geral,
Enquanto apagava alguns mails, das muitas e muitas centenas que se vão acumulando no “lixo” do Gmail, lugar onde descansam em paz os muitos comentários que chegam com destino ao “Cantigueiro”, quer tenham sido aprovados e publicados, ou, pelo contrário, rejeitados... mas sempre depois de lidos, lembrei-me de que já tinha feito antes a mesma limpeza à caixa para onde vão os mails que o sistema classifica como “spam”, a que normalmente não dou atenção.
Só que, desta vez, vi em “flashback” a imagem de vários desses “spam”, que eram precedidos da palavra “cantigueiro”... e aí é que “se fez luz”! Mails destinados ao “Cantigueiro”, portanto, comentários, não deveriam estar na caixa do “spam”... só que agora já estavam apagados definitivamente, sem nunca terem sido lidos.
Embora tarde demais, fiquei a saber que nos últimos tempos devo ter apagado sem ler, comentários que tanto podiam ser insultuosos, como elogiosos, tanto podiam ser discordantes como de apoio.
Apesar de ser provável que alguns desses comentários, depois de lidos, seguissem o caminho que afinal seguiram, não se justifica apagá-los sem ler, assim como é uma pena que comentários legítimos, “prós & contras”, se tenham perdido.
A todos, sem excepção, peço desculpa!
Passarei a dar mais atenção ao evidente excesso de zelo do “Gmail”.

10 comentários:

Rogério Pereira disse...

Acontece
Por mim, esquce

Anónimo disse...

Ó pá, deixa-te de de merdas e falsos remorsos: Todos sabemos que o "spam" de que não gostas morre logo assim que te chega às unhas!

samuel disse...

Anónimo (01:22):

Ó pá...

Muito, muito estranha essa compulsiva necessidade de mostrar que é uma besta… para além de não ter entendido nada de um texto tão simples… o que é triste!

Que extraordinária oportunidade para estar calado, que você perdeu! :-) :-) :-)

Anónimo disse...

Cá está o "Spam" como era esperado! Sabes uma coisa? Muita bravata, muita revolução, muito lá lá lá revolucionário mas não passas de uma besta convencida que é um cidadão. V.F. e não estragues mais html. Adeus.

samuel disse...

Anónimo (18:51):

Teve necessidade de reconfirmar... ou esqueceu-se de que já no comentário anterior tinha mostrado ser uma besta?

É transtorno obsessivo compulsivo... ou alzheimer? :-) :-) :-)

Antuã disse...

Há muitos anóninos que são apenas lixo.

samuel disse...

Anónimo:

Pronto... a coisa é mesmo grave! Teve necessidade de re-reconfirmar... só que fará o favor de ir agitar essa linguazita imunda para o pé dos seus.

Passar bem!

Provoca-me disse...

Esse anónimo é mesmo grunho. Coitada da mãe que o pariu. Por está desculpado camarada, acontece aos melhores. Pena é ter-se esquecido do que lhe pedi.

Provoca-me disse...

Por mim quero dizer.

samuel disse...

Ainda não está esquecido...

Abraço.