segunda-feira, 23 de julho de 2012

António José Seguro... “régio”!


A esta hora deve reinar o mais espesso terror nas hostes do governo Passos/Portas. Seguro ameaça opor-se à política (miserável, diga-se!) do governo para o ensino. Se a abstenção já costuma ser violenta... imagine-se o que poderá acontecer se ele resolve opor-se.
«Não se atrevam a ir por aí!» - esganiça-se ele, com uma cara meio esgazeada. Uma cara de quem, infelizmente, quando diz “não se atrevam a ir por aí”, o máximo que consegue é parecer um José Régio, mas ao contrário... um “Cântico negro” dito de trás para a frente...
Tudo “com o mesmo sem vontade com que" rasgou “o ventre à" sua “mãe”...

6 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Tanta ironia,tanta cultura, tanta verdade!!!!!

Um beijo.

trepadeira disse...

Já nem para fingir,... .

Um abraço,
mário

Antuã disse...

Seguramente o antónio José não vai por aí!... fica como está.

Carolina disse...

Esse sujeito é o fim do fim.

Felicidade Carvalho disse...

É tão cinzento! Mas quem é que ele quer enganar? Infelizmente já ninguém o leva a sério!!!!

Felicidade Carvalho disse...

É TÃO CINZENTO! INFELIZMENTE JÁ NINGUÉM O LEVA A SÉRIO!!