segunda-feira, 30 de julho de 2012

António José Seguro – Bem aventurados...


Segundo o Diário de Notícias, António José Seguro disse ser «um líder muito feliz do Partido Socialista por saber que há muita qualidade nos dirigentes do partido», incluindo no presidente da Câmara de Lisboa, António Costa.
Esta referência ao autarca do PS ficou a dever-se ao facto de António Costa, volta que não volta, não se coibir de lembrar que é a sombra negra de Seguro, como nesta entrevista em que assume ter «algumas qualidades» para dirigir o partido... seja lá o que for que isso quer dizer, ou insinuar, sobre o pensamento de António Costa no que respeita às “qualidades” do actual dirigente.
Seja como for, o que me deixou a magicar foi esta cândida “felicidade” do secretário geral, felicidade que, nos tempos que correm, me parece encaixar muito bem em dois tipos de pessoas:
1. Os anjinhos... o que não me parece nada que seja o caso presente.
2. Os muito pobres de espírito, já a caminhar para totais patetas... o que também não se aplica nesta estória.
Resta-me apenas uma terceira e salvadora explicação para tanta felicidade. António José Seguro produziu estas declarações no final da visita ao festival do anho e do arroz no forno, de Baião, experiência que, atendendo ao calibre da pinga que por lá se usa para regar estas iguarias, deixa quase toda a gente irresistivelmente... "feliz", vá lá... bastante alegre.

5 comentários:

Rogério Pereira disse...

Boa malha...

Graciete Rietsch disse...

Concordo com a 3ª hipótese.
Mas a nossa felicidade, a nossa, tem que vir de dentro de nós e não do que se come ou bebe.
Ai como eu sou feliz na Festa do Avante, mesmo não falando nos comes e nos bebes. Respiro felicidade. Vivo o futuro que nós desejamos!!!
Mas a que popósito vem isto? Deve ser da proximidade da festa. Já estou a vivê-la por antecipação!
E como me irrita a hipocrisia dessa gente que se bajula mutuamente, sabe-se lá com que intenções!!!!!

Um beijo.

Antuã disse...

Seguramente o antónio José é um alegre.

Pata Negra disse...

Não concordo com a terceira hipótese, o homem só bebe coca e pepsi. É a primeira, ele é um anjinho que tem as asas escondidas na dispensa. Assim que o Tó Costa soprar ou expelir ventosidades, o Tó Zé pega nas asas e vai voar por aí.
Um abraço feliz por não ser como ele nem dos dele

trepadeira disse...

Nã,isto não pode ser só da pinga,anda a tomar qualquer coisa mais forte,ou comeu qualquer ideologia estragada.

Um abraço,
mário