sábado, 30 de julho de 2011

Viva a vida! – Apesar dos ministros...


Esta notícia vinda de Inglaterra, segundo a qual, existe uma cada vez maior pressão sobre os profissionais do serviço público de saúde, no sentido de prolongarem até ao limite as esperas a que os doentes são sujeitos até conseguirem as suas intervenções cirúrgicas e outros tratamentos... deve fazer brilhar os olhos ao nosso novo ministro da “saúde”.
Segundo as associações de utentes inglesas, esta forma de “gerir” a saúde pública tem resultado em desvios de doentes para o sector privado, o principal objectivo!, ou em desistências que, no limite, acabam em mortes, o que evidentemente também é “bom para o sistema”, dada a poupança em tratamentos, para o Ministério das Saúde... e em pensões de reforma, para as Finanças em geral.
Num país normal e com um governo decente, a existir um aperto financeiro ou mesmo económico, é natural que um ministro das Finanças faça o que pode para cortar despesas... mas é por isso mesmo que faz falta um grande ministro da Saúde, que tenha uma formação que o faça dar mais valor aos seres humanos do que aos livros de contabilidade, que lute por avanços na medicina e nos cuidados de saúde. Que fique do lado dos doentes e resista com coragem aos cortes que lhe queiram impor.
Este miserável tecnocrata neoliberal, até agora, continua a parir medidas que visam unicamente a felicidade do seu cúmplice que está à frente da Finanças. Para além do que ordenou a troika. Para além do que é humano. Para além do que é suportável.
Mas que se dane o ministro! Hoje estou feliz! Uma amiga querida teve a notícia de que, depois do medo, depois da operação, depois da violência química e psicológica que se lhe seguiu por muito tempo... está finalmente livre de um cancro que tentou levá-la do nosso convívio.
Este belo milagre não fica a dever-se a este, nem a nenhum dos anteriores ministros da saúde, com as suas mesquinhas políticas de cortes, encerramentos de serviços e ostensivos favores aos amigos negociantes da morte... mas sim ao talento, empenhamento e carinho das equipas médicas, de enfermagem e de toda a outra boa gente que, com coragem e humanidade, está do lado da vida... apesar dos ministros.
É uma prenda para os familiares e amigos que, de coração apertado, apenas puderam contribuir com amor. E uma ou outra piada “parva” em plena enfermaria... porque dizem que rir faz bem a quase tudo... digo eu para me justificar.

17 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Se ao menos estes ministros cúmplices se lembrassem de como já foi bom o Serviço de Saúde, em Inglatera, em vez de copiarem novas leis com que o destroem!!!!
Ms os donos são os mesmos,portanto as políticas não podem diferir.

Um beijo.

Luis Filipe Gomes disse...

Vivam eles, Viva ela,Vivam todos esses que fazem pelo bem dos outros, incluindo tu.
Um abraço.

vovó disse...

e como estamos Felizes com esta notícia! :)
finalmenye, uma Boa Nova!
a imagem é linda, brilhante! mesmo a"conduzir"!! :)))
Viva Vida! :)


vovómaria

Tomás Guevara disse...

Bravo

do Zambujal disse...

Partilho tudo! Também a notícia que traz felicidade e riso. Sei bem o que vale ter uma notícia dessas para dar, o que é receber notícias dessas.
Quanto aos energúmenos que querem ir para além das ordens que receberam, sabujos e desumanos, por segundos ignoremo-los para logo logo voltar ao combate!

Abraços

Justine disse...

E conseguiste transmitir a tua felicidade,com as tuas comoventes palavras e esse girassol sorridente e luminoso!

José Rodrigues disse...

"Gracias a la vida"contra todos os "viva la muerte" que enxameiam esta terra linda como um girassol, que urge defender com a luta de todos os dias...que continua,por Abril,pelo SNS,pelo futuro!Colossal é este post e o seu tema!

Abraço

Fernando Samuel disse...

VIVA A VIDA!

Um abraço.

trepadeira disse...

Toda essa pulharada não conseguirá tirar-nos a capacidade de sorrir,para a vida,para os amigos,nem a capacidade de rir,deles.

Um abraço,
mário

Anónimo disse...

Para ajudar a dança!

http://www.barcelos-popular.pt/?zona=ntc&tema=3&lng=pt&id=3529

Um abraço ao blog!

Eduardo Miguel Pereira disse...

Aqui há uns anos atrás, também eu partilhei dessa mesma alegria em relação a um grande amigo meu.

Ministros e afins que se lixem com "f" !!!

Parabéns à tua amiga, e que a vossa alegria se possa prolongar por muitos e bons anos.

Pedro Viseu disse...

Pelo menos, o Sr. Ministro da Saúde disse que o encerramento das unidades de urgência, ficaria dependente da opinião dos clínicos, coisa que me parece bem desde que esses clínicos não sejam aqueles que no fim do horário de trabalho a que estão sujeitos no público, vão a correr para a clínica com quem têm contratos milionários.

Pata Negra disse...

Desviá-los para o sector privado uma sacanice, deixá-los morrer para aliviar os fundos de reformas - o crime que se segue!
Acredito em tudo menos no ox Alá.
Um abraço atento mas nem por isso quieto

Antuã disse...

Apesar dos ministros assassinos viva a Vida.

Graciete Rietsch disse...

Quando reli este"post" e os comentários concluí que me deixei dominar mais pela revolta pelo que querem fazer do nosso SNS e não dei tanta atenção a dois factos importantes:as melhoras da amiga a quem deixo um grande abraço e o magífico Girassol que ilustra o teu "post" e que pode muito bem representar um hino à VIDA.
Mas sobre as ilustrações dos teus "post" tu és extrordinário.

Parabéns e um beijo.

carol disse...

Muito feliz pelo êxito de vida da sua amiga! Mas olhe lá que as equipas médicas e o pessoal de enfermagem não teriam feito essa(s) maravilha(s) se não tivessem sido os ministros da saúde que por aí andaram nos últimos anos da nossa anda jovem democracia... Daqui para a frente é que já não digo nada! E esse exemplo da Inglaterra não vem nada a nosso favor. Esta Europa a virar para o neo-liberal não traz nada de bom.

Maria disse...

Partilho da tua felicidade! É tão bom podermos enfrentar a vida com um sorriso...

:))
Abreijos.