sexta-feira, 5 de abril de 2013

Barreiro – “Convocatória”...


Passando a um tema mais interessante e tentando ganhar “distância sanitária” em relação à lixeira a céu aberto do último post... vou adiantando um anúncio a que voltarei ainda mais vezes, já que toda a ajuda na divulgação deste concerto é bem vinda.
Assim, quem esteja com dúvidas sobre o que fazer na noite do próximo dia 13 de Abril e acha que o Barreiro não fica no fim do mundo... já tem programa.
Os responsáveis pela programação do Auditório Municipal Augusto Cabrita convidaram-me para fazer ali um espectáculo com os meus músicos habituais e as canções que gosto de cantar. As minhas e as dos companheiros cujas cantigas que sempre meu deu um especial prazer “tornar minhas” durante aquele breve e mágico espaço de tempo que dura um pensamento cantado.
Para aumentar o meu divertimento... e espero que o do público presente, desafiaram-me a convidar dois companheiros de cantigas à minha escolha. A escolha levou menos tempo do que leva a dizer os nomes dos dois. Francisco Fanhais e Manuel Freire.
Felizmente, eu estava livre para o dia 13 de Abril. Felizmente, eles também!
Agora só falta a vossa indispensável presença e ajuda para cantar. Até chegar o dia ainda insistirei no tema.
Passem a palavra...

9 comentários:

O Puma disse...


Abril sempre

Venham mais cinco

Maria disse...

Vou passar a palavra já que por mim... outras obrigações 'obrigatórias' cantam mais alto...

:(((((((((

Provoca-me disse...

E está à espera de quê para vir a Leiria? Ai, ai, ai que a gente zanga-se.

Graciete Rietsch disse...

Gostava muito de ir. Mas o Porto fica longe de tudo.
Vai ser um grande êxito, tenho a certeza e uma bela homenagem a ABRIL.

Um beijo.

augusta disse...

E eu estou tão longe...
:(

Já que em Santo Tirso nunca será, queremos no Porto também! Ou mais pertinho.

Seja ou não seja por cá, que este 13 seja um grande dia, um dia de cantar Abril! Eu cantarei cá de longe.

São disse...

Lá estarei!

E vou divulgar no gace e no blogue

Bom final de semana

Anónimo disse...

Samuel,

Posso fazer uma pergunta?

Há maçons no PCP?

Sim ou não?

Obrigado.

samuel disse...

Anónimo (23:00):

Caro anónimo, vai desculpar-e a "brutalidade", mas esta é talvez a pergunta mais "estúpida" que aqui me fizeram!

Primeiro, porque acho extraordinário que alguém, a coberto do anonimato, espere que alguém lhe responda a uma pergunta desse teor.

Segundo, porque não entendo porra nenhuma de maçonaria… e, digo-o francamente, a única coisa que me vem ao pensamento quando penso "naquilo" é o ridículo… logo temperado pela aversão.

Terceiro, porque não entendo qual poderia ser o interesse em saber isso.

Quarto, porque se tem visto o calibre de figurões, interesses, tráfico de influências e etc., que andam, normalmente, associados à maçonaria, não estou a ver que diabo fariam lá militantes do PCP.

Quinto, mas muito menos importante, já que você não tinha a menor obrigação de o saber, o meu conhecimento sobre assuntos internos do PCP é muito limitado… dado não ter cartão do partido. Não passo de um simples "compagnon de route".

Lamento não ter podido ser-lhe útil!

Saudações.

Anónimo disse...

Quando vem ao Porto? Que bela homenagem a ABRIL e vai ser um êxito.
Vicky