quarta-feira, 4 de setembro de 2013

O Vaticano... e as cenouras


Quem se sentir tentado a pensar que esta coisa dos descontos em cartão e “promoções” semelhantes, que alguns grandes hiper-merceeiros nos "oferecem", são vantagens reais, ou sequer uma inovação... tire daí o sentido.
Na verdade, não só as tais vantagens são pouco mais do que virtuais, como obrigam a continuar a consumir, eternamente, no mesmo fornecedor, para além de já existirem desde que a ideia de “concorrência” ultrapassou a qualidade e honestidade, como factor distintivo na actividade comercial.
Mais ainda, os próprios capitalistas do retalho, não inventaram nada. Esta cegueira das “promoções” é praticada pelas grandes religiões há séculos.
Qual o candidato a mártir muçulmano, que não se faz explodir com muito mais alegria, tendo a perspectiva de ir imediatamente para o paraíso, onde será “pastoreado” reiteradamente, por 70 virgens doidas para a brincadeira?
Qual o peregrino que não esbardalha os pés ou os joelhos com muito mais devoção, na perspectiva de sacar uns favorzinhos à santa da sua devoção?
Vem esta reflexão (algo inopinada, admito!) a propósito da notícia de mais uma destas “promoções”, oferecida pelos “serviços comerciais e de marketing”da Igreja Católica, que nos dá conta das “indulgências e bênçãos” a conceder pelo Vaticano aos potenciais clientes da Romaria da Penha, em Guimarães.
Talvez com o propósito - que muito agradeço – de me fazerem rir a propósito de uma tão triste realidade, coisa tão difícil nos tempos que correm, os serviços do Vaticano anunciam que o Papa Francisco, num inequívoco toque de modernidade e inovação, oferece as indulgências e as bênçãos também àqueles que sigam a missa pela televisão ou pela rádio.
Boa malha! Se o Vaticano prometer passar a pagar, todos os meses, a minha conta da ZON... eu prometo seguir a missa muito atentamente... pela internet!

15 comentários:

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

É só engodos...

Maria disse...

Ai o caroço...
um dia destes está a dar baldes de plástico...
:)

Beijo.

Antuã disse...


Cada papa cada melro.

Anónimo disse...

Estes assuntos são para católicos. Os comunas que se metam na sua vida. Depois admire-se com os comentários que os católicos fazem acerca dos comunas. Também têm direito não? Já que é camarada, peça à Isabel dos Santos, filha do seu camarada Eduardo dos Santos que lhe pague a conta da net para o gasto nestes posts. É que tanto comício custa caro e a guitarrinha não paga tudo.

samuel disse...

Anónimo (23:15):

Muito bem observado e de grande profundidade!

Claro que os católicos têm direito a comentar os "comunas", meu caro! O seu amigo e santo cónego Melo, que é sempre um bom exemplo de catolicismo, ia mesmo mais longe: para além dos piedosos comentários sobre os "comunas", mandava mesmo matar alguns e incendiar-lhes o centros de trabalho. :-) :-)

Já em sentido contrário à profunda lucidez da primeira parte do seu comentário… a sua insinuação de que Eduardo dos Santos é meu camarada, não fosse o brilho que o meu caro demonstrou de início, deixar-me-ia a pensar que se trata de um indigente mental… ou mesmo uma besta. Felizmente, não deve ser o caso. É apenas ignorância, aposto! :-)

Meu camarada?!!! :-) :-) :-)

Anónimo disse...

Agora não lhe dá jeito, mas se estivesse em Angola a ver entrar as tropas soviéticas e cubanas já lhe dava. Também lhe daria jeito ver o carinho com que trataram as missões católicas. Cale mas é essa boca que não passa de um menino mimado que nunca viu as coisas de perto mas pela lente do que lhe dá jeito. Fala de coisas que não sabe porque não as viveu. Não tem o direito de comparar todos os católicos com o cónego Melo. Você é tão limitado que nem percebe o quanto ofende as pessoas mas como isto é um blogue de comunistas até se percebe.

samuel disse...

Anónimo (23:54):

Entretanto, senhor "não sei quem"… o Eduardo dos Santos traiu todos os princípios que dizia defender, transformou-se num cleptocrata e aderiu à Internacional Socialista… juntamente com o MPLA. Nunca ouviu dizer?

Se os católicos não querem ser comparados com o assassino Melo… façam-no saber! Alguns, fazem. Tenho o prazer de ser amigo de vários desses católicos!

Mas não se canse! Vê-se que quando começa a ultrapassar o limite de palavras por dia… passa a não dizer coisa com coisa.

Saudações.

Zequinha. disse...


Anónimo além de filho da puta o que é que você é?

Provoca-me disse...

Como é que há tanta cavalgadura a acreditar em Deus e nas Religiões em Pleno Século XXI??????????????????????????????????????

Provoca-me disse...

O Francisco Fanhais deve ser um deles camarada.

Também quero dizer que o Eduardinho aprendeu bem com o Márocas. Um dos maiores traidores de todos os tempos.

Anónimo disse...

a padralhada é assim, sempre a inventar esquemas para sacar pasta.

Anónimo disse...

esse beato anónimo que para aí escreve que olhe mas é para os chulos da igreja que exploram os pobres em vez de os ajudarem.

Graciete Rietsch disse...

O Papa Francisco chegou a esse lugar por uma razão que um dia se conhecerá.
Quanto a mim, não foi inocente a substituição dos Papas.
Há uma frase que os seguidores da religião católica ouvem muito "quem dá aos pobres empresta a Deus". Primeiro aceita-se a existência de pobre e segundo a caridadezinha abre as portas à felicidade eterna.

Um beijo.

Anónimo disse...

É a vida. As cavalgaduras que acreditam em Deus enchem muito mais espaço que os comunistas. Alguma vez o Jerónimo teve tanta gente como Fátima? E em Cuba doeu? Como médico já vi muito gajo ateu virar-se para Deus. Esse provoca-me se apanhar um cancro nos cornos em que a morfina já é café ou se vir um filho de olhos em alvo é capaz de se virar cavalgadura. Não era o primeiro. Suas bestas vão chamar filho da puta a quem vos pariu. se estivessem a trabalhar horas e horas como eu sem receber mais por isso do vosso estado já não tinham tempo para tanta brutalidade. O que me parece é que ninguém aqui faz nenhum e trabalhadores são os que dão o litro. Esta cambada não merece sequer ter quem os defenda. E você samuel não consegue apagar o tempo em que o e dos Santos matou católicos. Alguém quer saber donde é o gajo agora? O que vocês lá fizeram está feito e não vejo ninguém a pagar sa sequelas do SPT. Sabe quanto custa a terapêutica? Vão dar banho ao cão. Agora não publique se lhe aperta a micose.

samuel disse...

Anónimo (22:23):

Quando sentir essa urgência em dizer baboseiras (confusas!) sobre mortes e católicos… pegue num livrinho que descreva fielmente a "Santa Inquisição"… e esfregue-o várias vezes e bem no focinho.

(acho que também faz bem à micose) :-) :-) :-)