sábado, 19 de novembro de 2011

Assunção Cristas – Olha a fruta fresquinha!!!


Ó minha cara Assunção Cristas. Eu também acho que as crianças deveriam comer fruta “natural”, comida caseira acabada de fazer e confeccionada com os melhores produtos... sei que os boiões de comida para bebé (embora você se tenha “esticado” um pouco ao dizer que não são adequados para alimentar as crianças) não substituem os produtos frescos.
Acontece, cara Assunção, que nem todas as mães e pais dão esses boiões de comida industrial aos seus filhos por preguiça. O caso é que nem todas as mães que (também) trabalham fora de casa têm oportunidade para, pelo menos durante esses dias de trabalho, preparar com tempo a comida das crianças... e sim, é verdade, cara Assunção, nem todas a mães têm empregadas em casa. É estranho, não é? Mas é a mais pura verdade!
Seja como for, aquilo que me encanzinou nas suas declarações, não foi a sua súbita descoberta das maravilhas da comida caseira e das frutas frescas, mas sim a razão dessa “descoberta”.
Por causa da crise?! Para “compensar”...  ou para tentar "desvalorizar"a subida do IVA na comida para bebés?!
Realmente, cara Assunção Cristas, por vezes não é aquilo que se diz, mas sim porque razão se diz e em que momento, que torna algumas declarações verdadeiramente suicidárias... ou, pelo menos, lamentáveis.

15 comentários:

Maria João Brito de Sousa disse...

Esta foi mesmo lamentável. Até para os defensores dos produtos frutícolas naturais...

Antuã disse...

Pois, pois, minha cara assunção que vais deixar de ser feriado.

De disse...

Na mouche

Anfitrite disse...

Que pena a mãe dela não ter abortado. Teria evitado o trabalho de a alimentar e a nós o sacrifício de a ouvir e de suportar as tristes decisões da sua incompetência.

Anónimo disse...

Deixem lá a rapariga ministrona do CDS, que vai acabar com a dependencia alimentar em Portugal mas que ainda não sabe como, espero que não venha insinuar que os portugueses comem de mais...

do Zambujal (a caminho) disse...

Não tinha ouvi(s)to mas fiquei, e bem, elucidado por ti.
Ora vejam lá os benefícios da crise a juntar aos malefícios do tabaco.

Grande abraço

Graciete Rietsch disse...

Que grande descaramento!!! Agora até a alimentação das crianças e o desprezo pelas mães trabalhadoras,servem para justificar o aumento enorme do IVA que também irá afetar muitos dos bens alimentares indispensáveis.

Um beijo.

José Rodrigues disse...

Pois,pois:(...)Portugal importa essencialmente banana,maçã,ananás e laranja(60%)do total(...)-Lusa 10Jan 2011-.Esta ministra vai embora com a ICAR a propor o fim dos feriados da SrªAssunção e do corpo de Crist(o)as...

Abraço

Anónimo disse...

Pela boca morre o peixe.
Neste caso, a peixeira...

trepadeira disse...

Esta gentinha não sabe,mesmo nada,da vida.

Um abraço,
mário

Pata Negra disse...

Roubei muita fruta quando era puto, se fosse agora roubava frascos do supermercado porque estariam mais à mão. Venho agora de outro blogue e descobri que afinal existem duas Assunções, ambas más , além da Cristas, também há a Esteves! Se fossem boas já teria dado por elas!
Agora compreendo porque querem acabar com o feriado da Senhora da Assunção! Três, eram demais!
Um abraço assun-assun

relogio.de.corda disse...

Exactamente o que eu penso também. Para justificar a subida do IVA, há que mandar estas bojardices para o ar.
A ministra não sabe o que diz, aliás, ninguém dessa gente sabe o que diz. É impressionante! Qualquer dia vão dizer que a culpa do buraco na Saúde é das pessoas que não souberam manter-se saudáveis e adoeceram porque não tinham mais nada que fazer. Francamente!...

gina henrique disse...

Não sei porquê mas esta descoberta fez-me lembrar aquela de substituir o ar condicionado pela retirada das gravatas! Realmente esta senhora é a verdadeira assunção da inteligência!
Mas como diz Pata Negra levem lá o feriado para que fiquemos só com estas duas assunções que só por si já nos dão muito que fazer!Não precisamos de mais,obrigada, para pior já basta assim!!!

carol disse...

ESTÚPIDA! Dondoca, como dizem os brasileiros! Arrogante classista!

Streetwarrior disse...

Mas o incrível, é que á pessoas mesmo alienadas a este ponto como a Ministra.
Aqui há tempos, a ouvir uma entrevista na rádio a uma ( mulher )Coqueluche deste género de pessoa, dizia ela assim á questão.
- Então como é o seu dia a dia?
Ah, é o mais normal possível, tal como o dia a dia de qualquer mulher normal.
Levanto-me de manhã, vou ao café tomar o Pq Almoço, depois vou fazer umas compras de roupa, á tarde dou um pulinho ao Solário quando não tenho ginásio e quando chego a casa, a minha empregada tem tudo pronto para a janta.

Portanto como se vê, na cabeça destas alienadas, este é o DIA A DIA que elas pensam que a maioria dos Portugueses têm.
Como é que não hão-de mandar bujardas destas