sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Repelente!


Cada pessoa terá a sua versão, a sua interpretação e explicação para todos os números que envolveram a Greve Geral.
Dependendo do lado de que está, cada pessoa tem uma diferente sensibilidade para entender a luta de classes e os fenómenos que a impelem. Cada pessoa dará um sentido aos abusos, actos de prepotência, tentativas de identificação prévia de grevistas, chantagem e ameaças directas que sempre fazem “companhia” ao momento de coragem e sacrifício pessoal que é aderir a uma greve... realidade que mais uma vez, largamente, se verificou.
Dito isto, o único número que realmente me impressionou, foi-me atirado pela televisão, enquanto almoçava. O Governo do meu país, até às não sei quantas horas, estimava que a adesão à Greve Geral, no sector público... era de 3,6 por cento.
Seria, de forma destacada, a anedota do ano... não fora o facto de revelar, de forma crua, um Governo formado por gente repelente. Gente sem carácter para gerir nada. Nem um condomínio de prédio. Vulgares vigaristas. Reles salafrários. Canalhas!!!

13 comentários:

Anónimo disse...

Boa! É mesmo o que são "vulgares vigaristas" e ainda pior " são mais cegos aqueles que não querem ver" esta tão forte e grande adesão à Greve Geral.
Cá estamos para continuarmos SEMPRE
a Lutar contra quem nos rouba e nos quer enganar.
Saudações
Vicky

Maria disse...

Enganaram-se, mais uma vez. Se calhar queriam dizer que 3,6% foi os que foram trabalhar...

Abreijos.

Antuã disse...

Até na Câmara Municipal de Estarreja, onde a maioria dos funcionários entraram por cunha do PSD, do PS ou do PSD e CDS, a adesão foi muito maior que o número que o desgoverno avança.

Pata Negra disse...

Esse dado, característico de um governo que não mente, deve ter irritado de tal modo alguns dos que não aderiam à greve que às 18 horas já falavam em 10% - quer dizer, portanto, que ao longo da tarde, muitos foram os que decidiram unir-se ao grande protesto!
Um abraço a 100%

Graciete Rietsch disse...

Se não fosse trágico, este número seria ridículo. Grande adesão à GREVE e grande estímulo para lutas futuras.

Um beijo.

Eduardo Miguel Pereira disse...

Eu vou guardar o número em causa para memória futura, porque ainda não perdi a esperança que estes 3,6% venham a reflectir os resultados do PSD e CDS, juntos, no próximo acto eleitoral.

Fernando Samuel disse...

É gente tão repelente que ao fazer tal afirmação sabe que está a cair no ridículo, e mesmo assim cai...


Um abraço.

trepadeira disse...

Só se contaram a eles e aos compadres.
Gente asquerosa.

Um abraço,
mário

Helder Menor disse...

Para o Governo a inteligência do povo português é "lixo".

Helder Menor disse...

O Governo classifica a inteligência do povo português como "lixo".

Anónimo disse...

Pecentagem de 3,6%. Eu acredito porque devem ter sido os membros do governo que, por medo da Troika, arranjaram pretextos para ficar em casa. Uma dor de barriga, uma unha encravada, uma chaminé num calcanhar, ou porque, numa loja perto deles "que estava fechada" não havia fraldas de plástico suficientemente grandes para eles poderem sair em condições normais de "temperatura e pressão".
Sim, porque bichos como estes, que fedem tanto, devem dobrar-se muito diante dos Troikanos.

Anónimo disse...

.......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................!
Estão aqui representados todos os que realmente fizeram greve porque quizeram, basta contar, ah e não conte mais um que seria vc, porque isso seria batota!!!!!!!!

Rogério Pereira disse...

Fiz link, avinagrado
lá no meu lado