quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Contra os ladrões, marchar... marchar...




Miguel Macedo, ministro da Administração Interna, cumpriu o inexorável “princípio de Peter”. Subiu para o primeiro degrau da incompetência. Ainda há poucos meses o víamos e ouvíamos, falando “grosso” na bancada do PSD, massacrando as trapalhadas e mentiras de Sócrates... e aí está ele agora, membro de um governo de mentirosos e trapalhões. Atabalhoado, dando respostas redondas e evasivas, seja qual for o problema com que o confrontem.
Resolveu prometer mais 1100 polícias em 2012. Mesmo que consiga a proeza de levar o amigo Gaspar a descoser-se com o dinheiro para os ordenados... espero que os novos polícias sejam grandes amantes das caminhadas a pé, ou praticantes apaixonados de ciclismo... e, claro, que tenham um grande sentido de humor.
É que a manter-se a realidade anedótica desta notícia, ou desta outra, isto para dar apenas dois exemplos entre muitos... os homens e as mulheres vão ter muito que dar à perna.

6 comentários:

Fernando Samuel disse...

O homem prometeu mas foi só para prometer...

Um abraço.

carol disse...

Com este título até pensei que ia falar do Duarte Lima e sus muchachos Isaltino, Dias Loureiro, Oliveira e Costa, e outros e outros....

Mas este também da mesma farinha do mesmo saco. O problema é que dificilmente vamos conseguir fazê-los marchar de lá para fora, que o PR que também da mesma farinha e do mesmo saco, lá vai titubeando e dando uma no cravo e outra na ferradura para ignorante ver e lá os vai aguentando!

Só mesmo com um ... golpe de estado!

Antuã disse...

Mas a revolução chegará.

vovó disse...

se vão!!!! :))))...

Graciete Rietsch disse...

Pois, vão ter muito que dar à perna também na luta!

Um beijo.

Anónimo disse...

Decerto em criança tomou o tal "óleo de figado de bacalhau" quando me recordo ainda, hoje, sinto o estomago a dar voltas. Acredite de cada vez que no "Parlamento" na RTP oiço estes salafrários, é isso que sinto. Asco, nojo e vontade de os vomitar.
Desculpe-me por estas palavras mas já não se tem paciência para mais.
Dia 24 de Novembro adiram à GREVE GERAL.
Maiores saudações
Vicky