terça-feira, 1 de outubro de 2013

Grandes capas de jornal

Enquanto vou continuando a “editar” as notas sobre a campanha e os seus resultados (mais para decidir o que não dizer), fico-me, por agora, por uma grande capa – mais uma! – do órgão central da “sonae”, propriedade do merceeiro hipertrofiado que atende ao nome de Belmiro.
Ali, assinalam-se os resultados, em percentagem, do PS (36%), seguidos dos do PSD (31%) e, num passe de mágica, salta-se para um número “batoteiro”, um misterioso 11, dos chamados independentes... ficando sem se saber claramente ao ver a capa pousada num quiosque, se são 11% de votos, se são 11 câmaras conquistadas.
No tinteiro, independentemente do que possa vir escrito nas páginas interiores, fica a informação sobre os resultados da CDU... que se eclipsaram! Foram sonegados! Censurados!!!
Na verdade, se não fossem uns indigentes, teriam que ter posto também na capa os números da CDU que, quer seja em percentagem de votos, quer seja em presidências de Câmaras, são significativamente superiores aos dos tais “independentes”, a saber:
CDU – Presidências: 34 (independentes – 11)

CDU – Percentagem: 11,1%  (independentes – 6,90%)
CDU – Votos: 552.273  (independentes - 344.566)

Podemos ainda juntar a isto a participação de eleitos da CDU em 58 executivos, em minoria, num total de cerca de 80 vereadores, para além das centenas de eleitos em Assembleias Municipais (746) e de Freguesia, estas, com 169 presidentes da CDU.
(Todos este números estão ainda sujeitos a actualização)

E esperavas melhor do pasquim do dono do “Continente”, Samuel? – perguntam vocês... e com razão.
Não! Não esperava! A única coisa que me faz ainda alguma impressão é imaginar o que vai na cabeça dos jornalistas (sim... ainda há jornalistas no “público”!) que fabricaram esta capa vergonhosa e dos que não a contestaram com firmeza, ainda que não tendo sido os responsáveis por ela.

22 comentários:

Judite Castro disse...

:(
Pois ...
Já esperávamos, mas não deixa de surpreender pelo despudor e a necessidade de tal manipulação da opinião pública.
:(

Olinda disse...

Terâ a ver com a vitôria da CDU ,em Grandola? A Camara de Grandola,tem um gabinete prôprio para tratar dos assuntos da Trôia Resort.Talvez se abra alguma caixa de Pandora,com a mudanca...

Um beijo

Anónimo disse...

Na página online desse jornal Silves foi PSD até à tarde de segunda-feira. Nem faço ideia se na versão impressa saiu a mesma informação mas valeria a pena verificar.

Anónimo disse...

Ora!!!.... O que se pode esperar de certos pasquins?! A verdade doí lhes muito mas o que querem? A CDU ganhou e muito bem e decerteza que não gastou o que outros gastaram na campanha eleitoral.
Vicky

Graciete Rietsch disse...

Continuemos a luta com coragem e confiança e o futuro será nosso, contra todos os que nos querem fazer desaparecer.

VIVA A CDU.

Anónimo disse...

nem nos pasquins escritos, nem nos pasquins televisivos, que também já começaram a deixar de fora a CDU. é fantástico!!!!
tadinhos, são tão transparentes!!!!

vovómaria

Maria disse...

Costumo comprar sempre os jornais no dia a seguir às eleições para poder, com calma, ver os resultados e fazer comparações com anos anteriores - sim, tenho os recortes de anos anteriores :)
Ontem não o fiz porque sabia que me ia incomodar. E já não tenho idade para isso. A CNE faz o mesmo efeito, e foi aí que andei a investigar o dia de ontem.
Título à parte, essa coisa dos independentes preocupa-me e incomoda-me.

Beijinhos

DM disse...

Mas esses ditos jornalistas, serão mesmo jornalistas, ou tão-só, bacirrabos, ou seja, a voz do dono?

augusta disse...

Com muito trabalho, honestidade e toda a confiança até em Santo Tirso, subimos! E não foi assim tão pouco...

Claro que é bem melhor para mim olhar e ver o mapa de vermelho bem pintado mais para sul...
mas em terras estas, a nossa luta continuará.
CDU sempre!

Daniel Rodrigues disse...

Lembram-se das capas do "Diário"
esse baluarte do bom jornalismo ?
Os tempos mudam só os bons jornalistas é que não mudam ao sabor
dos comissários de ocasião.
É assim Samuel, os outros sempre os outros que não escrevem,não dão importancia,aquilo que para nós é fundamental.O meu amigo sempre me saiu um queixinhas.

José Oliveira disse...

Olinda você desvendou o grande mistério do "desenvolvimento" de Tróia, ligado ao nosso mercieiro-mor, tio Belmiro.
Eu conheço pessoalmente o Sr. Carlos Beato do tempo do 25 de Novembro, quando ele foi saneado da Polícia Militar e foi parar a Coruche mais a esposa. Depois soube que tinha tirado uma licenciatura. Passado outro tanto vejo-o a concorrer à câmra de Grândola, donde a mulher é natural, a assumir a presidência pelo PS. Pegou-se com o PCP por causa da sede deste partido e, por magia, inicia-se a transformação da peninsula de Tróia no pior sentido. Este senhor gaba-se de ter sido um militar de Abril, fez parte da coluna de Salgueiro Maia, mas esqueceu-se contra quem foi feito o 25 Abril. Espero bem que a caixa de abra de par em par.

samuel disse...

Daniel Rodrigues:

Acertou completamente ao lado, caro Daniel…

Não estou a ser queixinhas, coisa nenhuma! Depois de um avanço desta envergadura por parte da CDU, em percentagem, número de votos, número de eleitos e presidências de Juntas e de Câmaras… ia queixar-me de quê?! :-) :-) :-)

Não! Destaco, entre tantos outros casos semelhantes, esta capa do "Público", como quem aponta um monte de bosta… apenas para tentar evitar que os amigos pisem… :-) :-) :-)

José Oliveira disse...

Caro amigo Rodrtigues, O Diário estava bem identificado, de que lado da barricada estava nesta luta de classes, portanto não tentava enganar ninguem, como fazem os jornais na posse dos grandes grupos económicos, como o Público.

Provoca-me disse...

Mas o público sempre foi do fascista do Belmiro?

samuel disse...

Provoca-me:

Desde o primeiro segundo!

Mesmo antes, aliás…

O malandrim estava tão interessado em ter esta arma e decidido a que ela fosse eficiente, que teve todo o corpo redactorial a trabalhar DURANTE UM ANO, fazendo o jornal todos os dias… mas que não era impresso. Pagava os vencimentos e a única "poupança" foi o facto de o jornal não ir para a gráfica.

Ainda hoje, como se sabe, o jornal "Público" é um investimento, mas não em si próprio, já que dá todos os meses um considerável prejuízo, que é coberto pelos outros negócios da SONAE.

Provoca-me disse...

Obrigado. Não sabia, nem fazia ideia que era desde sempre. Realmente só há um jornal português digno de ser lido e que dá o nome à nossa Festa.

Antuã disse...


As capas do Belmiro são as capas da sabujeira.

Olinda disse...

Acresce,que o controlo de redaccao ê da responsabilidade da filha do Belmiro.Pelo menos,o Avante nao
engana,estâ lâ bem escarrapachado:Orgao Central do Partido Comunista Portugues.

Um abraco

Anónimo disse...

A vitória da CDU, ainda poderia ser maior se tivessem integrado a coligação no Funchal.
Não percebo porque se pôem sempre de fora, não querendo fazer parte da solução!

Pintassilgo disse...


Daniel rodrigues chamar "O DIÁRIO" à baila é uma estupidez. Como já foi dito este jornal nunca deixou de se identificar e sempre disse de que lado estava. perdeu, Daniel Rodrigues, uma grande oportunidade de estar quieto.

Anónimo disse...

Grande vitória do pc e melancias.
Parabéns a ambos e parabéns ao Samuel.

Daniel Rodrigues disse...

Já dá para ver o Diário era um jornal alinhado como dizem e o Público não pode ser,não é assim
camaradas? O Público para ser como gostariam tinha que ser como o Diário.
Tirando as ofensas ao Belmiro,o que separa a javardice do comentador,apetece perguntar òh Samuel que raio de mal é que o Belmiro lhe Fêz?