sábado, 12 de outubro de 2013

Semear livros


“Se quiser divulgar, Samuel, as meninas cá do Porto ficavam-lhe ainda mais agradecidasBeijinhos

Há uns tempos, como relatei aqui, fui convidado pelas “meninas do Porto” da CulturePrint, para ajudar na apresentação de um livro que falava (fala) dos “contactos” de muitas pessoas, eu incluído, com o José Afonso.
Chamaram-me agora a atenção, por mail, para uma iniciativa a que estão ligadas, com várias outras editoras e “militantes da cultura”. Para divulgar essa iniciativa e agitar a monotonia, como poderão ver no vídeo e ler no texto que está abaixo dele, resolveram semear livros pela cidade. Muitas centenas de livros.
Tendo consciência de que se tivesse sido um qualquer clube desportivo a publicitar uma sua qualquer acção distribuindo bolas de futebol pelos bairros, as televisões e jornais não teriam falado de outra coisa... mas que esta coisa dos livros tem sempre que romper uma espessa barreira de indiferença, quando não é mesmo hostilidade por parte daqueles que acham a cultura uma coisa perigosa... aqui fica a minha participação na divulgação (a escolha da ilustração é minha) e um forte abraço às “meninas do Porto” e aos seus amigos e amigas.

7 comentários:

Anónimo disse...

hoje falaste de cultura... :)))))...

vovómaria

Jorge disse...

Bonito!

samuel disse...

Com livros também se pode rachar a cabeça ao governo, aos seus apoiantes e às suas políticas.

Até em sentido figurado! :-) :-) :-) :-)

Graciete Rietsch disse...

Grande iniciativa apesar de a cultura ser um bicho perigoso que pode produzir grandes estragos nos "iluminados" que por aí andam enchendo as nossas cabeças de ideias falsificadas.

Um abraço.

Maria disse...

muito bem!!!

bom domingo por aí.
abreijos

Anónimo disse...

Uma ideia genial espero que continue.
Vicky

Antuã disse...


Assim se vai fazendo a revolução.