sexta-feira, 9 de abril de 2010

Até onde é possível descer?



A excelsa ex-sindicalista da UGT e actual Ministra do Trabalho, Helena André, segundo o jornalista que ontem à noite reportava a sessão do dia na Assembleia da República, em vez de responder às críticas que foram sendo dirigidas ao executivo, optou por elencar as medidas e políticas “sociais” do Governo do PS nos últimos meses.

Teve ainda tempo e falta de vergonha na cara suficientes para protagonizar uma provocação tristemente acanalhada, ao afirmar que os partidos à esquerda do PS, quando dizem opor-se à pressão exercida sobre os trabalhadores que estão no desemprego, para aceitarem ordenados de miséria, estão na realidade a defender que «é melhor estar no desemprego do que estar a trabalhar». Confrontada por Bernardino Soares (PCP) com o facto de jamais alguma bancada ter afirmado tal coisa e desafiada a provar essas afirmações ou retirar o que havia dito, optou "corajosamente"... por ignorar o desafio.

Está no seu direito. Cada um consome os cogumelos alucinogénios que muito bem entende e profere as declarações que o seu fraco carácter lhe dita... mas o pior, aquilo que é intolerável, é que enquanto a senhora ministra, com Sócrates e os seus restantes cúmplices, vão elencando as maravilhas das suas políticas, a maioria dos portugueses vai alancando com as miseráveis consequências dessas mesmas políticas.

15 comentários:

Fernando Samuel disse...

Esta senhora está a mostrar, pelo que diz e pelo que faz, que a possibilidade de «descer» é infinita...

Um abraço.

Maria disse...

A mania de vermos o canal AR...
A mulher pode descer ainda mais baixo. Ainda mais. Rastejando...

Abreijos

jrd disse...

O que s pode esperar duma ex-xindicalista da tendência "Versace" que chegou a ministra.
Abraço

Mar Arável disse...

A senhora está ao nível

do seu cúmplice

Abraço

CS disse...

Que tem sido a UGT? Um ninho de canalhas!

o castendo disse...

Gostei desse jogo de palavras: elencando versus alancando. Nem mais!

donatien alphonse françois disse...

Exageraste no tamanho da cara da megera!

Fir disse...

«Cada um consome os cogumelos alucinogénios que muito bem entende e profere as declarações que o seu fraco carácter lhe dita». Concordo. Mas o problema não está apenas no facto de alguém dizer estas barbaridades, está em haver quem acredite nelas. Infelizmente, há portugueses a falar assim, pelo menos até o azar bater também à porta deles.
Quanto à ministra, o que é que se pode esperar de alguém que aceita fazer parte de um governo liderado por José Sócrates?

Miguel Jeri disse...

Esta gente usa argumentos de uma criança de 5 anos na esperança que a malta engula.

Jeremias disse...

É com gentalha desta que temos que viver? Porra que é demais, a mulher não se encherga? estes xuxialistas têm cada uma, devia estar com uma ganda piela ou então faça o favor de se demitir.

smvasconcelos disse...

A táctica é reincidente: o auto-elogio para despistar as misérias da política que praticam. Um nojo!
bjs,

LA PASIONARIA«!NO PASARÁN!» disse...

A UGT Central Sindical Amarela ao longo dos anos parida do MADISCA-CARTA ABERTA é uma aberração de uma estrutura sindical que desde a sua criação tem sido uma "caneta" nas mãos do patronato e dos diversos governos para assinar acordos com o fim de retirar direitos aos trabalhadores.
Pois não admira que "Gere" sindicalistas tipo Sara Andrè,Torres Couto e o actual presidente,gente que odeia os trabalhadores.
Saudaçôes Sindicais

Graciete Rietsch disse...

É realmente escandaloso o que esta ministra disse. Mas o pior é que eu tenho ouvido várias pessoas dizerem, de forma ainda mais directa, que os subsídios são em gramde parte uma causa de desemprego. Espantoso!!!!!!
Gostava de ver essa gente a viver de subsídios!
A luta tem que ser também dirigida para as mentalidades que andam tão distorcidas.

Um beijo.

Cloreto de Sódio disse...

Eu acho que a senhora, pelo andar do país e pelas atrocidades que o Governo a que ela pertence fez e ainda vai fazer, vai em breve ter muito sucesso como Ministra do Desemprego.

televisao disse...

Ao que isto chegou!!!
Este Governo tem gente de 5ª escolha. Discurso de 4ª categoria. Profissionais de 3ª classe. Politicos de 2ª linha e Malandros de 1ª!
Guilherme Leite