quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Movimento de solidariedade com Joaquim Pais Jorge *


É do tipo "esquecido" que tem dificuldade em lembrar-se de todas as coisas que tem que fazer? 
Tropeça nos números, perde-se com as horas, esquece as datas importantes e, por vezes, as outras também?
 Já lhe aconteceu ficar frente ao multibanco sem se lembrar do código?
 Já se viu em situações embaraçosas em que encontra pessoas que conhece mas cujo nome, tragicamente, lhe escapa por completo? 
Passa horas infindas à procura das coisas sem saber onde deixou as chaves, os óculos, ou o telefone?

Não consegue lembrar-se de reuniões em que participou... e quando, finalmente, se lembra de ter participado nas reuniões, não consegue lembrar-se do que lá se tratou?
Não se preocupe, há uma solução para si!
* Segundo as minhas “fontes”, as caixas de cápsulas e ampolas de “Memofante” estão a chegar, às centenas, ao gabinete do senhor secretário de Estado.



Adenda:
Entretanto, parece que, segundo o Governo, os documentos que demonstram a presença do senhor Pais Jorge em reuniões em que até ele acabou por se lembrar de ter estado... são documentos forjados.
É extremamente grave!
Fico agora à espera de começar, a qualquer momento, a ver chegar notícias da prisão dos jornalistas, chefes de redacção, donos de jornais e dirigentes de partidos da oposição... que estejam implicados neste gravíssimo crime destinado a derrubar membros do Governo.



Adenda 2:
Trau!!!
E vai mais um! Falta o resto da corja!



12 comentários:

Olinda disse...

Ele precisa ê de uma boa patada de elefante num sitio sensîvel!...

Um abraco

Rogério Pereira disse...

Recomendado também aos eleitores destes senhores... de preferência de uma só toma!

Maria disse...

O homem mete nojo, o elefante é uma 'doçura'...

:))))))

Graciete Rietsch disse...

O problema dele não é de falta de memória. É um caso bem mais grave. É falta de dignidade.

Um beijo.

trepadeira disse...

Às vezes uma pancada, bem dada, na cabeça resolve o problema, porque não experimentar?

Abraço,

mário

Maria disse...

Aquela do detector de mentiras sugerido ontem pelo Bernardino foi de mestre :-D

augusta disse...

Esquecidos. mentirosos. dignidade faz a esta gente muita falta.

É mais difícil destruir um preconceito do que um átomo - dizia Einstein. E tanta mentira e tanto esquecimento também - digo eu. Mas não sendo tarefa fácil, impossível também não.

Aumentemos o caudal dos rios, corramos em consciência, organizados e bem rápido a caminho do mesmo mar!

Por mais um post, uma partilha,
obrigada, Samuel.

augusta disse...

Esquecidos. mentirosos. dignidade faz a esta gente muita falta.

É mais difícil destruir um preconceito do que um átomo - dizia Einstein. E tanta mentira e tanto esquecimento também - digo eu. Mas não sendo tarefa fácil, impossível também não.

Aumentemos o caudal dos rios, corramos em consciência, organizados e bem rápido a caminho do mesmo mar!

Por mais um post, uma partilha,
obrigada, Samuel.

José Lopes disse...

Já sai tarde e com nossa pena, vai sozinho, sem a companhia de quem o apadrinhou!

Fernando Torres disse...

Pensei nessa "graçola" primeiro:

De Fernando Torres a 06.08.2013 às 20:13
Vejam esta, que assenta que nem uma luva a certas políticos:

"É do tipo "esquecido" que tem dificuldade em lembrar-se de todas as coisas que tem que fazer?

Tropeça nos números, perde-se com as horas, esquece as datas importantes e, por vezes, as outras também?

Já lhe aconteceu ficar frente ao multibanco sem se lembrar do código?

Já se viu em situações embaraçosas em que encontra pessoas que conhece mas cujo nome, tragicamente, lhe escapa por completo?

Passa horas infindas à procura das coisas sem saber onde deixou as chaves, os óculos, ou o telefone?

Não se preocupe, há uma solução para si."

Anúncio de Memofante!

Leiam:

http://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/5626052.html?thread=48387268#t48387268

samuel disse...

Fernando Torres:

Não quero ser "desmancha prazeres", caro Fernando… mas acho que os primeiros foram mesmo os publicitários que criaram o anúncio. :-) :-) :-)

Seja como for, o seu reparo foi útil para me levar até ao "Delito de Opinião" que, por distracção, já não visitava há muito… para meu prejuízo.

Saudações.

Fernando Torres disse...

Saudações e votos de bons textos!