terça-feira, 30 de agosto de 2011

Imposto sobre os ricos - Regressando à normalidade


No que respeita aos “temíveis” impostos sobre os ricos, por cá, alguns desses ricos nem querem falar do assunto, o Joe Berardo fala, mas não se percebe uma palavra do que diz, o Amorim diz que é um trabalhador e não é rico, outros debitam frases de belo efeito enquanto vão montando sedes das suas empresas em paraísos fiscais, para fugir aos impostos, Cavaco emite uns grunhidos, o Governo vai pensar, o Seguro está a ficar rouco...
Entretanto, lá por fora, onde esta “ciguêra” começou, com o número cómico de meia dúzia de ricos a "querer" pagar mais impostos, as notícias, como se pode ler, já estão a voltar à normalidade:
Quanto a Sarkozy e Merkel, resta saber até quando vão aguentar este número de “cara séria”, antes de se desmancharem a rir... e confessarem que foi tudo a brincar.
Taxar a sério os muito ricos! Então... podia lá ser?!!!

8 comentários:

Rogério Pereira disse...

Boa malha.

anamar disse...

Jamais... :))
Abreijo

J disse...

Eles enganaram-se no vocábulo...queriam dizer tachar(de TACHO).Lapsos de linguagem,dão nisto!

Abraço

Carolina disse...

Os políticos combinam assim com os ricos: "Olha, nós vamos dizer que vamos começar a taxar os ricos, mas é só para enganar o zé povinho. Mas tudo fica como sempre esteve. Não se preocupem. É só um truque para pensarem que essas medidas são justas e que são para todos."

Aristides Rodrigues disse...

Cambada de palhaços! (sem ofensa para os ditos)

Fernando Samuel disse...

E com este paleio vão desviando a atenção das pessoas daquilo que é essencial...

Um abraço.

Medronheiro disse...

Isto só muda quando espetarmos a faca no pescoço dos animais que grunhem e estão no poder.

GR disse...

Claro que eles não querem fazer mal a quem muito tem, quem se lixa sempre é o povão.

Bjs,

GR