terça-feira, 7 de outubro de 2008

50 anos de economia, militância, camaradagem... e de tudo o mais que se verá...



Cheguei há pouco de Lisboa, onde assisti a uma das muitas apresentações públicas do livro "50 anos de economia e militância" (para mim, a primeira), da autoria do nosso amigo Sérgio Ribeiro.
Sala cheia de amigos de todos os "matizes"... como o próprio Sérgio assinalou.
O Manuel Freire encarregou-se da abertura da sessão "fazendo de conta" que não tinha nada para dizer sobre o livro... tendo afinal, tanto e tão bem!...

Sobre o autor, para quem a ele não tenha acesso fora da blogosfera, o que escreve no seu "Anónimo do Séc.XXI", "Ficções do cordel", ou "Som da Tinta", fala por si. Sobre a capa do livro, direi que é muito bonita, inteligente e eficaz, coisas que, infelizmente, nem sempre andam juntas. Sobre o livro recuso-me (hoje...) a dizer uma palavra que seja, pois todas me farão imensa falta quando for apresentado aqui em Montemor-o-Novo e eu tiver que dizer alguma coisa sobre o dito. Nessa altura, para além do anúncio, aqui deixarei, certamente, o que tiver conseguido alinhavar.
Por hoje foi isto... e o agradável jantar muito bem conversado que se seguiu. Gente boa!...

6 comentários:

Ana Camarra disse...

Eu ainda assisti ao fim na Festa do Avante....
Foi só para fazer raivinhas!

Beijos

Fernando Samuel disse...

Que inveja!...

Um abraço.

Pata Negra disse...

E o Sérgio aqui tão perto.
Um abraço e parabens aos Sérgio

Maria disse...

E foi tão bom estar com... gente boa, como dizes.
E foi tão bom rever amigos que moram lá par o alentejo, e outros que moram mais pra norte... e os outros que moram mesmo por aqui...

Fico à espera da data da apresentação, aí.
E muito obrigada pelas "trovas do tempo que passa", que nem agradeci como deve ser...

Abreijos

samuel disse...

Maria

Deixa lá... também eu queria escrever umas coisas na capa do CD e "desqueci-me".
De qualquer maneira, os discos, sobretudo estes, não são feitos para se agradecer nem escrever neles... é mais para ouvir, mesmo. :)

Abreijos

Antuã disse...

E a luta continua. a apresentação do livro em Espinho é no próximo dia 11.