quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Apelo




Segundo leio, este foi o apelo que Miguel Sousa Tavares lançou ao larápio que lhe assaltou a casa da Lapa, em Lisboa, levando praticamente apenas o computador portátil onde o jornalista guardava os rascunhos e algumas ideias para dois dos seus próximos livros.

Sabendo do tipo de coisas privadas, documentos, contactos, o diabo a sete, que se guardam num computador pessoal, se isto for verdade, lamento.

Se for uma “malha” publicitária, é das boas.

Mesmo não tendo, de momento, nada para publicitar ou vender, ainda assim aproveito a frase (que é gira e fica no ouvido) para lançar também um apelo:

“Venha cá, escolha o que quiser, mas pelo amor da santa, não traga os livros que roubou ao Miguel Sousa Tavares!”

15 comentários:

Ana Camarra disse...

Por acaso parece um golpe publicitário...

salvoconduto disse...

Parece que és bruxo...

Abraço.

Pata Negra disse...

Se tivesse um blogue de notas nada disto tinha acontecido! É o que faz ser contra os blogues!
E com isto tudo, lá vou passar mais uma noite sem dormir! Ainda se fosse o mue computador, agora, logo havia de ser o de uma pessoa importante!
Um abraço preocupado

Anónimo disse...

Isto é tramóia publicitária... só pode...
Abraço

BlueVelvet disse...

Conhecendo-o como o conheço não me admira mesmo nada que seja golpe.
Por outro lado, está tão carregado que não deve precisar muito.
Veremos se o larápio dá à língua os segredos.
Abreijinhos

Maria disse...

Ahahahahahahahahahahahahahahah
O teu último parágrafo vale o post!

Abreijos! E mais abreijos!
(vem vindo ao clube!)

Justine disse...

Não sejas tão mauzinho, Samuel! E valha-nos o teu sentido de humor...

Anónimo disse...

-Se a condição é essa não há negocio possível.
aferreira

Fernando Samuel disse...

Apelo previdente, o teu...


Um abraço.

Antuã disse...

Se pega a moda de roubar computadores aos cretinos mais bem pagos do país!...

duarte disse...

ola samuel e blogueiros.tenho andado ocupado com outros bytes,mas fico desapontado com o "assalto?" ao MST... pois é o plano tecnológico,não está a resultar para ele... mas sempre tem a hipotese,d'ir a uma aulinhas de informática, onde apreenderia que é sempre conveniente fazer cópias de segurança(quando os trabalhos são importantes,claro).
se calhar oMST até apreendeu que não se deve fazer cópias de qualquer m... daí a falta que sente daquilo que escreveu (ou não)!!!
ass: um transmontano pouco preocupado.

TINTA PERMANENTE disse...

Já agora, se me fizer o favor de me acrescentar no apelo, escreva-me lá um post scriptum: os comentários televisivos também podem ficar com eles...

abraço.

Anónimo disse...

Olá Samuel

Parabéns está excelente.

Abraço

Talina

JRV disse...

Está bem visto, sim senhor. A ver vamos se se trata de um golpe publicitário ou não.

PS: o apelo a escolher outra coisa que não o portátil parece-me um bocado idiota. Se alguém foi a uma casa e só roubou um portátil, está visto que não queria mais nada. Mas sim, soou dramático e isso é que interessa.

jrd disse...

O ladrão(?) teve esta noite a liberdade de surripiar o livro, mas também pode ter sido de dia.