sábado, 4 de outubro de 2008

Magalhães há muitos!...




Ontem, um dos programas da RTP-N era uma coisa daquelas com a antena toda aberta e umas pessoas a telefonar para dizer o que pensam. Ontem era para se dizer o que se pensa sobre o Magalhães.

Ora bem, lá estava eu já todo lançado, a dizer à jovem da TV “olhe, jovem da TV, o que penso pessoalmente sobre o Magalhães, não é importante, aliás, nem seria agradável estar a dizê-lo assim, em público, mas sempre lhe digo que tenho alguma curiosidade em ver, isto se o ciclo de poder virar para o lado do PPD, quanto tempo é que o Magalhães leva até se “fatigar” de estar na oposição e arranjar uma excelente razão para mudar para a bancada laranja, com o mesmo fanatismo de “novo convertido” com que já mudou para o PS e...” e a jovem da TV “Desculpe, sr. Samuel?...” e só aí é que me dei conta que se tratava de dar opiniões sobre o outro Magalhães... o computadorzeco.

Pena... que isto não tenha de facto acontecido... quanto mais não fosse, para ver a cara da jovem da TV.

Parece mesmo que estou a ouvir o Vasco Santana... "Seu palerma!..."

9 comentários:

salvoconduto disse...

Sorte a minha que por estar com obras em casa! Tive que arrendar uma por dois meses e por isso estou "condenado" a não ver quer a RTPN quer a SIC Notícias, só tenho os 4 canais generalistas que, por motivos óbvios não vejo.

Quanto ao MAGALHÃES garanto-te que é um gajo porreiro, ia comigo muitas vezes à pesca até eu me converter a estas coisas da ecologia e ambientalismo...
Já estou com saudades das sandes de salpicão que se comia nos entretantos...

linhadovouga disse...

Esse Magalhães tem vindo à cabeça de alguns de nós - mas o seu lugar na história será ainda mais ridículo que o do ridículo computadorzeco...

Abraço

Jofre de Lima Monteiro Alves disse...

O Magalhães – falo do computador – é mais um elemento da famosa central de informação e propaganda do desgoverno, que apresentou o computador como sendo obra e engenho 100% português. O computador nem sequer foi inteiramente concebido em Portugal e é originalmente o Classmate PC, produto concebido pela Intel no sector dos NetBooks. Com papas e bolos se enganam os tolos... Boa semana com tudo de bom.

Maria disse...

Há muitos, e uns quantos são tão ridículos... até o computadorzeco, de dimensões mínimas, é ridículo... só brincadeirinha, mesmo.

Abreijos

duarte disse...

o pior,ao que eu entendi,é que este computador podia ser , de facto completamente português! mas claro, a intel falou mais alto... e para quê DAR TRABALHO,já que ele já existia noutrs bandas(este tb vai dar a volta ao mundo)?

Fernando Samuel disse...

Entre o magalhães e o magalhães...
«chapéus há muitos»...


Abraço.

zambujal disse...

Valha-nos o Fernão, o da circumnavegação!

Hertz disse...

os Magalhães sempre estiveram ao serviço de quem paga bem

Lúcia disse...

Entá vá - para a próxima liga. Mas, antes, vem aqui avisar a malta pra rirmos todos um bocadito:)