quarta-feira, 22 de outubro de 2008

E para a próxima, faz o quê? Beicinho?!



Reconheço que qualquer apreciação que faça sobre Cavaco Silva, está à partida ferida de morte pelo facto de achar o homem um reaccionário, ainda por cima, daqueles tão desinteressantes, que não são sequer um desafio para qualquer espécie de debate.

Mesmo assim, está a tornar-se insuportável, por tão ridícula, esta mania recente de promulgar leis, como esta sobre o divórcio, como se estivesse a isso obrigado pelo cano de algum revólver, mas fazendo questão de debitar carradas de considerandos sobre as leis que promulga, sempre (coerentemente, diga-se) conservadores e assaz despropositados, já que a ser verdade que as leis em causa são tão terrivelmente “prejudiciais, injustas, mal feitas tecnicamente, etc, etc,”... então por que cargas de água é que a criatura, as promulga?

Temo o que possa vir aí, quando for “obrigado” a promulgar a nova lei do Estatuto dos Açores, a tal em que ele perde o “poder” número 327/8 (se não me engano) que, ao que parece, lhe faz imensa falta para não ter que ouvir não sei quem, quando quiser dissolver a Assembleia Legislativa Regional, coisa que, diz quem sabe, a nossa Constituição já diz que ele teria de fazer, de qualquer maneira... (“ouvir os órgãos regionais” deve mesmo querer dizer “ouvir os órgãos regionais” todos, digo eu...)

Será que vamos assistir, para nossa vergonha e grande aflição da Primeira Dama, à cena degradante do Presidente a espojar-se nos relvados do Palácio de Belém, esperneando e gritando histericamente?

Sou pessoa para gostar de dar a minha risada de vez em quando, mas essa... dispenso!

12 comentários:

salvoconduto disse...

Porque teimas em falar de "coisas" tristes?

Abraço.

Lúcia disse...

Ora aí está uma cena que eu gostava de ver...
Beijos

do zambujal disse...

Tenho passado a correr, sem deixar comentários, por razões de força maior... Agora a maior força para vir logo aqui foi a da razão de não ver aquela fotografia daquele senhor, e assim conseguir ler o teu texto (porreiro, pá!) sem lhe ver a fronha.

Um grande abraço

Maria disse...

O gajo que vá espernear para outro lado porque Belém é demasiado próximo daqui, bolas!

Não suporto esta cara. Tenho alergia, mesmo.

Abreijos

Crixus disse...

Espero que aqueles que puseram a cruzinha à frente desta cara nas ultimas presidenciais se tenha apercebido daquilo que fez.

Dona Sra. Urtigão disse...

Fora de contexto: não sei se me poderias informar quanto $ aproximadamente seria necessario para estar-se em Portugal viajando por diversos cantos,cerca de 30 dias, com padrão "econômico", ou seja hospedarias baratas, transportes idem, assim como alimentação...Não precisas pesquisar, apenas supor...
Agradecida...

Ad astra disse...

pronto ja me actualizei :)


e ele já não fez birra e quase ponha o pais em choque para falar do "nosso" estatuto...

Não da próxima vai mesmo é mandar fechar os Açores, por rebelião traição à mãe pátria.

Fernando Samuel disse...

No entanto, há uma enorme coerência neste homem: ele foi o primeiro-ministro mais inculto e agora é o mais inculto presidente da república...


Abraço.

heretico disse...

pesporrência(s)...

se queres conhecer o vilão... mete-lhe a vara (do poder) na mão...

abraço

amigona avó e a neta princesa disse...

Com que então a apassear?!!! Eu, ausente, nem tempo tive para ter inveja!!! Lindo, lindo, lindo! Mil abraços á vóvó e para ti milhões de
abreijos...

Ana Camarra disse...

Pronto se calhar faz...
Afinal é o homem que raramente tem duvidas e nunca se engana.
Duvidas, eu também!

Pata Negra disse...

Porra, quando abri o blog parecia que tinha entrado numa escola primária daquelas que tinham a foto do Carmona!
Afinal não! Foi só para dizeres que o PR anda preocupadamente preocupado com coisas que não me preocupam.
Um abraço escavacado