terça-feira, 7 de outubro de 2008

Sarah Palin, "Alaska"



Não resisto a surripiar este cartoon ao Vítor Dias. Reconheço que não será lá muito simpático, insinuar que a senhora Sarah Palin é demente ou débil mental, mas...

Uma pessoa que se candidata ao lugar de vice presidente do país mais poderoso e agressivo do mundo com “trunfos” como:

- Apresentar como qualificação para lidar com a Rússia, o facto de a Rússia poder avistar-se a do Alaska.
- Achar que a invasão (ilegal) do Iraque pelos EUA é “um desígnio de Deus”.
- Acreditar que o mundo existe há seis mil e poucos anos, que é o resultado sa soma que alguns (poucos) fanáticos fazem das idades de personalidades do Velho Testamento.
- Afirmar (na sequência da crença anterior) que os nossos antepassados conviveram com os dinossáurios.
- Sempre que responde a uma pergunta mais complicada, ou que não estava combinada, como se pode ver em vários vídeos no “youtube”, mete os pés pelas mãos e ao fim de alguns segundos, já ninguém faz ideia de sobre que diabo está a falar.
- Esta sua mais recente “arma” de campanha, absolutamente indigente, sobre a alegada simpatia de Obama por terroristas (assim, na generalidade), por ele ter conhecido vagamente e trabalhado para a mesma instituição de solidariedade social, que um conhecido radical dos anos sessenta, sendo que na altura dos factos que classificam este como radical, Obama tinha oito anos de idade...
- Etc, etc, etc...

Como dizia, uma pessoa com estas “características” põe-se muito a jeito para ser qualificada como um bocadinho fracota dos neurónios.

Da mesma maneira, um povo que, não só admitiu ter esta “croma” como candidata, como já fez dela uma vedeta e lhe segue os gostos nos penteados, óculos e roupa, que já são moda... não dá de si uma imagem muito melhor.

13 comentários:

Mia disse...

Efeitos da crise. Já nem há melhores candidatos. Será? Vou evadir-me para outra galáxia.
beijinho

salvoconduto disse...

É a demonstração de que parte daquela sociedade está gravemente doente. A dita senhora é apenas um sub-produto.

Maria disse...

Esta coisa que vai acontecer lá nos EUA um dia destes parece mais "a luta dos ridículos por uma cadeira"...
Pena que sejam estes os tipos que mandam no Mundo.
Olha, tou assim, hoje...

Abreijos

Anónimo disse...

Os robertos

Anónimo disse...

Samuel, cada povo tem os políticos que merece. Outro dia, ao vagabundear pelo Youtube, encontrei um vídeo de uma pesquisa em que o entrevistador questionava os transeuntes de Nova Iorque a localização geográfica de alguns países. Noventa por cento deles erraram a localização do Iraque, quarenta por cento disseram que a Austrália fica na América do Sul e coisas desse tipo. Com um elevado grau de conhecimento geográfico como esse apresentado pela pesquisa, nada mais me surpreende em relação aos filhos do Tio Sam. Lamentável!

Anónimo disse...

Ainda vai havendo "Gauleses" para dar cabo deles!...e cada vez há-de haver mais...
Helena

Aristides disse...

Mas só o facto de ser mulher entusiasma analistas tão perspicazes como o JMF do Público. Acha ele, entusiasmadíssimo, que qualquer que seja o resultado, os EUA vão fazer História, porque ou ganha um negro ou vai uma mulher para a vice-presidência. Não há dúvida, é mesmo caso para ficarmos entusiasmados...de morte!
Abraço

Justine disse...

O pior é que estes "cromos" também nos afectam a nós...

alex campos disse...

Ora que esta...e eu que era contra a igualdade das mulheres. Sempre achei que elas deveriam continuar superiores. Assim, tenho que rever as minhas deduções, convicções. Enfim.

um abraço

Fernando Samuel disse...

Fracota dos neurónios: fiquemo-nos por aí...
(só que: possível vice-presidente dos EUA - e, portanto, possível futura presidente dos EUA...)

Um abraço.

éme. disse...

Pois...
Estou mesmo ali com o comentário anterior... dizer que é fracota dos neurónios parece-me coisa tão brandazinha de se dizer...
mas vá, fiquemo-nos por aí...

BlueVelvet disse...

Uma delícia o cartoon.
E já viu um vídeo com ela a ser exorcizada numa igreja para lhe tirarem o diabo do corpo??
Ah, pois.
E já pensou que se o "cabeça de pila" ( desculpe, mas é como chamo ao McCain), ganhasse ( Vade retro) e lhe acontecesse alguma coisa seria ele a Presidente.
Valha-nos Deus!
Abreijinhos

Antuã disse...

Esta é a vil tristeza a que chegámos. Só nos resta continuar a luta mesmo rindo quando apetece chorar.