quinta-feira, 4 de julho de 2013

Crise política – Uma pessoa lembra-se de cada coisa...



A meio da viagem intercontinental, na classe “executiva” a bordo de um “Tristar” do último modelo, o charmoso multimilionário “VIP”, atira à azougada hospedeira com quem conversava divertidamente havia horas:
- Acha que por dois milhões de dólares seria capaz de ir agora mesmo fazer sexo comigo?
A hospedeira, afogueada e rindo muito:
- Não sei... seria um caso a considerar...
- E por duzentos? – atirou ele de chofre.
- Então?!!! Ora essa... acha que sou alguma prostituta?!!!
- Bem... na verdade, essa parte está já esclarecida. Nesta segunda fase estava apenas a tentar negociar um preço melhor!
Agora porque carga de água me fui lembrar desta estória ao ler as notícias sobre Paulo Portas... isso é que eu gostaria de saber!

14 comentários:

Anónimo disse...

por que será???...

vovómaria

Anónimo disse...

Realmente, ele há cada lembrança...
Para mais, de uma porta que nunca deve ter sido penetrada!

Rui Silva

Adelino Ferreira disse...

A tua estória fez-me lembrar o caso dos submari
nos. E se calhar é por isso que o Porcas fez
marcha a tráz na queda do desgoverno.

GR disse...

Este teu subconsciente não para e como ele trabalha bem!

BJS

GR

Anónimo disse...

Será que o vendido é ele?!!!
Vicky

do Zambujal disse...

Sim! Porquê?
Embora neste caso (como em todos?...) tão prostituto é o que se vende como é o que compra.

Isto eestá um xafurdice (saiu-me esta palavra!)

Um abraço

Antuã disse...


Não há vergonha nenhuma.

São disse...

rrrssss

Muito estranho, realmente...

Nuno disse...


O "Catarine Deneuve" enlouqueceu de vez.

Este bicho é dos seres mais exóticos que entretém a malta no circo da politica tuga.

trepadeira disse...

E vale assim tanto o asqueroso?

Abraço,

mário

Anónimo disse...

Definitivamente, o portas e o passos devem ser definitivamente catalogados na categoria de palhaços ! Ou seremos nós os palhaços que não corremos com esta gentalha ? A esta hora, os telejornais aventam a hipótese de portas passar a vice-primeiro ministro e abarbatar a pasta da Economia. Não ficou barato ao passos, mas o cavacal já pode proclamar outra vez a baboseira da estabilidade política. Ou seja, ontem demitiu-se por causa da nomeação da Madame Swap, hoje já pode continuar no governo com a mesma senhora. Afinal, quem estava mal era o Álvaro. Percebe-se bem: ainda falta privatizar a TAP, as Águas e os CTT, portanto há que continuar a vender os bens do povo português, a preço de saldos, aos amigalhaços. Que nojo, meus senhores, que clima fétido.

António Melo

Graciete Rietsch disse...

Sempre a ironia assertiva!!!

Um beijo.

Olinda disse...

Tanta promiscuidade,faz vir ä nossa memôria anedotas como esta.Estamos perante uma situacao de verdadeira pornografia polîtica.Ê o quem dâ mais e baixa mais as saias.Tudo a Bem-da-Nacao.

Um beijo

Maria disse...

O gajo é isso tudo e mais um par de botas, mas tu és tão mauzinho... :-D :-D :-D :-D :-D

Abreijos