sábado, 20 de julho de 2013

A montanha da “salvação nacional” nem chegou a parir o rato – Aquilo era mais “gases”...



António José Seguro subiu um ponto na minha consideração! Confesso que a sua figura nunca me mobilizou o suficiente para tentar conhecer, mais aprofundadamente, os meandros do seu pensamento. Assim, não me é possível saber se disse NÃO por uma questão de convicção... ou em resultado das pressões – algumas acompanhadas da ameaça de cisão – de alguns sectores do seu partido.
Enquanto a posição do PS for a de cumprir o “memorando de entendimento”, como eles gostam de chamar ao tratado de capitulação que co-assinaram com atroika, era indiferente que houvesse, ou não, acordo nesta “marmelada salvacionista” inventada pelo brilhante intelecto de Cavaco Silva.
Independentemente da minha discordância com o PS quanto à questão de fundo, teria ficado bem mais impressionado se Seguro tivesse levado o tempo que um grande líder de um partido que se pretende de oposição deveria ter demorado a dizer não: cerca de dez segundos.
Pessoalmente, quero crer que uma fortíssima contribuição para o NÃO de Seguro, foi dada, afinal... por Passos Coelho. Na verdade, foi sempre transparente a irritação que esta vingança de Cavaco lhe provocou, o que o levou a passar todos os dias que durou esta “negociação”, ocupado a dinamitar qualquer hipótese de acordo. Comportando-se publicamente como um garoto malcriado, como um simples provocador... como o calhordas que já demonstrou ser.
Como dizia um amigo, só tenho um “adjectivo”: gostei!
Agora, a bola foi devolvida a grande velocidade em direcção à cara de Cavaco Silva. A bem da sua dentadura, espero que seja capaz de a agarrar.
Como terá aprendido com os exemplos dos indígenas, durante a sua mais recente visita de Estado... o verdadeiro Presidente... é o “cagarra”.

14 comentários:

Olinda disse...

Agora ê que o presidente "tâ caga...rrado"! Segue-se mûsica de danca...

Um abraco

Anónimo disse...

Acho que o Seguro não merece que se lhe suba ponto algum. Se ele fosse um homem de convicções nem sequer se sentava para provar o banquete e assim só veio revelar que a qualquer momento está disposto a "alinhar" como é aliás típico dos PS ou não fosse Mário Soares o grande culpado disto tudo.
JM

Adelino Ferreira disse...

Não! é o canilha!

Adelino Ferreira disse...

Não! é o canilha!

Anónimo disse...

Fala-se muito, hoje em dia, de "despedimento colectivo".
Dos que trabalham, está claro.
E que tal uma coisa dessas para esta corja:
Cavaco, o Pensionista
Passos Coelho, o Chupista
Portas, o Malabarista
Seguro, o Oportunista

Enquanto isso não acontecer, estamos "cozidinhos".

Anónimo disse...

... "o verdadeiro presidente é..." É muito bommmm!!! :))))
o resto, "é isse!..."....

vovómaria

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Eu espero que o Presidente da República a mais correcta das ilações fruto desta trapalhada toda, que é o de dar a voz ao Povo Português para que o mesmo se pronuncie sobre o rumo a dar à...sua vida, e a Portugal.
Outra "solução" jamais servirá os supremos interesses da população portuguesa nem o país em si próprio.

Graciete Rietsch disse...

Será que merece subir? Quais as suas verdadeiras intenções? O que estará por trás desta decisão? A ânsia do poder para fazer mais do mesmo?. Veremos. Mas não lhe dou a minha confiança.

Um beijo.

Antuã disse...


De qualquer forma não me sinto seguro com o Seguro.

Pintassilgo disse...


Quando é que o Cavaco renuncia?

Anónimo disse...

Dez segundos, ou menos... Mas a haver eleições, o "namoro" vai continuar. Portanto, porque não fazer já a "corte"!?
E amanhã é Domingo, há conversas de fim de missa e assim andamos neste "alterne" de trinta anos...

M. D.

Bolota disse...

" António José Seguro subiu um ponto na minha consideração! "

Samuel,

E na minha desce 3 ao não querer nada com a esquerda. Alias, o PCP nem lhe passou cartucho o BE tentou e foi o que se viu.
O Rosas até vinha de lado com a forma como foi tratado.
Moços, em Baleizão chamam a esta gente, farinha do mesmo saco ou a poia é a mesma o cheiro é que é diferente.

Sabem o que achei engraçado??? Andava a reunir-se uma porrada de vezes por dia, nos intervalos mandava cartas usn ao outro.

Apetece-me dizer: 25 de ABRIL SEMPRE, Fascismo NUNCA MAIS.

Mamei um prato de pipis e tá a dar-me um sono dum corno acho que vou dormir a folga.

Abraços

samuel disse...

Bolota:

Apesar destes pequenos "fiascos"… vou continuar a insistir em não colocar aspas em todas as frases irónicas que escrevo, como esta de o Seguro subir um ponto na minha consideração, depois da triste figura que fez… quanto mais não seja, porque me dá gozo não explicar (pelo menos algumas vezes) as piadas e alfinetadas que envio a este ou aquela… e ficar à espera dos resultados. :-) :-)

Abraços.

Bolota disse...

Samuel,

Abraços

Mas desde que vi o Carlos do Carmo como mandatario do Costa em lisboa, O Represas a apoiar não sei quê do PSD em Sintra e por ai fora...

Mais um abraço