terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Sócrates - a fantástica arte do "achismo"



Artefacto achado em Pompeia (sem os óculos)


Este homem não tem nada que se pareça com uma linha de pensamento. Reage unicamente a estímulos externos, sempre ditados pelas "necessidades" dos grandes interesses. Este homem vale menos do que os fatos que veste, embora obviamente haja que goste do género.

Este homem cada vez que sai à rua "acha" coisas diferentes.

O país "ganhou" um engenheiro medíocre... e perdeu, quem sabe, um excelente arqueólogo.

20 comentários:

Ana Camarra disse...

Samuel

Só gostava que ele não nos tivesse encontrado.

beijos

Camolas disse...

Politicos de ocasião, "conforme é o toque assim é o baile", conservar o poder a todo o custo, para servir de bandeja a ganância.

Swt disse...

Belíssima imagem!
Sou pouco viajada, mas já estive em Pompeia... nunca me esqueço que, ao voltar a Portugal, logo à chegada, no aeroporto, tive a sensação que eramos uma potência mundial!! eheheheh

duarte disse...

olha que entre perdidos e achados , ninguem o reclamava...quanto a mandá-lo para arqueologia, preferia que fosse espeleologia...sempre dava para explorar o buraco das finanças portuguesas.

Maria disse...

Ontem lembrei-me de Brecht. É que este homem é um ignorante político...

Maria disse...

ooops... queria dizer analfabeto....

GR disse...

Por acaso até gostava de “o” encontrar, mas o dito ou é muito covarde ou não gosta de trabalhadores, ou ainda, tem vergonha do ridículo que é, então esconde-se.
No Porto entra pela porta de trás, em Aveiro coloca um cordão policial a 200 metros dele. Enfim!
Ontem mais uma vez nada disse.

GR

Pata Negra disse...

Por momentos quase estremeci que tinhas partido a mola da tecla f! Mas afinal está tudo bem - acho!
Um abraço por Fócrates

Fernando Samuel disse...

E se o mandássemos achar artefactos?...


Um abraço.

uma arqueóloga disse...

A classe arqueológica dispensa bem achados destes. Já bem basta o que este senhor e os seus discípulos "acham" do património nacional.
Ele que vá mas é achar o cérebro dele. Se é que alguma vez o teve...

Antuã disse...

A mãe dele é a culpada. Bem o podia ter abortado. Seria um dom para os portugueses.

Dulcineia disse...

E nós todos (ou alguns, que outros bem beneficiados saíram) é que pagamos as favas...

Lídia Craveiro disse...

Este homem há cinquenta anos atrás seria um ditador da estirpe do Salazar, ou pior. Tem caracteristicas de personalidade psicóticas( arrogancia, desvalorização do outro, pouco conhecimentos do outro, vive fora da realidade, etc...),é alguém perigoso e como tu dizes não pensa, reage a estimulos externos. Agora digo eu, se ele é tudo isto imagina os outros que governam com ele...

Lidia

Daniela Costa disse...

Eu vi a entrevista ao 1ºministro e ouvi tambem as reacções dos partidos da oposição e não achei na verdade grande diferença a nivel intelectual entre ele e os opositores.O que me pareceu em ambos os casos foi que já começou a campanha eleitoral.Mas estejam todos prevenidos porque os eleitores,na situação económica em que nos encontramos,vão decidir entre quem fizer alguma coisa para minorar os seus problemas,e não em quem se limitar a fazer criticas.Penso desculpa se ficarem melindrados com a minha opinião,mas uma não tenho a craveira intelectual de V.Exas.

samuel disse...

Cara Daniela Costa

A senhora tem todo o direito de ser admiradora, apoiante, defensora, fã... o que quiser, de José Sócrates. Não precisa de se colocar (falsamente) à defesa.
Digo falsamente à defesa, porque o seu "não tenho a craveira intelectual de V.Exas." trai o seu desprezo pelas nossas "excelentíssimas" opiniões.
Se Sócrates minorou os SEUS problemas, considere-se uma pessoa de sorte. Parabéns!

Volte sempre.

fj disse...

felizmente que estive a trabalhar e como não tenho TV...não VI/ouvi.
Bem! Os óculos são uma enovação!
Abraços.

fj disse...

* inovação

inovação
inovação
inovação
inovação
inovação

Marina Costa disse...

Pois volto,não votei no PS,nem sou admiradora ou fã do 1ºministro,e tambem Sócrates não me minorou nenhum problema.Tambem desde já lhe digo que tambem não sou fã de nenhum dos lideres da oposição,nem os acho intectualmente muito superiores a Sócrates.Gosto de ler as vossas opiniões e tambem as de outros comentadores,há algumas de que me aproximo mais e outras menos,mas não deixo de as ler.Digamos que sou uma cidadã como a grande maioria que tenho uma visão politica das coisas,mas não uma visão politico-partidária.Mas o que me desagradou mais foi comentarem a pessoa,quando o que interessa são as politicas.Estamos a atravessar uma situação nova porque não me lembro de assistir a uma crise global,e receio bem que ninguem possa afirmar qual é a receita milagrosa para lhe fazer frente,portanto o que menos precisamos é de assistir a um debate em que Governo e oposição já estão a fazer as contas eleitorais.

Daniela Marina Costa disse...

Peço desculpa mas no meu comentário não me identifiquei devidamente,eu sou Daniela Marina Costa

samuel disse...

Cara Daniela Costa

Tem "V.Exa" (estou a brincar) alguma razão, aqui e ali, só que as políticas não caem dos céus, não são congeminadas nem aplicadas pelos anjos e, portanto, por vezes não há como escapar a comentar as pessoas de carne e osso que estão por detrás delas.
Não poucas vezes, as políticas são bem a cara de quem as cria e aplica.
Opiniões desapaixonadas e independentes são sempre bem vindas.

Abreijos