sábado, 3 de janeiro de 2009

Vá lá! Agora todos juntos e sem querelas z... z...



(Escultura de Ron Mueck)

Atendendo a que, educadamente, já dei a vez a toda a gente mais velha, mais nova e todos os outros, para comentarem à vontade a estimada Mensagem de Ano Novo de Sua Excelência o Presidente da República, posso agora dar também o meu parecer, não que tenha alguma coisa de original para dizer, mas para arrumar o assunto e deixar de falar disto.

Cavaco Silva acertou nalgumas latas com as bolas de trapo, embora não as tenha deitado abaixo. Pelos vistos, está preocupado com o desemprego, a destruição da agricultura portuguesa e a situação dos agricultores, tudo coisas que não existiam enquanto foi Primeiro Ministro, claro. Está preocupado com a devida fundamentação e rigor orçamental nas grandes obras públicas, tudo coisas que nunca foram um problema durante os seus governos, como, por exemplo entre muitos outros, esse grande ícone da transparente orçamentação que é o Centro Cultural Berardo, perdão, de Belém.

Podia continuar a falar de coisas preocupantes que, tal como as anteriores, nunca por nunca existiram no tempo do “cavaquismo”, mas o importante é deixar-me de “querelas institucionais” e seguir em frente.

Aos que dizem que Cavaco teve um discurso duro para com o governo, direi que talvez não seja duro... é mais, sei lá... rígido. Acho que o termo técnico é rigor mortis.

11 comentários:

salvoconduto disse...

Eu cá por mim "internava" os dois no CCB e fechava-o para obras...

Bom fim de semana.

Maria disse...

Ele bateu com a cabecinha na parede antes de ir para Belém e esqueceu-se de tudo o que fez...
É preciso ter descaramento...

Abreijos

duarte disse...

ó samuel...outra vez o boneco?
é claro que o estado do homem é de rigor mortis...mas depois deste longo coma de que tem sido vítima...olha paz à sua alma.que deus o leve ou que o diabo o carregue, e já agora que leve os "conselheiros".
abraço do vale

Antuã disse...

o Homem esquece-se do que fez quando foi Presidente do Conselho de Ministros. Mas foi aí que começaram as políticas criminosas de maioria absoluta. Com mais ou menos bronca, ou bronco, os portuguesitos vão gramando a pastilha. Até quando?!...

Joao Carlos disse...

"ao sétimo dia de bombardeamentos, foram mortos seis palestinianos, três dos quais crianças."
Com a indiferenca dos líderes do mundo democrático da treta, o povo de deus continua a luta contra o terrorismo. Depois da guerra de prevencao do bush agora temos a guerra de antecipacao dos judeus.
É evidente para todos que estas criancas serao os terrorista do futuro.

BlueVelvet disse...

Acabou-se a doce entente. LOL
Abreijinhos

do zambujal disse...

Nesta farsa, cada um com o seu papel mesmo que tenha de ser o contrário do representado na farsa anterior. O que é preciso é ocupar a malta...
Abraço amigo (sabes? estou com dificuldade em me adaptar ao teu novo formato...)

Pata Negra disse...

Há uma coisa com que Cavaco não deve estar preocupado, é com ele próprio - há gandas vidas!!!
Uma coisa aposto, se em vez dele fosse eu que tivesse feito o meu discurso, na TV, teria tido outro impacto. Dessem-me a mesma cobertura mediática e o povo português ficaria todo atento ao que um tipo normal como eu teria para dizer. Agora do Cavaco e do Sócrates, só meia dúzia de mentes politizadas é que se deram a esse trabalho! Era o que faltava! Ouvir os inócuos! Votar neles ainda vá que não vá! Agora, ouvi-los?!!
Um abraço sem discurso

Fernando Samuel disse...

Mas será que o homem foi mesmo primeiro-ministro durante dez anos?
Se foi, não parece...


Abraço.

nike shoes disse...

can you email me: mcbratz-girl@hotmail.co.uk, i have some question wanna ask you.thanks

googler disse...

hermes birkin bag
hermes birkin
hermes bag
hermes handbags
gucci handbags