segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Tomar medidas




O Ministro da Justiça manda retirar caixas Multibanco dos Tribunais.

Provavelmente é a resposta “musculada” do Ministério dirigido pelo Doutor Alberto Costa à série de assaltos que as referidas caixas sofreram nos últimos tempos, pondo a ridículo a segurança dos nossos tribunais.

O Sindicato dos Funcionários Judiciais acha que é uma medida ridícula... e acha muito bem, pois já que os cidadãos se habituaram a contar diariamente com o sistema Multibanco para levantamentos de dinheiro, pagamentos urgentes e toda a sorte de outras operações, tem toda a lógica que se possa aceder a este serviço em tribunais, repartições de finanças, etc, onde nem sempre se pode esperar para estar aos balcões para utilizar os terminais aí existentes, se os houver e onde não me parece que seja possível levantar dinheiro, fazer consultas, transferências, "carregar" um telemável que está mesmo a ser necessário... e por aí fora.

Os representantes do Sindicato dizem ainda que a coisa certa a fazer seria reforçar a segurança nos tribunais. Dizem muito bem, só que estamos a falar de um Governo, que para “reforçar” a dita segurança, mandou instalar na entrada de alguns Palácios da Justiça máquinas detectoras de metais, para impedir a entrada de armas, mas que colocou a tomar conta das benditas máquinas (quando estão ligadas) funcionárias administrativas que, perante o já confirmado grande número de indivíduos que tentam entrar armados, na esmagadora maioria, com armas ilegais, não têm poderes nem para os identificar, nem deter, nem sequer apreender as armas... apenas podendo esperar que os tais indivíduos não levem muito a mal a chamada de atenção. Estamos, portanto, a falar de um Governo e de um Ministro da Justiça ridículos, que obviamente tomam medidas ridículas.

Não quero estar a dar ideias... mas se começarem a retirar também as restantes caixas multibanco do país, os próprios bancos, as bombas de gasolina, ourivesarias, minimercados, tabacarias, lojas de bebidas... sei lá... dentro de algum tempo poderíamos ter a totalidade do território nacional completamente terraplanada, sem uma única coisa minimamente assaltável e logicamente, passaria a só haver assaltos em Espanha.

Pensem nisso, Srs. Ministros!

12 comentários:

salvoconduto disse...

Preto! Ia fazer um post sobre o mesmo assunto.
Graças ao Ministro da Justiça isto agora parece que vai. Já era tempo de os ladrões serem postos na ordem e afinal até é fácil, basta retirar o móbil do crime! Eureka! Dói-me mas tenho que reconhecer, mais uma vez, que este governo apesar do que para aí dizem, ainda tem gente que agarra os problemas de frente!

Não sei se ele aceita cunhas, mas pelo menos vou tentar sensibilizá-lo para ver se ele deixa ficar uma caixa ATM do Montepio que existe aqui ao lado e que me faz muito jeito. Eu até me comprometo a vigiar a caixa aqui da janela e alertar a polícia sempre que alguém a tente assaltar, porque eu sei bem quanto custa investir em sistemas de alarme que custam os olhos da cara e logo agora em tempo de crise. Penso até propor na associação de moradores que se organize uma escala para nos pormos a vigiá-la, que eu só não chego para as encomendas. Ainda pensei numa câmara de vídeo mas parece que estão pela hora da morte.

Em todo o caso, obrigado Sr. Ministro e por favor, não desista, deixe-os falar!

E tu não seja má língua!

Abraço.

Maria disse...

Brilhante!!!
:))

Abreijos

Anónimo disse...

Pelo menos, as caixas multibanco, não acredito que as mandem tirar todas.
Então, este governo alguma vez ia estragar o negócio dos seus amigos banqueiros?
- É que, ao que consta, parece que é agora que estão a pensar concretizar o seu velho anseio de cobrar 1,5€ por cada levantamento...(é só "sacar"!)
Estou a escrever este arrazoado todo, apenas porque me parece importante assinar a petição contra esta medida e o "Cantigueiro", com a visibilidade que tem, é um óptimo meio para a divulgação.
Quem o pretender fazer pode consultar um blogue bem interessante: o "olhar à esquerda"; depois, é seguir o link.
Desculpe, Samuel, a ocupação de tanto espaço.
Um abraço
Rui Silva

poesianopopular disse...

Eles consomem toda a verba com a sua própria segurança, basta ver quanto custa a segurança de um Ministro!
Um polícia à porta da residência durante 24H, na deslocações , carro motorista, ao lado do motorista um gorila, logo imediatamente atraz, outrto carro com mais três gorilas, e que ninguém ouse intrometer-se entre eles.
Por este exemplo avaliem o resto!
Abraço

rms disse...

Bombas de gasolina podem ficar, porque o senhor que manda nelas veio há uns tempos pedir aos ladrões para não as assaltarem porque trazem prejuízos e colocam em causa postos de trabalho.

Antuã disse...

É assim mesmo Sr. Ministro!... Deixe-os falar e que a estupidez nunca lhe falte.

raivaescondida disse...

http://raivaescondida.wordpress.com/2009/01/25/premio-dardos/

samuel disse...

Salvoconduto:
Como não acabar por falar das mesmas coisas? Elas entram-nos pelos olhos dentro...

Maria:
Presumo que estás a falar de Sua Excelência, o Senhor Ministro... :))

Rui Silva:
Pois... os amigos banqueiros não devem achar muita graça. Este espaço é para ocupar à vontade!

Poesianopopular:
É tudo uma questão de segurança.
Nós, por exemplo, estamos bem seguros do que pensamos deles...

RMS:
Bom... então assim, pelo menos esse problema fica resolvido.

Antuã:
Descança que não faltará!


Abreijos colectivos!

Adriana disse...

Parece que estou comentando coisaas do Brasil...que pena!

Fernando Samuel disse...

Não estás a ver a «coisa»,Samuel: então se mandassem vigiar as caixas multibanco como é que tinham polícias para prender trabalhadores, estudantes e outros delinquentes semelhantes?....


Um abraço.

Chefe disse...

Meu velho, tem um selo lá pra ti:

http://manualdobigboss.blogspot.com/2009/01/olha-que-blog-maneiro.html

Grande abraço e sucesso!!!

samuel disse...

Raivaescondida:
Está recolhido e publicado. Obrigado!

Adriana:
Felizmente também temos algumas coisas boas em comum.

Fernando Samuel:
Realmente, antes ficar sem Multibanco do que permitir que essa gente ande por aí à solta... :-)))

Chefe:
Igualmente recolhido e publicado. Obrigado e apareça sempre!


Abreijos colectivos!