sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Um homem na cidade




A cidade

A cidade é um chão de palavras pisadas
a palavra criança a palavra segredo.
A cidade é um céu de palavras paradas
a palavra distância e a palavra medo.

A cidade é um saco um pulmão que respira
pela palavra água pela palavra brisa
A cidade é um poro um corpo que transpira
pela palavra sangue pela palavra ira.

A cidade tem praças de palavras abertas
como estátuas mandadas apear.
A cidade tem ruas de palavras desertas
como jardins mandados arrancar.

A palavra sarcasmo é uma rosa rubra.
A palavra silêncio é uma rosa chá.
Não há céu de palavras que a cidade não cubra
não há rua de sons que a palavra não corra
à procura da sombra de uma luz que não há.

José Carlos Ary dos Santos
(Musicada e cantada por José Afonso)



Fui hoje acordado às nove e tal da manhã por um amigo do Porto, dizendo que tinha gostado de me ouvir cantar Ary dos Santos, havia poucos minutos, na Antena 1. O telefonema teve vários efeitos, sendo o primeiro, lembrar-me que não devo ir para a cama às seis da manhã. Depois, que sou um grande nabo a publicitar coisas, pois o Viriato Teles bem que me tinha informado desta iniciativa da rádio pública e eu bem podia não me ter esquecido de a anunciar.

De qualquer modo, o importante não era avisar uns tantos amigos de que em tal dia e hora podiam ouvir-me a cantar na rádio, mas sim assinalar o facto de a Antena 1 se ter lembrado do José Carlos Ary dos Santos no ano em que já contamos 25 anos desde a sua partida, fazendo, desde terça-feira passada, duas passagens diárias de canções dele, acompanhadas de algumas palavras sobre o poeta e interpretadas por alguns dos cantores que tiveram o privilégio de gravar os seus poemas. Hoje, perto das nove da manhã era eu, com o “Llanto para Alfonso Sastre y todos”.

Esta iniciativa termina hoje, com mais uma canção que irá para o ar às 20:12h.

Independentemente do que possa vir ainda a acrescentar a esta homenagem durante o resto do ano, a Antena 1 está de parabéns pela ideia.

9 comentários:

Lídia Craveiro disse...

Era bom que a rádio passasse cantores portugueses, como tu, que tem algo muito importante a dizer pelos temas e autores que cantam. Esses sim fazem falta á nossa juventude para que absorva outro tipo de cultura musical que leva ao pensamento e á interrogação. Dessa forma se pode fazer a diferença na construção de uma sociedade portuguesa nova.

Abraço

Lidia

Maria disse...

Vou estar atenta mais logo à Antena 1. Mas o que eu queria mesmo era que no dia 18 a rádio e a TV lhe prestassem a homenagem que ele merece...

Abreijos
(6 da manhã? a copiar-me?)
:)))

Viriato disse...

Maria:
Quanto às outras rádios e às televisões, não sei. Mas a Antena 1 vai fazê-lo, sim senhor: no próximo domingo, dia 18, às 22 horas, numa emissão especial conduzida pelo Macedo e pelo Carvalheda (António e Armando, respectivamente) em que participam o Fernando Tordo e o Nuno Nazareth Fernandes.
Quanto a ti, Samuel, é só para dizer que gosto sempre de te ouvir. Principalmente de madrugada... :-)
Abreijinhos.

samuel disse...

Viriato:

:-)

Anónimo disse...

Saudades, tenho muitas de ouvir Ary no palco 25 de Abril na Festa do Avante:
Estarei atenta dia 18, pela informação que me dão tenho boas razões para esperar um bom programa.
Um abraço
Lagartinha de Alhos Vedros

BlueVelvet disse...

Que pena não ter sabido. Era dois em um: ouvir-te e lembrar Ary dos Santos.
Abreijinhos

Fernando Samuel disse...

ARY SEMPRE!



Um abraço.

Prec disse...

Ainda me lembro ... pequenina, de o ouvir bem à minha frente a declamar a sua poesia... e eu quase sem respirar.
Por cada passo atrás, há sempre dois em frente ... continua a acreditar!

technology disse...

prada bags
prada wallets
prada bag
prada handbag
prada handbags