quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Copenhaga – O “negócio” da Natureza



A chuva lavou tudo. A luz, o ar, as ruas. Levou parte do frio, levou quase todas as folhas das árvores, que estão agora no chão, pintando tudo de uma cor lindíssima e indefinível...

A Natureza a mostrar que muda de aspecto e estado de humor como quer, exactamente quando quer. Sempre de forma esplendorosa! Mesmo quando ferida. Mesmo quando perde a cabeça e se manifesta, poderosa e irresistível, nas catástrofes.

A Natureza mostrando todos os dias a pequenez daqueles que tentam “negociá-la”, mas que não conseguem ver para além dos seus próprios, egoístas e mesquinhos interesses.

9 comentários:

vovó disse...

sei que sou suspeita... :)... e que pode parecer mal... mas não reisto a dizer, que este post etá um deslumbramento de beleza e de lucidez.

e prontssss...
vovó Maria

smvasconcelos disse...

Esta fotografia é belíssma!
Sim, que ninguém ouse sobrepÔr-se à natureza e muito menos negociá-la em proveito próprio.
bjs,

Maria disse...

Perco-me com esta foto!
A Natureza agradece estas palavras, serenas, lúcidas (olá vovó) e sábias...

Abreijos

Almeida disse...

E os cegoss que não Vêem esta beleza?

ranholas disse...

a imagem e o texto estão um primor...

Fernando Samuel disse...

Lindo! - tudo: a foto, o texto...

Um abraço.

frutinha disse...

sobre o tema actual e título deste post, sugiro uma visita [AQUI].

Há muito para ver, ler e aprender sobre estes negócios sobejamente camuflados...

Blog de excelência!

Parabéns! Desejo muita força para continuar!

Membro do Povo disse...

Dá que pensar. Debate-se o clima e as energias renováveis, milhares de espécies terrestres e aquáticas entram em extinção, plantas tangencias contaminam plantações Biológicas, a exploração petrolífera contamina solo selvagem... mas eles debatem o clima.

samuel disse...

Vovó:
Então?!!!

Smvasconcelos:
Mas tentam...

Maria:
É pouco... mas sincero.

Almeida:
Nós nem sonhamos aquilo que os cegos vêem! Quem realmente não vê a beleza são os imbecis e outros que tais...

Ranholas:
Agradeço... pelo texto.

Fernando Samuel:
☺ ☺

Frutinha:
Boa dica! Sempre!

Membro do Povo:
Eles debatem as suas bolsas...



Abreijos colectivos!