terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Sociopatas




Em perfeita concordância com as obscenidades contra os trabalhadores e os seus sindicatos, que o patronato tem vindo a proferir nos últimos tempos, aí os temos! Contra a proposta de aumento de 25 euros no salário mínimo para o próximo ano, os patrões contra propõem apenas 10 euros de aumento.

Isto enquanto as suas prostitutas e amantes por conta (para além das “legítimas”) se passeiam de festa em festa, de spa em spa, de cirurgia plástica em cirurgia plástica, de estilista em estilista, de joalheiro em joalheiro, estoirando milhões e “gastando aos cem” muito mais do que as “bombas” milionárias em que se fazem transportar. Alguns e algumas têm mesmo a desfaçatez de brilhar à noite em galas de caridadezinha a favor dos desfavorecidos... alguns dos quais eles próprios despediram durante o dia.

Se já é difícil, por vezes, manter um diálogo sereno com os defensores do capitalismo e a sua sagrada economia de mercado, então quando alguém defende este género de capitalismo selvagem, criminoso e verdadeiramente sociopata...

12 comentários:

Daniel disse...

Problema velho, velhíssimo. Já Leão XIII, um papa que eu gostaria de ver canonizado, falou disso na encíclica Rerum Novarum.

Maria disse...

É-me difícil comentar este post. Porque tudo o que escreves me cheira a mofo, muito mofo, e antigo...
Por momentos recuei muitos anos no tempo. Que chatice...

Abreijos

alex campos disse...

Com o "ps" o patronato sempre esteve de cavalo.

um abraço

Aristides disse...

E, ainda assim, exigem e obtêm do governo contrapartidas pelos aumentos miseráveis que, ainda assim, contestam.Cambada!
Abraço

smvasconcelos disse...

É o despudor descarado e desavergonhado, a que é impossível ficar indiferente e não caracterizar esta gentinha como energúmenos dum capitalismo demoníaco.
bjs,

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

"...as obscenidades..." surgiram, e muitos se lembrarão da Legislação datada de de Dez./1976, e assinada pelo Sr. Dr. Mário Soares enquanto salvo erro 1º M de Portugal, deu azo a que surgissem os . . . contratos a prazo.
Não acedimento de o patronato na sua versão mais reccionária, aceder a um aumentozinho de 25€ no salário minimo nacional, e "coitadinhos" propõem 10€ (!!!) que é menos de metade, daquilo que, propõem as centrais Sindicais.
Amigos, os antigos e alguns novos "lordes da economia" em Portugal e protegidos por um Governo (dito) Socialista, será que vão conseguir, chegar ao que querem, em detrimento daquilo que há muito, que, quem costrói riqueza não tem tido o devido direito?.
Está na mão de quem apesar de "relativamente" Governar o País, dizer SIM, ou NÃO.

duarte disse...

sociopata? é o ser humano na sua mais evoluida fase: animal.
e poucos se safam. mudar o mundo , é educar os nossos filhos e esquecer os fdp.
abraço do vale

Antuã disse...

E eles gostam tanto da caridadezinha!...

Hilário disse...

EM TODOS OS GOVERNOS DO PS OS TRABALHADORES SEMPRE SOFRERAM AS MAIORES BARBARIDADES DO PATRONATO
E VÃO CONTINUAR A SOFRER,INFELIZMENTE.
VAMOS CONTINUAR A NOSSA LUTA, O NOSSO DIA CHEGARÁ.

UM ABRAÇO

Crixus disse...

Também tenho um carinho especial por estas "confederações patronais". É curioso que nunca acharam positivo um aumento do salário minimo, por eles nem haveria tal coisa ou, no máximo, estaria no valor de 1981. Sim, porque a vida está cara para todos.

Um abraço (não para as confederações, entenda-se)

Fernando Samuel disse...

25 euros de aumento?!, quase um euro por dia?! nem pensem nisso, seus gastadores, tomem lá 33 cêntimos e não digam que vão daqui. E poupem, não sejam estragadões, que a vida está má para todos...

Um abraço.

samuel disse...

Per tutti:
Resumindo... não podemos dar-lhes descanso!


Abraço!