sábado, 12 de dezembro de 2009

Tony Blair, Bush, Aznar, Barroso - O gang da Cimeira das Lajes, ainda à solta...



O escroque e criminoso de guerra Tony Blair, que recentemente nem conseguiu juntar apoios suficientes para ser nomeado presidente (da treta) da União Europeia, cargo (da treta) criado pelo Tratado (da treta) de Lisboa, continua igual a si próprio. Numa altura em que o envolvimento do Reino Unido na invasão criminosa do Iraque é seriamente posto em causa, reage, subindo substancialmente o seu nível de arrogância, afirmando que mesmo que soubesse da não existência das tristemente famosas armas de destruição massiva, teria invado o Iraque da mesma maneira.

Primeiro, o pomposo arrogante, ainda acha que alguém pensa que ele estava convencido da existência das tais armas.

Segundo, já quase toda a gente entendeu que o que estava decidido era invadir o Iraque, independentemente do pretexto escolhido.

Terceiro, é absolutamente obsceno que este traste, em vez de, juntamente com a bestas George Bush e Aznar e o seu indigente criado Durão Barroso, ter já sido julgado, condenado e preso por crimes de guerra, ande em vez disso, a alinhar palestras umas atrás das outras e sendo pago principescamente por cada uma delas.

9 comentários:

Pata Negra disse...

Não lhes desejo o destino de Saddam mas acho que, ele mais os quatro, deviam ter tido a mesma sorte, não a morte por sentença mas um julgamento justo. Em resumo, falta um na fotografia, enforcaram-no!
Um abraço com os olhos na fotografia mais porca da história recente

Juvenal disse...

Palavras para quê?

"A informação dos serviços secretos britânicos de que Sadam Hussein podia lançar um ataque químico em menos de 45 minutos foi obtida através de um taxista, que terá ouvido uma conversa de dois soldados iraquianos..." ... ... ... ... ... ...

cetautomatix disse...

O julgamento de criminosos de guerra é como as inspecções aos arsenais nucleares.

Maria disse...

Para o ocidente & amigos é este o modelo de 'gente democrática'. Todos eles sabiam que não havia armas de destruição massiva no Iraque. Mas tinham que o invadir, sabemos porquê.
Julgados e condenados, sim, era o que eles TODOS deviam ser. E os que seguem a mesma política de invasão de países soberanos.

Abreijos

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Esta rapaziada que aparece na foto, não poderá cair debaixo da alçada do T. P. I. (Tribunal Penal Internacional) por crimes eatntados contra terceiros !?.

Irlando disse...

Mais do que andar à solta,está a ser muito bem pago.Os "camelos" que paguem.

Antuã disse...

Os tempos estão favoráveis aos criminosos execráveis. Até quando?

Fernando Samuel disse...

Olha, também falei da besta: coincidências...

Um abraço.

samuel disse...

E quem nos diz que se continuarmos a falar das bestas, para usar a excelente classificação do Fernando Samuel, pelo menos alguns dos escroques que arruinam o mundo não acabarão por ser punidos?


Abreijos gerais!