terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Democratas de fancaria



Está aberto o precedente e inaugurada uma nova etapa da tão propalada “mudança” nas políticas da Casa Branca, sob o “Efeito Obama”.

A partir de agora, sempre que os EUA idealizarem, desenharem, financiarem e garantirem apoio logístico a um golpe de estado em qualquer país da América Latina, ou em qualquer parte do mundo, em vez de esconderem ou admitirem o crime, conforme as conveniências, como faziam antes, passarão a brindar a comunidade das nações com um espectáculo idêntico ao que levaram à cena agora, nas Honduras, fazendo passar por idiotas (menos aqueles que não deixarem, claro!) os povos e dirigentes de todos os países do globo.

A partir de agora, sempre que, tal como nas Honduras, os EUA idealizarem, desenharem, financiarem e garantirem apoio logístico a um golpe de estado, para derrubar um governo legítimo que não lhes agrade e substituí-lo por um fascista qualquer, como Micheletti, ou um grupo de fantoches que tenham na mão, o modus operandi será mais ou menos este:

1. Criar, financiar e ajudar a executar o golpe, afastando o Governo ou Presidente indesejado, substituindo-o por um qualquer lacaio.

2. Declarar publicamente que “condenam” o golpe, mostrando “grande preocupação”.

3. Não fazer nada para que a legalidade seja reposta.

4. Se o Presidente legítimo deposto mostrar grande resistência e gozar de forte apoio popular, começar a insinuar que essa resistência e apoio popular é que são os culpados pela “tensão” no país.

5. Encenar umas “negociações” que não levem a nada, propondo de imediato a realização de “eleições livres” em que o Presidente legítimo não possa participar.

6. Fazer ganhar o candidato dos golpistas.

7. Apoiar publicamente o “novo presidente” e dar vivas à “democracia”.

8. Esperar que a comunidade internacional, uns por interesse, outros por pura cobardia, aceitem esta farsa como acto eleitoral.

9. “Incentivar” fortemente os indecisos a darem o seu “apoio”.


Apenas uma pergunta paira nos corredores do poder da Casa Branca:

- Será que ainda conseguimos continuar a "enganar" milhares de fazedores de opinião, por esse mundo fora?

- Yes, we can!

14 comentários:

Anónimo disse...

Os fazedores de opinião não precisam de ser enganados. Eles sabem o que se passa...
Precisam é de continuar a ser devidamente remunerados.
É isso que faz com que eles "façam opinião"!
(e quanto melhor a remuneração, melhor a opinião... a favôr do dono, claro!)

Anónimo disse...

o "anónimo" anterior sou eu!
Rui Silva

samuel disse...

Rui Silva:
Era o que eu queria dizer... espero que com as aspas se "veja" melhor... :-)))

Abraço!

gabriela disse...

Foram imensos fazedores de opinião, vendilhões do templo, que os levaram ao poder e levarão quaisquer outros desde que os EUA queiram.
Cada vez mais, comandar os Orgãos de Comunicação é ter O PODER.

UdL disse...

Felizmente (ou aparentemente) parece não ser bem assim:

http://diario.iol.pt/internacional/honduras-ibero-americana-tvi24-cimeira-golpe-de-estado/1106979-4073.html

Falta agora o nosso triste governo assumir uma posição depois de se esconder atrás da conveniente condição de anfitrião da festa.

Antuã disse...

E os EUA irão continuar a enganar os que querem ser enganados.

Maria disse...

Deverão os uruguaios por-se a pau, desde já...

Abreijos

Julieta R. Ferreira disse...

Atenção. A chapelada funcionou.

Conseguiram inflacionar os votantes.

Ali até os mortos devem ter votado

amigona avó e a neta princesa disse...

É triste não é?
Abreijos e bom feriado...

Graciete Rietsch Monteiro Fernandes disse...

Nem comento de tão revoltada que me sinto. Abraços.

Fernando Samuel disse...

Este teu post é um excelente «manual do golpe de Estado da era Obama»...

Um abraço.

do Zambujal disse...

Muito bem, amigo. O teu guião das alternativas para fazer desavançar a democracia - sem se olhar a meios - é uma excelente actualização de matéria dada. Todos os povos têm os seus michelettis. E se os controlam, se os põem a ferros ou com açaime, aqui d'el-rei que os direitos humanos e etc.

Um abraço

Justine disse...

E vivá hipocrisia instituída!

samuel disse...

Gabriela:
Daí a cegueira pelo seu controlo.

Salvoconduto:
Quem não ficaria?!

UdL:
... ou aparentemente, sim.

Antuã:
Alguns vivem mesmo disso...

Maria:
A “inteligência” da CIA já deve estar a trabalhar.

Julieta:
Entre as chapeladas e os que seguiram o apelo de boicote feito por Zelaya...

Amigona:
Muito! Também por aí!

Graciete:
Por vezes faltam palavras, sim!

Fernando Samuel:
É antigo... mas modernizaram alguns procedimentos, por conta da “mudança”.

Do Zambujal:
Não querias mais nada? Esses vão a julgamento quando já têm mais de oitenta anos e estão muuuuito doentinhos...

Justine:
...que é o que se vê all over.


Abraços em barda!