quinta-feira, 16 de abril de 2009

Apenas para ajudar...





Nos últimos anos e ainda com maior expressão nos últimos meses, a realidade tem-se abatido regularmente sobre as “previsões” económicas, tanto do governo como do Banco de Portugal, com a suavidade de verdadeiras saraivadas de pedras da calçada... e com o efeito esperado, estraçalhando-as.

Umas vezes, o governo é surpreendido. Outras, o que é verdadeiramente surpreendente é a falta de talento de Sócrates e dos seus ajudantes, para fingirem que não se “enganaram” propositadamente para servir os seus fins políticos.

Outros falarão a sério e bem, possivelmente já aqui na caixa de comentários, sobre a dureza das consequências destes “enganos e desvios”, geridos de forma irresponsável por um governo ao serviço dessa grande fraude histórica que é o “socialismo democrático”, moderno e popular (na versão Sócrates).

Pela minha parte, sempre no intuito de ajudar, proponho ao governo e ao Banco de Portugal acabarem com todas as previsões, projecções e estudos, despedirem Vítor Constâncio, que é pouco mais que inútil, arranjarem um pequeno gabinete com umas cartas de Tarot, contratarem a Maya, que é uma pessoa que “mesmo gosta” de ser contratada e criarem a Secretaria de Estado dos Bitaites.

9 comentários:

salvoconduto disse...

Olha que a mim parece-me essa secretaria já está criada. Pelo menos a fazer fé nos dois que vi há pouco a mandarem bitaites, o Vital e o Vitorino...

Maria disse...

Ai como é bom passar um serão a ouvir música... e as nossas cantigas...
Não vi nem ouvi nada, nem telejornais nem debates. Hoje tirei folga.
Mas acho que essa tua idéia da Secretaria dos Bitaites com a abelha (até podia ser um Mi(ni)stério) não é má de todo, e a abelha ajeita-se...

Abreijos

Antuã disse...

deixar lá a avelha ou o vitinho o resultado é o mesmo. Ambos são aldrabões.

Ana Camarra disse...

Subscrevo!
Devia de ser mais barato!

beijos

Pata Negra disse...

Os erros são tantos que o melhor seria acabarem com a profissão de economista! Quanto ao Sócrates ele, ainda hoje, não acredita como é que um traste como ele pôde chegar a primeiro ministro! Não admira, portanto, que finja que não se engana.

Um abraço para acabar de vez com as secretarias

jrd disse...

Convenhamos que há que "admirar" a constância do Constâncio.

XICA disse...

Lolllll. Uma proposta muito dentro do prazo para ajudar aqueles, cuja governação esgotou a imaginação e criatividade.

Fernando Samuel disse...

Ontem o chefe do BES disse: «A Banca está sã e recomenda-se»; e a «jornalista» Maria Elisa disse: «A Banca portuguesa é das mais modernas do mundo»...


Um abraço.

Swt disse...

Por falar em Secretaria de Estado...estive ontem numa conferência com a Secretária de Educação dos E.U.A. E...correu mal, já que a senhora atravessou o Atlântico para nos dizer que pouco se sabe como as coisas vão e,que, melhor dizendo, se se sabe, sabe-se pouco. E usava a pergunta retórica: Where do we go from here?
Enfim. Eu vim de lá sem saber rigorosamente mais NADA do que já sabia quando para lá fui...
ehehehehehheheheheheh