sábado, 23 de janeiro de 2010

Favores em cadeia



Ao fim de tantos anos de uma tão frutuosa relação de amizade com Portugal, o FMI é já uma instituição beneficente que não necessita de apresentações. Já todos o conhecemos de ginjeira!

Presentemente o seu presidente, ou lá o que lhe chamam, é este senhor francês, Dominique Strauss-Kahn. Trata-se de um indivíduo carregado de dignidade e credibilidade. Pertence ao selecto grupo de altos dirigentes do Partido Socialista Francês que depois das últimas eleições presidenciais, ganhas pela direita, se venderam descaradamente ao Presidente Sarkozy. Uns foram mesmo para o Governo, outros, como este Dominique, aceitaram altos cargos internacionais.

Uma das funções do FMI, para além de, sob a capa da “ajuda”, esmagar e escravizar económica e politicamente pequenos e médios países, um pouco por todo o mundo, é a de dançar esta dança macabra dos medos, que em combinação com os escroques que estão à frente dos países em dificuldades, tem como objectivo vergar as lutas e reivindicações dos trabalhadores desses mesmos países. As tácticas são as mais variadas. Uma delas é esta que agora tentam aplicar a Portugal:

Primeiro, Constâncio, do alto da sua poltrona no Banco de Portugal, “avisa” o Governo e os cidadãos de que é precisa uma grande contenção salarial e até, se possível, o congelamento de salários na Função Pública.

A seguir, vem o FMI, pintando um cenário de desgraça iminente para os portugueses, “aconselhar” o Governo a fazer cortes salariais.

Finalmente, vem outra vez o sonso Constâncio dizer que não senhor!, que é lá isso?!, que ainda não se justifica chegar a tanto... se fizermos sacrifícios. Nomeadamente o congelamento dos salários!

Fica no ar uma pergunta: Estes canalhas fazem estes favores uns aos outros gratuitamente, ou cobrarão “cachet”?

15 comentários:

Maria disse...

Como comem todos à mesma mesa, uns dias pagam uns (nós) outros pagam eles (os outros). São da mesma família. A mãe deles é que não devia ter nascido...

Abreijos

Miguel Jeri disse...

Há umas semanas, penso que até foi a esse propósito, o FMI cometeu a proeza de fazer o Bagão Félix ripostar e parecer um gajo preocupado com as questões sociais... pelo menos através do meu rádio.

Parece o esquema polícia-bom polícia-mau desviado à direita.

vermelho disse...

Estão engajados da pior maneira!
Lamento a ausência, mas não tem sido possível.
Abraço.

salvoconduto disse...

Oh balhame nossa senhora d´Agrela! Fui aos anos da minha sobrinha, voltei contente, liguei a tv para ver no AXN os globos de ouro que não tinha visto, ok, fiquei a saber quais os filmes premiados, longe de saber que também eu ia ter um prémio. Quando acabou liguei para as notícias e lá recebi o prémio, aquele de que também escreves, do Vitor Constâncio. Cuidei logo de deixar agradecimento lá no meu blogue.

Abraço.

Antuã disse...

é uma corja.

Fernando Samuel disse...

Só gente com altos salários está em condições de decretar... «o congelamento dos salários»...

Um abraço.

Justine disse...

Eles têm meios de se compensarem uns aos outros pela troca de favores...

Camolas disse...

Provérbio Cabo-verdiano

"Eles fazem de conta que me pagam muito e eu faço de conta que trabalho muito".

maria povo disse...

Canalhas que cobram "cachet", sim!!!! estão nos pedestais da sociedade corrupta e dos interesses!

Canalhas cujo "cachet" é a VIDA de milhões de pessoas!!!!

CANALHAS, CANALHAS, CANALHAS!!!
até um dia....

Irlando disse...

Chafurdam na mesma pocilga.Desculpa mas com esta gente não se pode ser meigo.

outroeu disse...

é por causa disso que vou ouvindo cada vez mais o zé mário e o seu fmi...
para cobrar cachet é preciso pagar direitos de autor, o problema é a quem pagam esses sacanas tal direito. e de que autores estamos a falar? dos autores da desgraçada miséria humana?o próprio ser humana, tal besta feita,por nunca ter deixado de sê-la. essa é a triste realidade. Quando um pobre encontra uma poltrona, raramente a cede, esquece o que foi ser pobre e explorado e vocifera:" que façam pela vida como eu fiz!".
a saida é só uma... o tempo.
abraço do vale

Almeida disse...

Eles têm muita constância a roubar-nos.

São disse...

Eu fico tão nauseada que até fico sem grande capacidade de exprimir o que ISTO me provoca.

Bom fim de semana.

rosa-dos-ventos disse...

ah grande descarado de Constâncio!
primeiro o salário dele merecia um grande corte e para terminar, o congelamento. é prciso descaradeza!

samuel disse...

Maria:
Acho que pagamos sempre nós...

Miguel Jeri:
Já não é a primeira vez que o governo “socialista” dá essa oportunidade a Bagão Félix.

Vermelho:
Todos ligados por interesses inconfessáveis...
O possível é suficiente... ☺ ☺

Salvoconduto:
Nunca devemos deixar de lhes agradecer devidamente. ☺

Antuã:
E que corja!

Fernando Samuel:
É a visão distanciada de quem está efectivamente muito longe dos problemas...

Justine:
E isso vê-se à vista desarmada.

Camolas:
Está na altura de deixar de fazer de conta... e votar noutros.

Maria Povo:
Direi mesmo... canalhas! ☺ ☺

Irlando:
É uma espécie de habitat natural...

Outroeu:
O FMI, do Zé Mário, claro!, é uma bela banda sonora para tudo isto...

Almeida:
Constantemente!

São:
É um dos efeitos secundários, sim. ☺

Rosa-dos-Ventos:
Mexer no salário de Constâncio? Então?! Brincamos com coisas sagradas?!


Abraços de lés a lés!