domingo, 17 de janeiro de 2010

Miguel Torga (poesia em prosa...)



"O Douro sublimado. O prodígio de uma paisagem que deixa de o ser à força de se desmedir. Não é um panorama que os olhos contemplam: é um excesso da natureza. Socalcos que são passadas de homens titânicos a subir as encostas, volumes, cores e modulações que nenhum escultor, pintor ou músico podem traduzir, horizontes dilatados para além dos limiares plausíveis da visão. Um universo virginal, como se tivesse acabado de nascer, e já eterno pela harmonia, pela serenidade, pelo silêncio que nem o rio se atreve a quebrar, ora a sumir-se furtivo por detrás dos montes, ora pasmado lá no fundo a reflectir o seu próprio assombro. Um poema geológico. A beleza absoluta."

(Miguel Torga, Diário XII).

9 comentários:

Maria disse...

São dois poemas: a prosa e a foto. De cortar a respiração...

Abreijos

Eliane disse...

Uma beleza única, imagem e texto.
Uma benção para os olhos.

smvasconcelos disse...

É o "reino maravilhoso" do Torga, que ele tão bem registou.
Grandiosa, a foto.
bjs,

Fernando Samuel disse...

Belo, tudo: o texto e a foto.
Excelente homenagem ao Poeta no dia em que passam 15 anos da sua morte.

Um abraço.

gabriela disse...

Lindo!
Abracinho

Eduarda disse...

Sim,este é o «aviso» de entrada,às portas de Galafura-S.Leonardo de Galafura-soberbo e deslumbrante cenário para quem ama e sente a alma da Natureza...ali fiquei muda e assustada.Maravilhada!Como é lindo e apaziguador este espaço,depois de «pisado».Estive lá duas vezes.
O Douro(«o menino»,como lhe chamei)dorme num sono profundo.É o «reino maravilhoso»,como já foi referido.
Visitem este lugar sagrado.Torga SABIA,oh se sabia!

Graciete Rietsch disse...

Também por lá passei. Fiquei deslumbrada!!!! A fotografia é maravilhosa e o texto é.....Miguel Torga.
Um beijo.

Daniel disse...

Portugal em destas surpresas, quase contradições. Um país pequeno onde cabem paisagens imensas e hoemns como Miguel Torga.

samuel disse...

Maria:
Este pequeno pedaço do Diário “persegue-me” há anos...

Eliane:
Dá vontade de ir...

Smvasconcelos:
Por vezes... criou mesmo!

Fernando Samuel:
Nenhum texto melhor do que um dele próprio...

Gabriela:


Eduarda:
É isso! Ele sabia!...

Graciete Rietsch:
Decididamente... agora tenho que ir lá...

Daniel:
Abençoadas contradições!


Abraços generalizados!