terça-feira, 12 de janeiro de 2010

À vista desarmada


"Pinóquio" - Gerald McDermott

João Salgueiro, economista, ex subsecretário de Estado do Planeamento de Marcello Caetano, ex Ministro das Finanças de Pinto Balsemão, ex presidente de vários bancos, foi fazer uma visita a Cavaco Silva e à saída resolveu fazer um pouco de campanha eleitoral pelo ainda Presidente da República, proferindo umas evidências (mais discutíveis umas que outras) sobre Sócrates e o seu Governo.

Carregou bastante na ideia de que Sócrates é um mentiroso, fabricante de discursos "cor de rosa". A telefonia, durante toda a viagem a Lisboa e regresso a casa, mais a televisão, durante o jantar, massacraram-me com as declarações do homem.

Não vejo razão para tanto entusiasmo. Não é preciso ser físico nuclear... nem economista, ex subsecretário de Estado do Planeamento de Marcello Caetano, ex Ministro das Finanças de Pinto Balsemão e ex presidente de vários bancos, para saber que Sócrates está a mentir. Basta ter a felicidade de possuir intacta a capacidade de visão e mesmo de longe, perceber quando é que ele começa a mexer os lábios...

10 comentários:

Maria disse...

Às tantas pensa que descobriu a pólvora.
Toda a gente sabe que o pm é um MENTIROSO!!!!

Abreijos

Antuã disse...

Que o José é mentiroso já toda a gente sabe incluindo os que o apoiam.

Rosario disse...

Eh, eh, tal e qual!
Abreijos

anamar disse...

O que dizes, já é mais que sabido...
Linda e perfeita a gravura....
:))))))))))))

Aristides disse...

Mas isso são evidências. O que é menos evidente (ou não) é como o senhor se faz receber pelo presidente da República enquanto "simples cidadão". Quantos simples cidadãos terão o privilégio de serem recebidos pelo PR para dizer umas verdades sobre Sócrates?
Abraço

Mar Arável disse...

Dito pelo sr Salgueiro

até Sócrates brilha

lamentavelmente

Hilário disse...

Vou aproveitar esta onda do Presidente Cavaco Silva, para, como cidadão ser recebido por sua Exa e falar com ele sobre o problema do desemprego no Algarve.

Quanto ao Sócrates, nem é preciso ele abrir a boca para saber que está a mentir.
Um Abraço

do zambujal disse...

O sr. JS disse, na sua verborreia, uma frase (das poucas verdadeiras que se lhe ouviu de tantas que tem espalhado) que incomodou os senhores da banca, seus patrões. Fosse ele um "caixa" ou uma "empregada da limpeza" seria despedido. Com justa causa... ou sem ela.
Sendo PM o sr. JS, e estando ainda ao serviço (nesse lugar), tinha de "levar nas orelhas". Levou do Ulrich, agora do Salgueiro. Ainda por cima, tendo as "fragilidades" que se conhecem, é fácil pôr o serventuário na ordem. Enqunto servir.

Bom post, como de costume. Um abraço.

Fernando Samuel disse...

Nem mais!

um abraço.

samuel disse...

Per tutti:
O que ofende mais é o descaramento pornográfico destas figuras...


Abraços colectivos!