sábado, 14 de fevereiro de 2009

Dias Loureiro - "O Esquecedor"





Dias Loureiro “não tinha conhecimento” de uns negócios em Porto Rico, uma das muitas parcelas da conta ruinosa dessa gigantesca fraude que é o chamado "caso BPN", propriedade da SLN, de que foi administrador. Coisa pouca... apenas umas dezenas de milhões de euros, que agora andamos todos a pagar para cobrir o buraco financeiro do banco, enquanto o traste se passeia nos seus carros de luxo e exibe desavergonhadamente as mordomias de que goza.

Entretanto, descobre-se que a sua assinatura aparece nos contratos desses negócios... Não há problema!


Primeiro, acho que Dias Loureiro deve rapidamente divulgar o nome dos comprimidos que toma para esquecer tão profundamente estas coisas. Daria um enorme jeito para resolver milhares de processos pendentes nos Tribunais.

-Ninguém se lembra de nada? Dou uma, dou duas... três! Caso encerrado! Seguinte...

Segundo, é uma grande ideia continuar no Conselho de Estado. Vai que Cavaco Silva se passa dos carretos e resolve fazer o mesmo que uma grande parte dos seus antigos Ministros e Secretários de Estado já fez? Encher os bolsos com uns valentes milhões?

Não arranjará em parte alguma melhor “conselheiro”. Na condição de que depois se esqueça rigorosamente de tudo.

17 comentários:

Jorge disse...

Dias Loureiro:
Obviamente, demita-se...

Cavaco Silva:
«O Prof. Cavaco Silva e a sua Mulher têm, há muitos anos, a gestão das suas poupanças entregues a quatro bancos portugueses – incluindo o BPN, desde 2000 – conforme (...)».
http://www.presidencia.pt/?idc=10&idi=22327
Então o «génio» das Finanças, aquele que sabe exactamente o que o País deve fazer para sair da crise(1), aquele que nunca tinha/tem dúvidas e raramente se engana(va) (ou vice-versa, tanto faz) - esse mesmo, Cavaco Siva - colocava as poupanças no BPN???!!!

(1) «Crise: Cavaco Silva diz que país não pode "baixar os braços"»

Judite Castro disse...

Continuar no Conselho de Estado? Qual é a dúvida? É onde está mais bem resguardado, mais seguro... Fora desse refúgio os perigos são imensos...

Do Expresso de hoje, página 5:

Dias Loureiro estará, num primeiro momento, protegido pelo facto de ser membro do Conselho de Estado (CE) e só deixará de estar se aquele órgão decidir em sentido contrário. O estatuto dos membros do Conselho data de 1984 e é generoso: nos artigos 14º e 15º estipula que, salvo por crime punível com pena maior e em flagrante delito, “nenhum conselheiro pode ser detido ou preso”, “indiciado definitivamente por despacho de pronúncia”, ou chamado a intervir como “perito, testemunha ou declarante”, sem prévia decisão daquele órgão de aconselhamento do Presidente da República

Maria disse...

Mais um, na "mouche".
Andas a meter muitos golos, Samuel.
E depois apetece dizer que cada gajo tem o "conselheiro" que merece. De "estado"? Qual estado? Só se for, como o saudoso Salgueiro Maia disse vai fazer 35 anos, "o estado a que chegámos".

Abreijos

Pata Negra disse...

Hoje é dia de namorados. Disseram-me que sou casado. Não me lembro de assinar nada!
Assina-se demais, de tal modo que se pode argumentar que se assinou por assinar, assinar, assinar, assinar, até um dia ser conselheiro de Estado! Eles não são conselheiros de Estado! Eles são o Estado! Nós somos apenas o alimento do Estado, do estado a que isto chegou: não se demitem, não se escondem, não são presos, não se envergonham, aparecem no horário nobre, sem nobreza, enquanto o caquético rei cavaco se entretem com a sua maria, vendo tanto nela que pensa que está numa orgia............. Samuel, nota-se muito que estes gajos me andam a tirar a lucidz?!
Um abraço de quem gosta de loureiros vegetais

Cs disse...

Não devemos ser tão radicais. Então e os sonâmbulos não existem? Ou será o povinho que anda a dormir na forma?

Antuã disse...

Eu também precisava duns comprimidos para o esquecimento. esquecia-me de pagar a taxa para rádio e televisão que me roubam o direito de ser informado.

BlueVelvet disse...

O despudor a que se chegou neste país assusta-me.
Mas o que é mais incompreensível para mim é que tudo isto se passa debaixo dos nossos olhos e "no passa nada".
Francamente te digo, com tristeza, que merecemos o país que temos.
Abreijinhos

BlueVelvet disse...

Voltei porque me esqueci de uma coisa.
A citação que a Judite faz da notícia do Expresso corresponde à realidade. E é isso também que me espanta, porque com todos os defeitos que lhe são conhecidos, tenho para mim que honesto o Cavaco é. Não entendo como continua a proteger o Dias Loureiro.
Há aqui algo que me escapa.
Enfim, se calhar é melhor não saber.
Mais Abreijinhos

Anónimo disse...

Pergunto-me tanta vez: - Como é possível, depois de se ter feito um "25 de Abril", ter-se permitido andar tanto para trás...
É que isto está mesmo entregue à bicharada!
Tudo quanto é vígaro e corrupto ocupa os mais elevados cargos.
Parece mentira! - Mas é a triste realidade.
Arre, porra, que é demais!!!
Abraço.
Rui Silva

Fernando Samuel disse...

O que é que queres?: uma pessoa não se pode lembrar de tudo...



um abraço.

Justine disse...

É fartar, vilanagem!

Ana Camarra disse...

Eu ofereci uma t-shirt que tem escrito:
"O Excesso de sexo provoca amnésia e outras coisas que agora não me lembro..."

Não sei porquê acho que não é o caso mas pode ser:

"O excesso de negócios poucos claros com off shores nos quais desaparecem milhões de euros provoca amnésia e outras coisas que agora não me recorda, por isso durmo de consciência tranquila, continuo a exercer o cargo de conselheiro de estado sempre fico com mais um pé de meia, a juntar ás reformas dos cargos exercidos a bem da nação, como por exemplo quando fui ministro da Administração interna, mandei bater nos Policias e disparar naquela turba que bloqueou a Ponte 25 de Abril, durmo de consciência tranquila, porque a consciência foi uma coisa que retirei junto com o apendice...."

Era uma tenda de Circo, não uma t-shirt....
beijos

aferreira disse...

-Boa ideia da Ana, Mandar fazer t-shirt com as frases: Não me lembro! Não tive nada haver com isso! Não minto! Só me esqueço com grande facilidade! Estou em perfeitíssimas condições para conselheiro de ESTADO ´duma Rep de Bananas.

Joao Carlos disse...

mais vigarista, carteirista, mentiroso, arrogante, oportunista, PSDista, governante... e por isso protegido por imunidade!

Nocturna disse...

Quando estamos com medo, onde nos enfiamos ? Nos braços dos pais, é claro, alguém que sempre nos tenha dado a mão e nos proteja.Sair do Conselho de Estado ? Nem pensar ! Tapa-mo-nos uns aos outros e o cobertor chega para todos, até passar a tempestade. Assim como assim mesmo, os portugueses também são muito esquecidos .
E somos todos rapazes muito sérios.
Um abraço nocturno e já esquecido

samuel disse...

Jorge:
Obviamente!

Judite Castro:
Quem é que vai para a chuva, podendo estar abrigado?

Maria:
Golos? Queres ver que qualquer dia começo a ganhar dinheiro com o blogue?! ☺

Pata Negra:
Não... mas já quanto à paciência...

Cs:
Sonâmbulos andamos um pouco todos nós (uns menos, felizmente!)

Antuã:
Esse seri um bom esquecimento...

BlueVelvet:
A protecção (já óbvia) de Cavaco a Loureiro, ainda há-de ser explicada.


Abreijos!

samuel disse...

Rui Silva:
Cometemos o excesso de “confiança” de que a inegável superioridade moral de alguns, seria suficiente para subir o nível geral... enganámo-nos!

Fernando Samuel:
Eu sei que por vezes sou um bocado exigente de mais.

Justine:
É o que eles fazem, à farta!

Ana Camarra:
Felizmente, ainda vamos tendo momentos de “inspiração” como o dessa t-shirt... ☺

Aferreira:
...mas depois não teríamos lata!

João Carlos:
E por aí fora... ☺

Nocturna:
Enquanto tiver aquele ninho...


Abreijos colectivos!