sábado, 28 de fevereiro de 2009

Ele há pessoas muito mal intencionadas!


Que vergonha! Parece impossível que alguns de vós estejam a pensar que ponho aqui este vídeo do Mário Viegas para de alguma forma insinuar alguma coisa sobre a situação actual do país, ou de algumas das suas personalidades, quando está mesmo a ver-se que é apenas pela arte... e pelo texto do Mário Henrique Leiria.

Siga o Sábado!

"Carreirismo" - Mário Viegas
(Mário Henrique Leiria)


14 comentários:

Justine disse...

Hoje, se calhar, o pai ficava tão orgulhoso do seu filhinho...que tinha um ataque cardíaco:))

(Perfeita, a interpretação de Mário Viegas)

Bom sábado e melhor domingo - por aqui chove!

poesianopopular disse...

Esta espécie repreduziu-se imenso nos últimos tempos, ao ponto de alguem estar a pwensar em oficializá-la.
Abraço companheiro

Maria disse...

E o sábado tem seguido da melhor maneira...
VM é uma "escolha à esquerda" para o PE, topas?

Abreijos, que vou ficando frente ao écrã

Ana Camarra disse...

Por acaso não me tinha ocorrido ninguém....
Nem me lembro de ninguém assim...em busca do tacho dourado!

bj

cicuta disse...

Grande poema e interpretação de certo que o poema não é sobre a família do pinto de sousa pois ai é impossível encontrar pais ou tios honestos. Pelo que podes estar descansado que ninguém pode insinuar nada.
Um abraço

Pata Negra disse...

Quem calou Mário Viegas?!
Um abraço de Leiria

Joao Carlos disse...

Brilhante Viegas!
Hoje nem sao precisos vinte e dois anos, tschii.
Vital Moreira já foi premiado. E tanto que se comentou esse personagem por aqui. Os amigos são para as ocasiões. Amor com amor se paga.

duarte disse...

Sempre bom ouvir o mario viegas...
e não ouvir outros "artistas"...
do vale, abraço

samuel disse...

Justine:
O homem estava condenado... ☺

Poesianopopular:
Uma boa parte já está mesmo oficializada, ministriada, cardealizada...

Maria:
Claro que topo! Já andava mesmo a topar há uns tempos...

Ana Camarra:
Vá lá, Ana! Faz um esforço... ☺

Cicuta:
É a vantagem deste texto do Mário Henrique Leiria. Não é sobre ninguém...

Pata Negra:
Bem podia ainda estar por cá, porra!

João Carlos:
Esse já não surpreende. Por causa dele, ninguém terá um ataque cardíaco.

Duarte:
Viva o Mário Viegas!


Abreijos colectivos!

Isabel Mire Dores disse...

È muito saudável para a mente recordar Mário Viegas e reler os textos dos Autores Portugueses, no meio deste marasmo de carreiristas e vendidos.
O evento a que assistimos nas últimas horas assume contornos de marketing de estrelas caducas cujo brilho já se esvaiu...
A resolução dos problemas actuais necessita de homens e mulheres com honestidade intelectual e política e capacidade de equacionar novas soluções e não de "vedetas" que utilizam o seu passado para ganhar público...
Que triste espectáculo!

Muito oportuno esta declamação do fabuloso Mário Viegas.

Bom resto de domingo.

Abreijos

Viriato disse...

Ah, grande Mário, a falta que nos fazes!
Obrigado, Samuel, por mais esta bela recordação.

Fernando Samuel disse...

Está descansado, ninguém vai insinuar nada, tanto mais que há há uma enorme diferença entre o carreirista de que falam o Leira e o Viegas e os de hoje: na maioria dos casos, os pais não morrem de enfarte: dão uma festa na aldeia para comemorar o SUCESSO dos rebentos...


Um abraço.

Anónimo disse...

Mário Viegas - Alguns segundos para dizer tudo. E tão actual...

João Oliveira

samuel disse...

Viriato:
Faz falta, até mesmo a quem não o sabe...

Fernando Samuel:
É... alguns pais já estão corrompidos pelos filhos...

João Oliveira:
Era como alguns pontas de lança de luxo: não precisava de praticamente espaço nenhum para marcar golo. ☺

Abreijos!