domingo, 1 de março de 2009

Obama - as escolhas


A insistência e frequência frenéticas com que a comunicação social portuguesa fala da difícil escolha do futuro ocupante português da Casa Branca, no caso, um “cão de água”, faz-me pensar que o assunto deve ser mesmo muito importante para o mundo e decisivo para o futuro do nosso país.

Assim, dentro do meu melhor espírito de ajuda, deixarei dois conselhos ao novo presidente dos EUA.

Obama, pá, se a ideia é ter um cão que seja efectivamente um companheirão para as filhotas, parceiro de brincadeiras pelos relvados da Casa Branca, precioso ajudante nas pescarias que venham a fazer em família nalguma casa de férias à beira de um dos vossos maravilhosos lagos... então o “cão de água português” é uma excelente escolha e você deve ser rigoroso na selecção, leve o tempo que levar.

Se, pelo contrario, apenas está interessado num português para lhe lamber as botas, então basta fazer um telefonema ao Bush, que tem uma razoável lista de alegres voluntários. Aliás, se o amigo se der ao trabalho de consultar a imprensa portuguesa, verificará que a lista dos portugueses interessados em lamber as botas ao Presidente dos Estados Unidos da América, desde a sua recente eleição aumentou que é uma coisa por demais.

Não precisa de agradecer... foi um prazer ajudar!

13 comentários:

salvoconduto disse...

Ao que consta esteve no congresso do PS...

BlueVelvet disse...

Os cães são lindos e tu...não existes:)
Abreijinhos

poesianopopular disse...

Como eu gostava de estar enganado, no que diz respeito a Obama.
Mas, olha sobre cães, ele necessita de cativar a sua amizade, agora sobre os outros, não vai ter necessidade...eles oferecem-se, sem condições.
Abraço

do zambujal disse...

Ah, que mundo-cão! Valham-nos blogs e posts como os teus, que nos ajudam a suportá-lo...
Os teus conselhos ao Obama são preciosos. Já os mandaste para a casinha branca? Mete um PS (pois... desses) com recomendações para o Reagan, ou um epitáfio qualquer.
Grande abraço

Crixus disse...

Assim de repente lembro-me de um cão de água português que é um grande lambe-botas dos americanos, Paulo Portas.
Mas hoje estive a ver os videos da Marcha Liberdade e Democracia e a ouvir um amigo que lá foi cantar com todos que lá estavam, e passei para dar um abraço.

ZERO À ESQUERDA disse...

Esse aumento, visível e imparável, de malta de linguinha de fora deve-se, sem sombra de dúvida, à qualidade das botas. Digo eu.

Fernando Samuel disse...

Para a função lambe-botas sugiro o Vital Moreira - que pode acumular com a função de cabeça de lista do PS para o PE...


Um abraço.

Maria disse...

Valha-nos o teu humor para nos fazer rir neste domingo acinzentado - azulado obama...

Abreijos

Caçadora de Emoções disse...

Samuel,
São mesmo queridos estes cães!..
Adorei :)

Vim deixar-lhe emoções e um abraço com amizade :)))

Prec disse...

Com a crise que vai pelos States, anda a familia presidencial ocupada na escolha de cão. Os meus escolhi-os mal olhei para eles ... abandonados.
Não será difícil ser melhor que o anterior, mas continua a ser um presidente americano ... é bom que tal nunca se esqueça.

Antuã disse...

Mandem os lambe-botas para lá e este país ficará limpo.

samuel disse...

Salvoconduto:
Quem? O cão?!!!

BlueVelvet:
☺ ☺

Poesianopopular:
Sem condições de espécie alguma!

Do Zambujal:
E eles, ocupados a salvar, policiar e governar o mundo, lá têm tempo para os meus desabafos?!

Crixus:
Amigo! Também... pões-te a ver cada coisa... ☺

Zero à Esquerda:
É qualquer coisa no verniz... ou na cola... ou na graxa...


Abreijos!

samuel disse...

Fernando Samuel:
É a acumulação perfeita!

Maria:
Mais acinzentado!...

Caçadora de Emoções:
É o que salva o post... ☺

Prec:
Então e a Casa Branca lá é lugar para u “sem abrigo”... mesmo tratando-se de um cão?!

Antuã:
Lá que era um descanso, isso era!


Abreijos colectivos!